Mai­or in­ter­ven­ção na lim­pe­za dos ri­os e prai­as em Angola

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS -

Uma mai­or in­ter­ven­ção na lim­pe­za de ri­os e prai­as foi de­fen­di­da, em Lu­an­da, pe­lo pre­si­den­te da Ju­ven­tu­de Eco­ló­gi­ca de Angola, Jo­sé Silva, que dis­se ser fun­da­men­tal, pa­ra os ecos­sis­te­mas ma­ri­nhos e flu­vi­ais, que as zo­nas su­per­fi­ci­ais des­ses lo­cais es­te­jam lim­pas.

O ac­ti­vis­ta am­bi­en­tal, que fa­la­va on­tem à An­gop so­bre o Dia Mun­di­al de Lim­pe­za de Ri­os e Prai­as, a as­si­na­lar-se ama­nhã, dis­se ser pre­ci­so uma mai­or in­ter­ven­ção e mais in­ves­ti­men­tos na pre­ser­va­ção dos ri­os e ma­res.

Na sua opi­nião, é fun­da­men­tal que se tra­ba­lhe na pro­tec­ção dos ma­res e ri­os por mi­lhões de ma­te­ri­ais im­pró­pri­os, co­mo plás­ti­cos, gar­ra­fas, pa­péis, la­tas e res­tos de ci­gar­ros se­rem de­po­si­ta­dos nes­ses lo­cais, uma ac­ção que cau­sa da­nos ao ecos­sis­te­ma.

“Os de­se­qui­lí­bri­os cau­sa­dos pe­la con­ta­mi­na­ção dos ma­res e ri­os afas­tam, às ve­zes, as es­pé­ci­es dos seus ha­bi­tats, cri­an­do as­sim ins­ta­bi­li­da­de ao meio am­bi­en­te”, acen­tu­ou o ac­ti­vis­ta am­bi­en­tal.

O pre­si­den­te da Ju­ven­tu­de Eco­ló­gi­ca de Angola aler­tou que os ri­os e ma­res são fon­tes de sub­sis­tên­cia de mui­tas po­pu­la­ções ri­bei­ri­nhas, além de ga­ran­ti­rem o equi­lí­brio am­bi­en­tal.

O res­pon­sá­vel in­sis­tiu na ne­ces­si­da­de de ha­ver um tra­ba­lho con­tí­nuo de pre­ven­ção e sen­si­bi­li­za­ção jun­to das co­mu­ni­da­des, pa­ra que o li­xo se­ja co­lo­ca­do em sa­co­las e dei­ta­do em lo­cais ade­qua­dos e não nos ma­res e ri­os.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.