De­cla­ra­do es­ta­do de anar­quia no país

Jornal de Angola - - MUNDO -

O Pre­si­den­te das Filipinas, Ro­dri­go Du­ter­te, de­cla­rou on­tem o “es­ta­do de anar­quia” no país, após o aten­ta­do à bom­ba na noi­te de sex­ta-fei­ra na ci­da­de de Da­vao, no sul, o qual pro­vo­cou a mor­te de pe­lo me­nos 14 pes­so­as e 67 fe­ri­dos.

“Vi­ve­mos tem­pos ex­tra­or­di­ná­ri­os. Es­ta­mos a ten­tar li­dar com es­ta cri­se ago­ra. Pa­re­ce que há um am­bi­en­te de anar­quia”, disse o Pre­si­den­te fi­li­pi­no à im­pren­sa no lo­cal do aten­ta­do, ho­ras de­pois da ex­plo­são.

Se­gun­do o Che­fe de Es­ta­do, a me­di­da im­pli­ca um aumento da presença de mi­li­ta­res e de po­lí­ci­as em to­do o país pa­ra com­ba­ter a ame­a­ça ter­ro­ris­ta.

O gru­po ra­di­cal is­la­mi­ta Abu Sayyaf foi res­pon­sá­vel pe­lo aten­ta­do à bom­ba na sex­ta-fei­ra, na ter­ra na­tal do Pre­si­den­te fi­li­pi­no. “O Ga­bi­ne­te do Pre­si­den­te en­vi­ou uma men­sa­gem de tex­to pa­ra con­fir­mar que foi uma re­ta­li­a­ção do Abu Sayyaf. Nós, no mu­ni­cí­pio, es­ta­mos a tra­tar es­te ca­so co­mo uma re­ta­li­a­ção do Abu Sayyaf”, disse à CNN Filipinas Sa­rah Du­ter­te, que além de au­tar­ca é fi­lha do Pre­si­den­te Du­ter­te.

O ministro da De­fe­sa, Del­fin Lo­ren­za­na, tam­bém atri­buiu o ata­que de sex­ta-fei­ra ao Abu Sayyaf, um gru­po is­lâ­mi­co que pro­me­teu le­al­da­de ao Es­ta­do is­lâ­mi­co.

“Nin­guém as­su­miu a res­pon­sa­bi­li­da­de, mas só po­de­mos con­cluir que foi co­me­ti­do pe­lo gru­po ter­ro­ris­ta Abu Sayyaf, que cau­sou mui­tas per­das em Jo­lo nas úl­ti­mas se­ma­nas”, disse Lo­ren­za­na.

O Pre­si­den­te Du­ter­te lan­çou uma ofen­si­va mi­li­tar con­tra o Abu Sayyaf.Na se­gun­da-fei­ra, cin­co sol­da­dos fo­ram mor­tos em con­fron­tos com o gru­po is­lâ­mi­co na ilha de Jo­lo, um im­por­tan­te re­du­to do Abu Sayyaf, a 900 qui­ló­me­tros de Da­vao.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.