Re­fe­ren­do de paz em Ou­tu­bro

Co­lom­bi­a­nos de­ci­dem des­ti­no do acor­do com as FARC

Jornal de Angola - - MUNDO -

O Pre­si­den­te da Colôm­bia, Ju­an Ma­nu­el San­tos, con­vo­cou, on­tem, pa­ra 2 de Ou­tu­bro o re­fe­ren­do so­bre o acor­do de paz se­la­do en­tre o Go­ver­no e a guer­ri­lha das For­ças Ar­ma­das Re­vo­lu­ci­o­ná­ri­as da Colôm­bia (FARC) de­pois de 52 anos de con­fron­to ar­ma­do.

“Ho­je (on­tem) da­mos um pas­so a mais pa­ra a paz gra­ças ao Con­gres­so. O re­fe­ren­do ago­ra é uma re­a­li­da­de. Aca­bo de as­si­nar o de­cre­to que o con­vo­ca”, afir­mou o Che­fe de Es­ta­do co­lom­bi­a­no num dis­cur­so à na­ção, fei­to no pa­lá­cio pre­si­den­ci­al.

A per­gun­ta a que os ci­da­dãos vão res­pon­der com o seu 'sim' ou 'não' é: “Apoia o acor­do fi­nal pa­ra ter­mi­nar o con­fli­to e pe­la cons­tru­ção de uma paz es­tá­vel e du­ra­dou­ra?”, re­ve­lou Ju­an Ma­nu­el San­tos an­tes de acres­cen­tar que “é uma per­gun­ta cla­ra, di­rec­ta, que não dá lu­gar a ne­nhu­ma con­fu­são”.

Na se­gun­da-fei­ra, o Con­gres­so da Colôm­bia au­to­ri­zou o Che­fe de Es­ta­do a con­vo­car o re­fe­ren­do pa­ra con­so­li­dar o acor­do de paz com as FARC, após a pro­pos­ta ter si­do apro­va­da por 71 vo­tos con­tra 21.

O Go­ver­no co­lom­bi­a­no e as FARC al­can­ça­ram na se­ma­na pas­sa­da um his­tó­ri­co acor­do de paz, cu­jo tex­to foi en­tre­gue ao pre­si­den­te do Con­gres­so pa­ra a con­vo­ca­ção do re­fe­ren­do. O Tri­bu­nal Cons­ti­tu­ci­o­nal deu o aval, em Ju­lho, ao pro­jec­to apro­va­do no Con­gres­so que es­ti­pu­la o ple­bis­ci­to “co­mo me­ca­nis­mo de re­fe­ren­do do acer­ta­do pe­las par­tes” e de­ter­mi­nou que o acor­do de paz po­de ser apro­va­do com 4,4 mi­lhões de vo­tos po­si­ti­vos - 13 por cen­to do to­tal de elei­to­res - des­de que o vo­tos ne­ga­ti­vos não se­jam mai­o­ria.

Ca­so se­ja apro­va­da no re­fe­ren­do, a de­ci­são pas­sa ao Con­gres­so, que de­ve se pro­nun­ci­ar de for­ma ur­gen­te. Em se­gui­da, o do­cu­men­to é re­vis­to pe­lo Tri­bu­nal Cons­ti­tu­ci­o­nal, an­tes da pro­mul­ga­ção pe­lo Pre­si­den­te da Colôm­bia. A Colôm­bia te­ve na se­gun­da-fei­ra o pri­mei­ro dia de si­lên­cio de­fi­ni­ti­vo das ar­mas, após a en­tra­da em vi­gor de um ces­sar-fo­go bi­la­te­ral e de­fi­ni­ti­vo.

A me­di­da, de­cre­ta­da na sex­ta-fei­ra pe­lo Pre­si­den­te co­lom­bi­a­no Ju­an Ma­nu­el San­tos, foi con­fir­ma­da no do­min­go, a par­tir de Ha­va­na, pe­lo che­fe das FARC, que co­lo­cou fim, as­sim, a uma guer­ra de mais de meio sé­cu­lo que dei­xou cen­te­nas de mi­lha­res de ví­ti­mas, en­tre mor­tos, de­sa­pa­re­ci­dos e des­lo­ca­dos.

AFP

Pre­si­den­te da Colôm­bia anun­ci­ou a da­ta do re­fe­ren­do so­bre o acor­do de paz com as FARC

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.