His­to­ri­a­dor des­ta­ca ideia de Na­ção

Jornal de Angola - - POLÍTICA - FRANCISCO PE­DRO |

O his­to­ri­a­dor e crí­ti­co de ar­te Pa­trí­cio Batsî­ka­ma en­cer­rou on­tem o ci­clo de pa­les­tras da Fei­ra In­ter­na­ci­o­nal do Li­vro e do Dis­co, que de­cor­reu de 22 a 28 de Agos­to, no CEFOJOR, Cen­tro de For­ma­ção de Jor­na­lis­tas, ten­do dis­ser­ta­do o te­ma, “Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos e a ideia de Na­ção an­go­la­na”, ba­se­a­do no seu li­vro ho­mó­ni­mo, no âm­bi­to do Ci­clo de Pa­les­tras, e da pro­gra­ma­ção es­pe­ci­al de­di­ca­da ao sep­tu­a­gé­si­mo quar­to ani­ver­sá­rio do Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos.

O li­vro de cu­nho aca­dé­mi­co in­ti­tu­la­do “Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos e a Ideia da Na­ção”, do his­to­ri­a­dor Pa­trí­cio Batsî­ka­ma, foi lan­ça­do em No­vem­bro de 2014, na Uni­ver­si­da­de Fe­de­ral de Ou­ro Ne­gro, no Bra­sil, e tra­du­zi­do pa­ra o ita­li­a­no, por oca­sião da Ex­po-Mi­lão, na Itá­lia, em 2014. A obra de 112 pá­gi­nas, edi­ta­do pe­la “Me­di­a­press”, en­con­tra-se di­vi­di­da em três ca­pí­tu­los: “A for­ma­ção do Es­ta­do An­go­la­no”, “Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos na mi­ra da PIDE-DGS” e “Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos e a con­so­li­da­ção da Na­ção an­go­la­na”.O pri­mei­ro ca­pí­tu­lo do li­vro,re­fe­re-se a ques­tões ter­ri­to­ri­ais an­go­la­nas an­tes e a che­ga­da dos por­tu­gue­ses e a re­sis­tên­cia das po­pu­la­ções dos rei­nos do Ndon­go, Ma­tam­ba, Con­go, Hu­am­bo e Cu­a­nha­ma.

O se­gun­do é ex­clu­si­vo ao Che­fe do Es­ta­do an­go­la­no e su­por­ta­do por fon­tes do­cu­men­tais da PIDE-DGS que in­di­ca que Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos era al­vo en­tre vá­ri­os lí­de­res do MPLA, por di­na­mi­zar as po­pu­la­ções, le­van­do­as a in­de­pen­dên­cia.

Por úl­ti­mo, o his­to­ri­a­dor fez men­ção que o lí­der an­go­la­no, que pe­ran­te inú­me­ras di­fi­cul­da­des, qu­er po­lí­ti­cas, so­ci­ais, eco­nó­mi­cas e cul­tu­rais, ten­ta ori­en­tar pa­ra a ga­ran­tia de um país me­lhor. A palestra vi­sou do­tar os es­tu­dan­tes com con­teú­dos so­bre a fi­gu­ra his­tó­ri­ca de Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos, in­di­can­do os per­cur­sos e tra­jec­tó­ri­as na bus­ca da In­de­pen­dên­cia na­ci­o­nal.

A pro­gra­ma­ção es­pe­ci­al da Fei­ra In­ter­na­ci­o­nal do Li­vro e do Dis­co, de­di­ca­da ao sep­tu­a­gé­si­mo qua­tro ani­ver­sá­rio do Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, in­cluiu ain­da um con­cer­to do con­jun­to os “Ki­e­zos”, cu­ja pri­mei­ra par­te foi as­se­gu­ra­da pe­lo Duo Ca­nho­to, que in­ter­pre­tou can­ções do con­jun­to Nza­ji, for­ma­ção mu­si­cal a que per­ten­ceu o Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos, e a pro­jec­ção do fil­me, no âm­bi­to do Ci­ne-ca­fé, de­no­mi­na­do, “Re­cons­tru­ção Na­ci­o­nal na Agri­cul­tu­ra” do re­a­li­za­dor, Le­o­nel Efe, com ima­gens do Pre­si­den­te em Ma­lan­je na Cam­pa­nha de Co­lhei­ta do Mi­lho.

Pa­trí­cio Batsî­ka­ma Mam­puya Ci­pri­a­no nas­ceu a 10 de Agos­to de 1974 em Ma­que­la do Zom­bo. É li­cen­ci­a­do em His­tó­ria e Ci­ên­ci­as So­ci­ais, e es­pe­ci­a­li­za­do em Fi­lo­so­fia da Ar­te. Fa­la cin­co idi­o­mas: por­tu­guês, in­glês, fran­cês, lin­ga­la e ki­kon­go. Pa­trí­cio Bat­si­ka­ma pu­bli­cou os se­guin­tes li­vros: “Eto­nis­mo, uma fi­lo­so­fia so­bre a ra­zão to­le­ran­te”, 2009, “As ori­gens do rei­no do Kôn­go”, 2010, “O Rei­no do Kôn­go e a sua ori­gem me­ri­di­o­nal”, 2011, “Rei­no do Kôn­go con­so­an­te a bi­bli­o­gra­fia e a tra­di­ção oral”, 2012, “In­tro­du­ção a his­to­ria das ar­tes”, 2014, e “Lûm­bo de­mo­cra­cia do an­ti­go Con­go”, 2014, e “Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos e a ideia de Na­ção an­go­la­na”, 2015.

MOTA AMBRÓSIO

His­to­ri­a­dor pro­fe­riu on­tem uma palestra so­bre a vi­são po­lí­ti­ca de Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.