Or­ga­ni­za­ção di­vul­ga elei­tos

Jornal de Angola - - DESPORTO - ARMINDO PE­REI­RA |

A 15º edi­ção do cam­pus de Basquetebol Sem Fron­tei­ras (BSF), des­ti­na­do a jo­vens atle­tas afri­ca­nos, pro­mo­vi­do pe­la Li­ga Nor­te-Ame­ri­ca­na (NBA) e FIBA Mun­do, em par­ce­ria com a em­pre­sa Hel­marc, ter­mi­nou on­tem no Pa­vi­lhão Mul­tiu­sos do Kilamba , em Lu­an­da.

Ao con­trá­rio do que ha­via si­do no­ti­ci­a­do, os dez atle­tas de am­bos os se­xos, be­ne­fi­ciá­ri­os de bol­sa de es­tu­dos nos Es­ta­dos Uni­dos, se­rão anun­ci­a­dos pe­la or­ga­ni­za­ção nas próximas ho­ras. Jo­vens nas­ci­dos em 1999, num to­tal de 87, pro­ve­ni­en­tes de 27 paí­ses, fo­ram sub­me­ti­dos a ses­sões de trei­nos es­pe­cí­fi­cos, du­ran­te cin­co di­as.

Cin­co atle­tas an­go­la­nos es­tão en­tre os 20 fi­na­lis­tas, de­pois da dis­pu­ta do “All Star Ga­mes”, Jo­go das Es­tre­las. Tra­ta-se de Ma­ria Mar­ga­ri­da, Ge­o­va­na Ngue­ve, am­bas do In­ter de Ben­gue­la, Ger­son Se­bas­tião (1º de Agos­to), Mal­com Tun­gu (Pe­tro de Lu­an­da) e Glo­fa­te Mu­lam­ba (ASA).

Ma­ria e Ge­o­va­na fo­ram dis­tin­gui­das co­mo me­lhor mar­ca­do­ra dos três pon­tos e me­lhor ba­se, res­pec­ti­va­men­te. Vic­to­ri­no Cu­nha, an­ti­go se­lec­ci­o­na­dor na­ci­o­nal, de­fen­deu a am­pli­a­ção do nú­me­ro de pra­ti­can­tes dos es­ca­lões de for­ma­ção, par­ti­cu­lar­men­te no fe­mi­ni­no, por exis­ti­rem mais la­cu­nas do pon­to de vis­ta da qua­li­da­de.

Em de­cla­ra­ções a im­pren­sa, Ma­ria Mar­ga­ri­da não es­con­deu a sa­tis­fa­ção pe­lo fac­to de ter si­do uma das fi­na­lis­tas. As res­pon­sa­bi­li­da­des do­ra­van­te pas­sam a ser acres­ci­das: “Sem som­bra de dú­vi­das que é uma motivação pa­ra con­ti­nu­ar a tra­ba­lhar e es­pe­ro um dia che­gar à Selecção Na­ci­o­nal”. Joaquim Go­mes “Ki­kas”, um dos su­per­vi­so­res con­vi­da­dos, con­si­de­ra que es­te é o mai­or even­to de basquetebol de Áfri­ca a ní­vel da for­ma­ção e la­men­tou o fac­to de haver gen­te li­ga­da à mo­da­li­da­de que não com­pa­re­ce­ram pa­ra pres­ti­gi­ar o even­to e in­te­ra­gir com jo­ga­do­res e trei­na­do­res da NBA.

O pú­bli­co es­te­ve pre­sen­te em nú­me­ro con­si­de­rá­vel, pa­ra as­sis­tir à evo­lu­ção dos mais di­rec­tor in­ter­ve­ni­en­tes. Além dos “cli­nics” a que fo­ram sub­me­ti­dos, os par­ti­ci­pan­tes no cam­pus re­a­li­za­ram ac­ti­vi­da­des fi­lan­tró­pi­cas, vi­si­ta­ram centros de aco­lhi­men­to de cri­an­ças me­nos fa­vo­re­ci­das, on­de fi­ze­ram do­a­ções de bens de pri­mei­ra ne­ces­si­da­de.

O em­bai­xa­dor mun­di­al da NBA, Di­kem­be Mu­tom­bo, an­ti­ga es­tre­la dos Phi­la­delphia 76 ers, disse que foi com mui­to agra­do que es­te­ve em Angola e es­pe­ra vol­tar as­sim que a sua agen­da de tra­ba­lho per­mi­tir.

“Se olhar­mos pa­ra a his­tó­ria do basquetebol an­go­la­no, tem si­do o gran­de do­mi­na­dor con­ti­nen­tal. Daí ter­mos es­co­lhi­do es­te país, pa­ra mos­trar a im­por­tân­cia da nos­sa ac­ti­vi­da­de. Es­tar num país em que a mo­da­li­da­de é mui­to po­pu­lar e a evo­lu­ção su­pe­rou con­si­de­ra­vel­men­te os ou­tros paí­ses. É re­con­for­tan­te. Angola ser­ve de exem­plo pa­ra ou­tros paí­ses”, su­bli­nhou Di­kem­be Mo­tom­bo.

DR

Bas­que­te­bo­lis­tas an­go­la­nos es­ti­ve­ram em des­ta­que no cam­pus re­a­li­za­do em Lu­an­da

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.