Exi­gi­do às igre­jas mai­or em­pe­nho na mo­ra­li­za­ção

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS -

O ad­mi­nis­tra­dor co­mu­nal do Nehone, mu­ni­cí­pio do Cu­a­nha­ma, no Cu­ne­ne, exor­tou on­tem as igre­jas lo­cais a um mai­or en­vol­vi­men­to em ac­ções so­ci­ais, pa­ra pro­mo­ve­rem a mo­ra­li­za­ção das fa­mí­li­as nas co­mu­ni­da­des.

Qu­ar­tez Saú­lo afir­mou que as igre­jas, por jo­ga­rem um pa­pel im­por­tan­te na mo­ra­li­za­ção, de­vem es­tar sem­pre em­pe­nha­das em ac­ções que per­mi­tam a pa­ci­fi­ca­ção dos es­pí­ri­tos e a união das fa­mí­li­as, pa­ra uma so­ci­e­da­de sã.

Ex­pli­cou que mui­tas fa­mí­li­as, por fal­ta de con­se­lhos, so­bre­tu­do li­ga­dos ao evan­ge­lho de Deus, es­tão de­ses­tru­tu­ra­das, o que con­si­de­ra pre­o­cu­pan­te por se­rem elas as prin­ci­pais pro­mo­to­ras da pa­ci­fi­ca­ção dos es­pí­ri­tos e as que mais con­tri­bu­em pa­ra a sen­si­bi­li­za­ção em prol do for­ta­le­ci­men­to da união na so­ci­e­da­de. “As igre­jas, co­mo um par­cei­ro im­por­tan­te do Go­ver­no, de­vem re­for­çar o com­ba­te à vi­o­lên­cia do­més­ti­ca e ao uso ex­ces­si­vo de be­bi­das al­coó­li­cas e dro­gas, en­tre ou­tras prá­ti­cas ne­ga­ti­vas que co­lo­cam em pe­ri­go o bem-es­tar so­ci­al das fa­mí­li­as”, ad­mi­tiu o ad­mi­nis­tra­dor co­mu­nal do Nehone.

Qu­ar­tez Saú­lo su­bli­nhou, por ou­tro la­do, que qual­quer ti­po de vi­o­lên­cia ou cri­me co­me­ti­do de­ve ser de­nun­ci­a­do às au­to­ri­da­des com­pe­ten­tes, no sen­ti­do de pu­nir e de­sen­co­ra­jar os trans­gres­so­res, co­mo for­ma de man­ter tran­qui­las e se­gu­ras as co­mu­ni­da­des da pro­vín­cia do Cu­ne­ne e não só.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.