Ad­mi­nis­tra­ção Mu­ni­ci­pal de Be­las põe fim a mer­ca­dos de ven­da ile­gal

Jornal de Angola - - PARTADA -

A ad­mi­nis­tra­ção do mu­ni­cí­pio de Be­las, pro­vín­cia de Lu­an­da, es­tá a des­man­te­lar, des­de ter­ça-fei­ra, lo­cais de ven­da am­bu­lan­te no tro­ço que liga Ca­ma­ma ao Gol­fe II.

O tra­ba­lho dos ser­vi­ços Fis­ca­li­za­ção abran­ge tam­bém as ha­bi­ta­ções uti­li­za­das co­mo ar­ma­zéns pa­ra o acon­di­ci­o­na­men­to de pro­du­tos co­mer­ci­a­li­za­dos na via pú­bli­ca, ofi­ci­nas, re­cau­chu­ta­gem e ou­tros es­ta­be­le­ci­men­tos de pres­ta­ção de ser­vi­ços que fun­ci­o­nam sem li­cen­ça.

A ope­ra­ção, que tem co­mo ob­jec­ti­vo me­lho­rar a cir­cu­la­ção ro­do­viá­ria, te­ve iní­cio às pri­mei­ras ho­ras da ma­nhã de ter­ça-fei­ra e foi li­de­ra­da pe­lo ad­mi­nis­tra­dor mu­ni­ci­pal, Ma­teus da Cos­ta.

O di­rec­tor mu­ni­ci­pal de Be­las de Trá­fe­go e Mo­bi­li­da­de, Sér­gio Sa­gi­ku­a­ta, dis­se que a par des­tas ac­ções vão ser tam­bém re­pos­tos os se­pa­ra­do­res e pos­tos de ilu­mi­na­ção ao lon­go da via ex­pres­sa.

Sér­gio Sa­gi­ku­a­ta dis­se que en­tre as ac­ções em cur­so es­tão tam­bém a re­ti­ra­da do li­xo em áre­as con­si­de­ra­das crí­ti­cas e a im­ple­men­ta­ção de me­di­das no que to­ca à cri­a­ção de no­vas pa­ra­gens pa­ra tá­xis e pos­tos fi­xos de efec­ti­vos da Fis­ca­li­za­ção pa­ra ini­bir a ac­ti­vi­da­de co­mer­ci­al na­que­la área.

A ope­ra­ção, que não tem uma da­ta fi­xa pa­ra ter­mi­nar, con­ta com o apoio da Po­lí­cia Na­ci­o­nal, de téc­ni­cos da área de Trá­fe­go e Mo­bi­li­da­de e de efec­ti­vos da Fis­ca­li­za­ção.

Já o ser­vi­ço de Fis­ca­li­za­ção do dis­tri­to ur­ba­no da In­gom­bo­ta re­co­lheu, no úl­ti­mo fim-de-se­ma­na, no­ve ru­lo­tes e ten­das ins­ta­la­das ile­gal­men­te em vá­ri­as vi­as pa­ra o exer­cí­cio de ac­ti­vi­da­de co­mer­ci­al, prin­ci­pal­men­te no pe­río­do noc­tur­no. As ru­lo­tes, re­co­lhi­das no âm­bi­to da ope­ra­ção “Mor­ce­go”, fo­ram re­ti­ra­das das ru­as Ale­xan­dre Pi­res, Ma­jor Ca­nhan­gu­lo, Amíl­car Ca­bral, Pri­mei­ro Con­gres­so e no bair­ro dos Co­quei­ros.

O co­or­de­na­dor ad­jun­to da ope­ra­ção, Cos­ta e Sil­va, che­fe de re­par­ti­ção de Cul­tu­ra e Tu­ris­mo na In­go­mo­bo­ta, dis­se que, além de não es­ta­rem li­cen­ci­a­dos pa­ra a ven­da de be­bi­das e ali­men­tos, os mei­os fo­ram ins­ta­la­dos em pas­sei­os e obs­truíam a cir­cu­la­ção de pes­so­as.

KINDALA MA­NU­EL

Mui­tas mulheres es­tão no mer­ca­do in­for­mal

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.