Cam­pa­nha de va­ci­na­ção com al­ta ta­xa de co­ber­tu­ra

Jornal de Angola - - SOCIEDADE -

A no­va cam­pa­nha de va­ci­na­ção con­tra a fe­bre-ama­re­la, que te­ve iní­cio a 15 de Agosto, atin­giu, em dez di­as, uma co­ber­tu­ra de 81 por cen­to em 12 pro­vín­ci­as do país, anun­ci­ou on­tem, em co­mu­ni­ca­do, o Mi­nis­té­rio da Saú­de. O do­cu­men­to re­fe­re que fo­ram va­ci­na­das 2.402.742 pes­so­as, das 2.982.134 ini­ci­al­men­te pre­vis­tas em 22 mu­ni­cí­pi­os de 12 pro­vín­ci­as do país.

O Mi­nis­té­rio da Saú­de re­fe­re que a cam­pa­nha, que se pro­lon­ga por mais 15 di­as, de­cor­re sem so­bres­sal­tos, com a po­pu­la­ção a afluir aos pos­tos de va­ci­na­ção que es­tão do­ta­dos com os mei­os lo­gís­ti­cos su­fi­ci­en­tes. Em mé­dia, ca­da pos­to de va­ci­na­ção imu­ni­za di­a­ri­a­men­te con­tra a fe­bre-ama­re­la mais de 150 pes­so­as.

A no­va cam­pa­nha con­tra a fe­bre-ama­re­la vai per­mi­tir au­men­tar a co­ber­tu­ra de 51 para 73 mu­ni­cí­pi­os, ele­van­do a po­pu­la­ção to­tal va­ci­na­da de 13 mi­lhões para mais de 16 mi­lhões. A cam­pa­nha de va­ci­na­ção em cur­so abran­ge as pro­vín­ci­as de Cabinda, Ben­gue­la, Cu­an­za Sul, Cu­an­do Cu­ban­go, Hu­am­bo, Huí­la, Lun­da Nor­te, Lun­da Sul, Lu­an­da, Ma­lan­je, Uí­ge e Zaire, e con­ta com o apoio dos par­cei­ros das Na­ções Uni­das, CDC-Atlan­ta, Cruz Ver­me­lha e Mé­di­cos Sem Fron­tei­ras.

A ac­tu­al cam­pa­nha, que pro­cu­ra al­can­çar as áre­as de di­fí­cil aces­so ou que por ra­zões ope­ra­ci­o­nais não fo­ram an­tes abran­gi­das, vem na sequên­cia da epi­de­mia, já con­tro­la­da, que co­me­çou em De­zem­bro úl­ti­mo, em Lu­an­da, e che­gou de­pois a vá­ri­as pro­vín­ci­as. Igual­men­te com o apoio de agên­ci­as das Na­ções Uni­das de­cor­re, si­mul­ta­ne­a­men­te, uma cam­pa­nha de va­ci­na­ção con­tra fe­bre-ama­re­la na Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go, on­de, só na ca­pi­tal, Kinsha­sa, fo­ram imu­ni­za­das, em qua­se du­as se­ma­nas, cer­ca de se­te mi­lhões de pes­so­as.

A fe­bre-ama­re­la trans­mi­te-se pe­la pi­ca­da de mos­qui­tos, pe­lo que as au­to­ri­da­des sa­ni­tá­ri­as acon­se­lham a po­pu­la­ção a usar mos­qui­tei­ros im­preg­na­dos com in­sec­ti­ci­das e des­truir os cri­a­dou­ros de mos­qui­tos den­tro e fo­ra das ca­sas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.