Go­ver­na­dor pro­vin­ci­al do Na­mi­be exi­ge bom aten­di­men­to hos­pi­ta­lar

Jornal de Angola - - PARTADA -

Os fun­ci­o­ná­ri­os da Saú­de fo­ram exor­ta­dos quar­ta-fei­ra , pe­lo go­ver­na­dor pro­vin­ci­al do Na­mi­be, a me­lho­ra­rem o aten­di­men­to aos ci­da­dãos que afluí­rem às uni­da­des hos­pi­ta­la­res da pro­vín­cia.

Rui Fal­cão fez es­ta exi­gên­cia du­ran­te a to­ma­da de pos­se de no­vos mem­bros do Go­ver­no re­cen­te­men­te no­me­a­dos pa­ra dar ro­ta­ti­vi­da­de aos qua­dros, des­ta­can­do os sec­to­res da Saú­de e Edu­ca­ção.

“É ho­ra de ar­re­ga­çar­mos as man­gas e for­ta­le­cer­mos a nos­sa pres­ta­ção de ser­vi­ço pú­bli­co, par­ti­cu­lar­men­te os res­pon­sá­veis que fo­ram ago­ra in­di­ca­dos pa­ra a área da Saú­de”, dis­se o go­ver­na­dor, au­gu­ran­do me­lho­ri­as na pres­ta­ção de ser­vi­ço, com “mai­or qua­li­da­de”, no sen­ti­do de pres­ti­gi­ar o Go­ver­no Pro­vin­ci­al do Na­mi­be e to­da a clas­se mé­di­ca e de en­fer­mei­ros.

O go­ver­na­dor Rui Fal­cão ape­lou aos de­mais mem­bros do go­ver­no a se­rem mais au­da­zes e res­pon­sá­veis no cum­pri­men­to da mis­são que lhes foi con­fi­a­da.

Rui Fal­cão as­se­gu­rou ter da­do, mais uma vez, opor­tu­ni­da­de aos jo­vens pa­ra exer­ce­rem fun­ções de res­pon­sa­bi­li­da­de no apa­re­lho do Es­ta­do e, com de­di­ca­ção ple­na, es­pe­ra-se que hon­rem a mis­são que lhes foi in­cum­bi­da.

O no­vo di­rec­tor da Saú­de, Fran­co Ca­zem­be Mu­fin­da, pro­me­te apos­tar na for­ma­ção de qua­dros do sec­tor, pa­ra ir dan­do res­pos­ta a mis­são que lhe foi con­fi­a­da pe­lo Go­ver­no da pro­vín­cia, ten­do co­mo prin­ci­pal en­fo­que a re­du­ção do vec­tor epi­de­mi­o­ló­gi­co, prin­ci­pal­men­te o com­ba­te do sur­to da ma­lá­ria e ou­tras do­en­ças.

Fran­co Mu­fin­da dis­se, à saí­da da quar­ta ses­são or­di­ná­ria do Go­ver­no Pro­vin­ci­al, re­a­li­za­da quar­ta-fei­ra, que de Ja­nei­ro a Agos­to des­te ano a pro­vín­cia do Na­mi­be não re­gis­tou ca­sos de fe­bre-ama­re­la.

Fran­co Mu­fin­da dis­se que pa­ra a pre­ven­ção e com­ba­te à fe­bre-ama­re­la de­cor­rem vá­ri­as ac­ções, co­mo a dis­tri­bui­ção de mos­qui­tei­ros às co­mu­ni­da­des e pa­les­tras em lo­cais de mai­or con­cen­tra­ção po­pu­la­ci­o­nal.

Ga­ran­tiu que, nos pró­xi­mos tem­pos, de­pois do re­for­ço do stock de va­ci­nas, re­a­li­za-se uma cam­pa­nha “mas­si­va” de vacinação, que o Na­mi­be ain­da não re­a­li­zou por não ter ain­da apre­sen­ta­do ne­nhum ca­so de trans­mis­são lo­cal de fe­bre-ama­re­la.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.