Ci­ne­as­tas am­bi­ci­o­nam o tro­féu

Jornal de Angola - - CULTURA -

Ci­ne­as­tas con­sa­gra­dos co­mo Ter­ren­ce Ma­lick, Wim Wen­ders, Emir Kus­tu­ri­ca e Fran­çois Ozon exi­bem os seus fil­mes mais re­cen­tes des­de a se­ma­na pas­sa­da até sá­ba­do, na 73ª edi­ção do pres­ti­gi­o­so Fes­ti­val de Ve­ne­za, na mos­tra ofi­ci­al pe­lo Leão de Ou­ro, con­si­de­ra­da uma das mais in­te­res­san­tes dos úl­ti­mos anos.

A mos­tra ofi­ci­al tem 20 ci­ne­as­tas, com qua­tro lon­gas-me­tra­gens de re­a­li­za­do­res la­ti­no-ame­ri­ca­nos, mas ne­nhum de­les do Bra­sil. No ano pas­sa­do, o ven­ce­dor do Leão de Ou­ro foi “Des­de Al­lá”, do ve­ne­zu­e­la­no Lo­ren­zo Vigas.

O gran­de des­ta­que la­ti­no é o chi­le­no Pa­blo Lar­raín, que exi­be em Ve­ne­za o fil­me “Jac­kie”, que mos­tra os qua­tro di­as dra­má­ti­cos vi­vi­dos por Jac­que­li­ne Ken­nedy (in­ter­pre­ta­da por Na­ta­lie Port­man) após o as­sas­si­na­to do seu ma­ri­do John Fitz­ge­rald Ken­nedy, en­tão pre­si­den­te dos Es­ta­dos Uni­dos. Ou­tro fil­me mui­to aguar­da­do por Ve­ne­za é “On The Milky Ro­ad”, do sér­vio Emir Kus­tu­ri­ca, que tem co­mo pro­ta­go­nis­ta a ita­li­a­na Mo­ni­ca Bel­luc­ci.

Ven­ce­dor do Leão de Ou­ro em 1981 por “Vo­cê lem­bra-se de Dolly Bell?” e de­ten­tor de du­as Pal­mas de Ou­ro do Fes­ti­val de Can­nes, o re­a­li­za­dor ro­dou o no­vo fil­me nu­ma lo­ca­li­da­de re­cons­truí­da per­to da fron­tei­ra en­tre a Sér­via e a Croá­cia. O fes­ti­val tam­bém con­ta com ou­tros fil­mes que re­pre­sen­tam o gran­de ci­ne­ma ac­tu­al de to­do o mun­do. Ve­ne­za re­ce­be pro­du­ções de au­to­res re­fi­na­dos, co­mo o se­gun­do fil­me do es­ti­lis­ta Tom Ford so­bre uma ga­le­ris­ta de ar­te (Noc­tur­nal ani­mals), até ao am­bi­ci­o­so do­cu­men­tá­rio so­bre a ori­gem do Uni­ver­so de Ter­ren­ce Ma­lick, “Voya­ge of Ti­me”, que re­su­me a sua re­fle­xão poé­ti­ca e so­bre­tu­do vi­su­al so­bre a vi­da ini­ci­a­da com “A Ár­vo­re da Vi­da” (2011).

O ale­mão Wim Wen­ders re­gres­sa ao Fes­ti­val de Ve­ne­za após vá­ri­os anos com o do­cu­men­tá­rio “The Be­au­ti­ful Days of Aran­ju­ez”, re­a­li­za­do em 3D, ba­se­a­do nu­ma pe­ça de Pe­ter Hand­ke. A in­fluên­cia de Hollywo­od es­tá am­pla­men­te re­pre­sen­ta­da com “Brims­to­ne”, do ho­lan­dês Mar­tin Ko­o­lho­ven, apre­sen­ta­do co­mo um “wes­tern eu­ro­peu”. a lis­ta tam­bém apa­re­cem os fil­mes fran­ce­ses “Frantz”, de Fran­çois Ozon, e “Une Vie”, de Stépha­ne Bri­zé, ins­pi­ra­do na obra de Guy de Mau­pas­sant. Três pro­du­ções ita­li­a­nas tam­bém es­tão na dis­pu­ta.

Pre­si­di­do pe­lo ci­ne­as­ta bri­tâ­ni­co Sam Men­des, o jú­ri in­clui a ac­triz ita­lo-fran­ce­sa Chi­a­ra Mas­troi­an­ni, o ita­li­a­no Gi­an­car­lo de Ca­tal­do, juiz e es­cri­tor, e o ve­ne­zu­e­la­no Lo­ren­zo Vigas, ven­ce­dor do Leão de Ou­ro em 2015. O Fes­ti­val en­tre­ga o Leão de Ou­ro pe­la car­rei­ra ao ve­te­ra­no ac­tor fran­cês Je­an-Paul Bel­mon­do e ao ci­ne­as­ta po­la­co Jerzy Sko­li­mows­ki.

REU­TERS

O ale­mão Wim Wen­ders é um dos mais pro­e­mi­nen­tes re­a­li­za­do­res eu­ro­peus em Ve­ne­za

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.