Es­tra­das me­lho­ram qua­li­da­de

Jornal de Angola - - PARTADA - PE­REI­RA DINIS | VICTORINO JO­A­QUIM|

O sec­tor da Cons­tru­ção es­tá em­pe­nha­do em me­lho­rar a qua­li­da­de das obras nas es­tra­das na­ci­o­nais, de mo­do a au­men­tar o tem­po de vi­da des­sas in­fra-es­tru­tu­ras. A as­si­na­tu­ra de con­tra­tos en­tre o INEA e em­pre­sas de cons­tru­ção ci­vil mar­ca o iní­cio de um vas­to pro­gra­ma de re­a­bi­li­ta­ção ro­do­viá­ria.

O sec­tor da Cons­tru­ção es­tá em­pe­nha­do em me­lho­rar a qua­li­da­de das obras nas es­tra­das do país de mo­do a au­men­tar o tem­po de vi­da des­sas in­fra-es­tru­tu­ras. “Pre­ten­de­mos efec­tu­ar uma in­ter­ven­ção de pro­fun­di­da­de, pa­ra que es­te tro­ço de gran­de uti­li­da­de pa­ra o país te­nha no mí­ni­mo dez anos de bom es­ta­do de cir­cu­la­ção de pes­so­as e bens”, afir­mou no Lon­ga, mu­ni­cí­pio de Por­to Am­boim, o mi­nis­tro Wal­de­mar Pi­res Ale­xan­dre.

A afir­ma­ção foi fei­ta após as­si­na­tu­ra de oi­to con­tra­tos en­tre o INEA, a Chi­na En­ge­ne­er e ou­tras seis em­pre­sas da­que­le país pa­ra a re­cons­tru­ção de 328 qui­ló­me­tros de tro­ços na es­tra­da na­ci­o­nal (EN) nº100 e nos tro­ços que li­gam Lu­an­da/Cu­an­za Sul, no âm­bi­to do pla­no ope­ra­ci­o­nal da Li­nha de Cré­di­to da Chi­na.

As obras con­tem­plam es­tra­das com pla­ta­for­mas que va­ri­am en­tre os 11 e os me­tros de lar­gu­ra, du­as fai­xas de ro­da­gem com 3,5 me­tros ca­da uma e 1,5 de ber­ma. Tra­ta-se dos tro­ços Ca­bo Le­do/pon­te so­bre o rio Lon­ga, daí ao rio Qu­e­ve, se­gue pa­ra o Eval Guer­ra e a es­tra­da da Ga­be­la/Qui­len­da, nas pro­vín­ci­as de Lu­an­da e do Cu­an­za Sul.

Wal­de­mar Pi­res Ale­xan­dre re­fe­riu que a ac­tu­al si­tu­a­ção eco­nó­mi­ca e fi­nan­cei­ra que o país atra­ves­sa tem di­fi­cul­ta­do a re­a­bi­li­ta­ção, con­ser­va­ção e ma­nu­ten­ção das es­tra­das em tem­po opor­tu­no. “Mas, tu­do es­tá a ser fei­to, por par­te do Exe­cu­ti­vo pa­ra me­lho­rar a si­tu­a­ção”, con­cluiu o mi­nis­tro.

Os ca­der­nos de en­car­gos ane­xos aos con­tra­tos pre­vêem uma ga­ran­tia da obra de cin­co anos e os acor­dos ce­le­bra­dos en­tre os go­ver­nos de An­go­la e da Chi­na es­ta­be­le­cem que, pe­lo me­nos, 20 por cen­to dos re­cur­sos alo­ca­dos aos pro­jec­tos de­di­ca­dos às em­pre­sas chi­ne­sas se des­ti­nam à sub­con­tra­ta­ção de em­pre­sas lo­cais.

Tro­ço es­tra­té­gi­co

O tro­ço Ca­bo Le­do/Lo­bi­to dá aces­so às pro­vín­ci­as do Cu­an­za Sul, Ben­gue­la, Hu­am­bo, Na­mi­be, Cu­an­do Cu­ban­do e Mo­xi­co. Pa­ra o go­ver­na­dor do Cu­an­za Sul, Eu­sé­bio de Bri­to Teixeira, é uma via de im­por­tân­cia es­tra­té­gi­ca pa­ra o abas­te­ci­men­to des­sas re­giões e o es­co­a­men­to dos pro­du­tos do cam­po.

A es­tra­da, que pas­sa por ter­re­nos agrí­co­las e zo­nas de ma­to ver­de­jan­te, pos­sui pon­tos de­gra­da­dos com mui­tas cra­te­ras, ca­re­ce de ilu­mi­na­ção e si­na­li­za­ção. “As vi­as de­sem­pe­nham um pa­pel mui­to im­por­tan­te na di­ver­si­fi­ca­ção da eco­no­mia que mui­to se pre­ten­de”, re­for­çou Eu­sé­bio de Bri­to Teixeira.

Vi­a­gem lo­go pe­la ma­nhã

A vi­a­gem, atra­vés da EN nº100, acon­te­ceu a 30 de Agos­to, nu­ma ma­nhã de céu nu­bla­do. A ca­ra­va­na au­to­mó­vel, con­cen­tra­da no mu­ni­cí­pio dos Ra­mi­ros, em Lu­an­da, se­guiu em di­rec­ção ao Sul, pas­sou pe­la Quis­sa­ma, Ca­bo Le­do, Por­to Am­boim, ri­os Lon­ga e Qu­e­ve até che­gar às ime­di­a­ções da ci­da­de do Sum­be.

Um lo­cal ro­de­a­do por ma­to vir­gem foi o es­co­lhi­do pa­ra a as­si­na­tu­ra dos con­tra­tos, na pre­sen­ça do mi­nis­tro Wal­de­mar Pi­res Ale­xan­dre, do go­ver­na­dor da pro­vín­cia do Cu­an­za Sul, Eu­sé­bio de Bri­to Teixeira, e de fun­ci­o­ná­ri­os das du­as ins­ti­tui­ções.

O en­ge­nhei­ro Rui Wang, ga­ran­tiu es­tar tu­do pron­to pa­ra o ar­ran­que das obras. “Fi­ze­mos os es­tu­dos e le­van­ta­men­to dos ter­re­nos, o ma­te­ri­al já es­tá a ser pre­pa­ra­do e, no pra­zo pre­vis­to, va­mos en­tre­gar a obra ao Mi­nis­té­rio da Cons­tru­ção”, afir­mou. Os con­tra­tos as­si­na­dos cor­res­pon­dem aos di­fe­ren­tes tro­ços a se­rem in­ter­ven­ci­o­na­dos. O pro­jec­to, ava­li­a­do em mais de 122 mi­lhões de dó­la­res, no to­tal dos lo­tes a in­ter­vir, ar­ran­ca es­te mês e tem pra­zo de con­clu­são, de 12 a 14 me­ses.

O lo­te mais lon­go vai do rio Lon­ga ao Qu­e­ve, com cer­ca de 92 qui­ló­me­tros, es­tá ava­li­a­do em 39 mi­lhões de dó­la­res e foi ad­ju­di­ca­do à em­pre­sa Chi­na Railway Bu­re­au Group In­ter­na­ci­o­nal. O me­nor si­tua-se en­tre a Ga­be­la e a Qui­len­da, nu­ma ex­ten­são de 35 qui­ló­me­tros, cus­ta mais de 27 mi­lhões e es­tá a car­go da Si­nohy­dro.

Ao meio da tar­de, a ca­ra­va­na, já sem a pre­sen­ça do mi­nis­tro, re­to­mou vi­a­gem até Ben­gue­la, on­de pas­sou a noi­te. An­tes, fez uma pa­ra­gem na zo­na do Eval Guer­ra, pró­xi­mo à Can­ja­la, on­de fo­ram as­si­na­dos mais con­tra­tos de ad­ju­di­ca­ção. Des­sa vez, a as­si­na­tu­ra cou­be ao en­ge­nhei­ro Hen­ri­que Victorino, pe­lo INEA, en­quan­to, pe­la par­te chi­ne­sa, es­te­ve Xue Hai­song.

Cons­tru­ção de es­tra­da de raiz

Na ma­nhã de quar­ta-fei­ra, 31 de Agos­to, sob in­ten­so ne­vo­ei­ro, a ca­ra­va­na, ago­ra li­de­ra­da pe­lo se­cre­tá­rio de Es­ta­do da Ha­bi­ta­ção, An­tó­nio Flor, saiu de Ben­gue­la pe­la EN nº 240 em di­rec­ção à pro­vín­cia do Hu­am­bo, on­de, ao meio dia, fez uma pa­ra­gem nos ar­re­do­res de Ca­chiun­go, pa­ra mais as­si­na­tu­ras de con­tra­tos de ad­ju­di­ca­ção de obras.

Tra­tou-se da cons­tru­ção da es­tra­da en­tre a se­de do mu­ni­cí­pio de Ca­chiun­go e a co­mu­na da Chi­nha­ma, nu­ma ex­ten­são de 78 qui­ló­me­tros. Or­ça­da em mais de 58 mi­lhões de dó­la­res, a em­prei­ta­da vai ser exe­cu­ta­da pe­la em­pre­sa chi­ne­sa CR20 no pra­zo de 12 me­ses.

A es­tra­da, a ser cons­truí­da de raiz, dá aces­so às vi­zi­nhas pro­vín­ci­as do Bié, Huíla e Cu­an­do Cu­ban­go, di­vi­din­do ao meio uma zo­na de mui­ta pro­du­ção agrá­ria com des­ta­que pa­ra as hor­tí­co­las.

“Te­mos tu­do pron­to pa­ra o des­ma­ta­men­to do ter­re­no. Os equi­pa­men­tos e a mão-de-obra já es­tão a pos­tos pa­ra ar­ran­car com os tra­ba­lhos”, ex­pli­cou, o en­ge­nhei­ro da em­pre­sa, Shen Gu­am.

O vi­ce-go­ver­na­dor do Hu­am­bo pa­ra o Sec­tor de In­fra-es­tru­tu­ras, Ca­lun­ga Quis­san­ga, dis­se que a cons­tru­ção da es­tra­da é “um alí­vio” que “vai mu­dar a vi­da das co­mu­ni­da­des cam­po­ne­sas, que, as­sim, vão po­der es­co­ar os pro­du­tos.”

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do da Ha­bi­ta­ção, An­tó­nio Flor, ape­lou pa­ra a co­o­pe­ra­ção de to­das as for­ças vi­vas dos mu­ni­cí­pi­os e da pro­vín­cia, no sen­ti­do de “con­tri­buí­rem pa­ra que, em Agos­to do pró­xi­mo ano, o mo­ti­vo de no­vo en­con­tro na lo­ca­li­da­de se­ja o de ce­le­brar a con­clu­são da obra.”

O re­pre­sen­tan­te do em­prei­tei­ro chi­nês, mais uma vez, rei­te­rou a pre­dis­po­si­ção de cum­prir com as obri­ga­ções con­tra­tu­ais e os pra­zos de­ter­mi­na­dos nos con­tra­tos.

Ru­as do Cui­to re­a­bi­li­ta­das

Ao fim da tar­de de quar­ta-fei­ra, 31, a ca­ra­va­na, ain­da li­de­ra­da pe­lo se­cre­tá­rio de Es­ta­do, An­tó­nio Flor, che­gou ao Cui­to. Na ca­pi­tal do Bié, o Mi­nis­té­rio da Cons­tru­ção, atra­vés da Di­rec­ção Na­ci­o­nal de In­fra-es­tru­tu­ras, re­pre­sen­ta­da por Hél­der Pau­lo, e Xi­a­o­lim Mo, da em­pre­sa chi­ne­sa GHCB, as­si­na­ram um con­tra­to pa­ra a re­a­bi­li­ta­ção de 15 qui­ló­me­tros de vi­as se­cun­dá­ri­as e ter­ciá­ri­as, or­ça­do em 21 mi­lhões de dó­la­res.

As obras co­me­çam es­te mês, de­vem du­rar 12 me­ses e, além do as­fal­ta­men­to, in­clu­em a mon­ta­gem de pos­tes de ilu­mi­na­ção pú­bli­ca, cons­tru­ção de pas­sei­os e sis­te­mas de dre­na­gem de água plu­vi­ais.

No mes­mo dia em que a ci­da­de de Cui­to com­ple­ta­va 81 anos, o go­ver­na­dor do Bié, Álvaro Bo­a­vi­da Neto, con­si­de­rou a as­si­na­tu­ra “um pre­sen­te pa­ra to­dos os ci­da­dãos do mu­ni­cí­pio e um re­no­var das es­pe­ran­ças de que me­lho­res di­as vi­rão.”

DA­NI­EL BENJAMIM

JO­SÉ ADÃO

No âm­bi­to do pla­no ope­ra­ci­o­nal da Li­nha de Cré­di­to da Chi­na fo­ram as­si­na­dos vá­ri­os con­tra­tos pa­ra a cons­tru­ção e re­a­bi­li­ta­ção de es­tra­das

JO­SÉ ADÃO

Go­ver­na­dor do Bié Álvaro Boa Vi­da Neto

JO­SÉ CO­LA

Mi­nis­tro pro­me­te mais e me­lho­res es­tra­das

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.