Be­sik­tas acu­sa Ben­fi­ca

Jornal de Angola - - DESPORTO -

O Be­sik­tas acu­sa o Ben­fi­ca de ter as­su­mi­do uma pos­tu­ra pri­mi­ti­va, ao ter tor­na­do pú­bli­co par­te do con­tra­to de em­prés­ti­mo de Talisca ao em­ble­ma tur­co. Em en­tre­vis­ta a um pro­gra­ma da rá­dio tur­ca Radyos­por, o se­cre­tá­rio-ge­ral do clu­be de Is­tam­bul, Ah­met Urk­mez­gil, vin­cou a sua in­dig­na­ção.

“Es­ta­mos cons­ci­en­tes de que o Ben­fi­ca par­ti­lhou o con­tra­to do jo­ga­dor com a im­pren­sa lo­cal. É uma ati­tu­de pri­mi­ti­va. Se o Talisca pro­fe­riu uma de­cla­ra­ção que ofen­deu o Ben­fi­ca e os seus adep­tos, en­tão foi uma ati­tu­de má da sua par­te. Es­ta­mos num mun­do pro­fis­si­o­nal e ca­da um tem de ge­rir de for­ma sé­ria e pro­fis­si­o­nal”, dis­pa­rou.

O di­ri­gen­te par­tiu de­pois pa­ra um ata­que aos adep­tos encarnados que in­sul­ta­ram Talisca e a sua fa­mí­lia nas re­des so­ci­ais. “É uma ver­go­nha. Cla­ro, mar­cou ao Ben­fi­ca, mas nes­te mo­men­to ele é jo­ga­dor do Be­sik­tas. Não é nor­mal que qui­ses­sem que não jo­gas­se con­tra o Ben­fi­ca. Ata­cá-lo a ele e à fa­mí­lia pe­lo que jo­gou e por ter mar­ca­do o go­lo é uma ati­tu­de de paí­ses sub­de­sen­vol­vi­dos”, cri­ti­cou.

O res­pon­sá­vel do Be­sik­tas não se fi­cou por aqui, lan­çan­do não só um olhar so­bre o jo­go na Luz, co­mo tam­bém so­bre o gru­po. “Me­re­cía­mos ga­nhar. Ti­ve­mos mais oca­siões de go­lo. E, pa­ra além dis­so, o ár­bi­tro não as­si­na­lou um pe­nál­ti a nos­so fa­vor. É cla­ro que era pe­nál­ti. Acre­di­ta­mos que o Be­sik­tas pas­sa­rá à pró­xi­ma fa­se co­mo lí­der do gru­po. Não há mo­ti­vo pa­ra que tal não acon­te­ça”, ana­li­sou.

AFP

Mé­dio bra­si­lei­ro mar­cou no re­gres­so à Luz

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.