Vi­ce-Pre­si­den­te dis­cur­sa ho­je em No­va Ior­que

Se­cre­tá­rio de Es­ta­do de­fen­deu in­ten­si­fi­ca­ção de es­for­ços pa­ra res­ta­be­le­cer o diá­lo­go na Sí­ria

Jornal de Angola - - POLÍTICA - JOSINA DE CAR­VA­LHO

O Vi­ce-Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Ma­nu­el Vicente, em re­pre­sen­ta­ção do Che­fe de Es­ta­do, Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos, dis­cur­sa ho­je na As­sem­bleia-Ge­ral das Na­ções Uni­das, em No­va Ior­que, on­de de­cor­re des­de terça-feira o de­ba­te ge­ral so­bre os Ob­jec­ti­vos de De­sen­vol­vi­men­to Sus­ten­tá­vel, co­mo um im­pul­so glo­bal pa­ra trans­for­mar o mun­do.

Ma­nu­el Vicente par­ti­ci­pou on­tem no Fó­rum de Ne­gó­ci­os Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca-Áfri­ca, on­de es­ti­ve­ram tam­bém vá­ri­os Che­fes de Es­ta­do e de Go­ver­no dos Es­ta­dos­mem­bros da ONU e pre­si­den­tes de Con­se­lhos de Ad­mi­nis­tra­ção de im­por­tan­tes com­pa­nhi­as ame­ri­ca­nas e afri­ca­nas do sec­tor do co­mér­cio.

Pa­ra­le­la­men­te ao de­ba­te ge­ral da As­sem­bleia-Ge­ral, o Con­se­lho de Se­gu­ran­ça da ONU or­ga­ni­za ho­je uma reu­nião de al­to ní­vel so­bre a se­gu­ran­ça aé­rea, pa­ra ana­li­sar a ame­a­ça das ac­ções ter­ro­ris­tas à avi­a­ção ci­vil, vi­san­do en­co­ra­jar os Es­ta­dos­mem­bros a im­ple­men­ta­rem me­di­das efi­ca­zes pa­ra ate­nu­ar es­ta ame­a­ça e a de­sen­vol­ve­rem par­ce­ri­as no âm­bi­to da Or­ga­ni­za­ção In­ter­na­ci­o­nal da Avi­a­ção Ci­vil (ICAO), pa­ra apoi­ar a apli­ca­ção das nor­mas da avi­a­ção ci­vil e de uma re­so­lu­ção glo­bal em con­for­mi­da­de com as nor­mas da Con­ven­ção de Chi­ca­go.

An­go­la, en­quan­to mem­bro não per­ma­nen­te do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça, vai es­tar re­pre­sen­ta­da pe­lo se­cre­tá­rio de Es­ta­do das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res, Ma­nu­el Au­gus­to, e por re­pre­sen­tan­tes da Mis­são An­go­la­na em No­va Ior­que.

De­pois des­ta reu­nião, An­go­la, já na qua­li­da­de de vi­ce-pre­si­den­te do Ór­gão de Co­o­pe­ra­ção Po­lí­ti­ca, De­fe­sa e Se­gu­ran­ça da Co­mu­ni­da­de de De­sen­vol­vi­men­to da Áfri­ca Aus­tral (SADC), or­ga­ni­za um en­con­tro com os mi­nis­tros das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res e dos Ne­gó­ci­os Es­tran­gei­ros. O ob­jec­ti­vo é re­ver e adop­tar a es­tra­té­gia da cam­pa­nha de apoio à mi­nis­tra dos Ne­gó­ci­os Es­tran­gei­ros e Co­o­pe­ra­ção In­ter­na­ci­o­nal do Botswa­na, Pe­lo­no­mi Ven­son-Moi­toi, pa­ra o car­go de pre­si­den­te da Co­mis­são da União Afri­ca­na.

Ti­mor-Les­te, que as­su­me a pre­si­dên­cia em exer­cí­cio da Co­mu­ni­da­de dos Paí­ses de Lín­gua Por­tu­gue­sa (CPLP) or­ga­ni­za tam­bém uma reu­nião com os mi­nis­tros das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res e dos Ne­gó­ci­os Es­tran­gei­ros des­ta or­ga­ni­za­ção re­gi­o­nal, pa­ra ana­li­sar as re­la­ções eco­nó­mi­cas, po­lí­ti­cas e so­ci­ais en­tre os Es­ta­dos-mem­bros, a uti­li­za­ção da Lín­gua Por­tu­gue­sa nas or­ga­ni­za­ções in­ter­na­ci­o­nais e a po­si­ção da or­ga­ni­za­ção nos de­ba­tes da As­sem­bleia-Ge­ral da ONU.

De igual mo­do, os mi­nis­tros das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res e dos Ne­gó­ci­os Es­tran­gei­ros dos paí­ses mem­bro do gru­po 77 vão ter um en­con­tro com au­to­ri­da­des chi­ne­sas, pa­ra con­cer­tar po­si­ções pa­ra uma me­lhor ar­ti­cu­la­ção, pro­mo­ver in­te­res­ses eco­nó­mi­cos e so­ci­ais co­muns, es­tu­dar a me­lho­ria da ca­pa­ci­da­de con­jun­ta de ne­go­ci­a­ção em re­la­ção aos gran­des te­mas eco­nó­mi­cos den­tro do sis­te­ma das Na­ções Uni­das e pro­mo­ver a co­o­pe­ra­ção sul-sul pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to.

Ou­tra reu­nião de al­to ní­vel é or­ga­ni­za­da pe­lo pre­si­den­te da As­sem­bleia-Ge­ral, Pe­ter Thomp­son, pa­ra co­me­mo­rar o tri­gé­si­mo ani­ver­sá­rio da De­cla­ra­ção so­bre o Di­rei­to ao De­sen­vol­vi­men­to e ser uma pla­ta­for­ma pa­ra a co­mu­ni­da­de in­ter­na­ci­o­nal de­mons­trar e rei­te­rar o seu com­pro­mis­so com a apli­ca­ção do di­rei­to ao de­sen­vol­vi­men­to.

Os paí­ses em de­sen­vol­vi­men­to sem li­to­ral e pe­que­nos Es­ta­dos in­su­la­res em de­sen­vol­vi­men­to tam­bém se reú­nem ho­je, pa­ra ana­li­sa­rem ques­tões de in­te­res­se co­mum e a co­o­pe­ra­ção exis­ten­te.

Con­fli­to na Sí­ria

On­tem, o se­cre­tá­rio de Es­ta­do das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res pe­diu à co­mu­ni­da­de in­ter­na­ci­o­nal pa­ra in­ten­si­fi­car os es­for­ços pa­ra o res­ta­be­le­ci­men­to do diá­lo­go na Sí­ria, com vis­ta a aca­bar com as hos­ti­li­da­des e per­mi­tir aju­da hu­ma­ni­tá­ria ao po­vo des­te país.

O ape­lo foi fei­to du­ran­te a reu­nião do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça da ONU, pro­mo­vi­da pe­la No­va Ze­lân­dia à mar­gem da 71ª ses­são da As­sem­bleia-Ge­ral da or­ga­ni­za­ção, ofi­ci­al­men­te aber­ta no dia 13 des­te mês.

Ma­nu­el Au­gus­to dis­se que An­go­la re­ce­beu com op­ti­mis­mo a no­tí­cia do re­cen­te acor­do de ces­sa­ção das hos­ti­li­da­des na Sí­ria, in­ter­me­di­a­do pe­los go­ver­nos dos Es­ta­dos Uni­dos e da Fe­de­ra­ção Rus­sa, por con­si­de­rar um pas­so im­por­tan­te pa­ra o rei­ní­cio do diá­lo­go po­lí­ti­co pa­ra a me­lho­ria da “ter­rí­vel si­tu­a­ção hu­ma­ni­tá­ria” e com­ba­te ao ter­ro­ris­mo, que tem afec­ta­do o Mé­dio Ori­en­te e ou­tros paí­ses. “In­fe­liz­men­te, as di­fe­ren­ças po­lí­ti­cas e in­te­res­ses es­tra­té­gi­cos con­ti­nu­am a obs­truir as pers­pec­ti­vas pa­ra ne­go­ci­a­ções con­du­cen­tes à ob­ten­ção de um acor­do pa­ra aca­bar com o con­fli­to que du­ra há mais de cin­co anos e pou­par mi­lhões de ci­vis sí­ri­os da vi­o­lên­cia, da ca­tás­tro­fe hu­ma­ni­tá­ria e de uma cri­se de re­fu­gi­a­dos sem pre­ce­den­tes”, dis­se.

Ma­nu­el Au­gus­to en­ten­de que os ga­nhos mi­li­ta­res de im­por­tân­cia es­tra­té­gi­ca con­ti­nu­am a ter pre­ce­dên­cia so­bre as ne­go­ci­a­ções de paz.

Pa­ra o se­cre­tá­rio de Es­ta­do, che­gou a ho­ra de to­dos os ac­to­res re­le­van­tes na re­gião re­do­bra­rem es­for­ços pa­ra jun­tar à me­sa das ne­go­ci­a­ções as par­tes en­vol­vi­das no con­fli­to, pa­ra di­a­lo­ga­rem e en­con­tra­rem uma so­lu­ção pa­ra o fim do so­fri­men­to do po­vo sí­rio, que de­ve ser a prin­ci­pal pri­o­ri­da­de. “É nos­so pro­fun­do de­se­jo que os mem­bros do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça, o Gru­po In­ter­na­ci­o­nal de Apoio à Sí­ria e ou­tras par­tes in­te­res­sa­das a ní­vel re­gi­o­nal re­co­nhe­çam os be­ne­fí­ci­os de lon­go pra­zo de aca­bar com es­te con­fli­to e exer­çam a pres­são ne­ces­sá­ria pa­ra a re­to­ma­da das ne­go­ci­a­ções e com­ba­te con­tra a ame­a­ça ter­ro­ris­ta em cons­tan­te ex­pan­são”, dis­se Ma­nu­el Au­gus­to, acres­cen­tan­do que o tra­ba­lho de­ve es­tar fo­ca­do na re­du­ção do flu­xo de ar­mas pa­ra a Sí­ria, no sen­ti­do de au­men­tar a aju­da hu­ma­ni­tá­ria.

O ob­jec­ti­vo da reu­nião do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça foi fa­zer o balanço dos ac­tu­ais es­for­ços e en­con­trar mei­os pa­ra uma re­so­lu­ção po­lí­ti­ca do con­fli­to. Os par­ti­ci­pan­tes fo­ram en­co­ra­ja­dos a apre­sen­tar so­lu­ções pa­ra se­rem ul­tra­pas­sa­dos os ac­tu­ais obs­tá­cu­los e apro­xi­mar as po­si­ções di­ver­gen­tes dos mem­bros do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça. O ór­gão tam­bém ana­li­sou on­tem o pro­ces­so de paz na Colôm­bia.

VLADIMIR PRA­TA|NO­VA IOR­QUE

An­go­la vol­ta ho­je a in­ter­vir nas Na­ções Uni­das de­pois do dis­cur­so on­tem do se­cre­tá­rio de Es­ta­do das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res so­bre a Sí­ria

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.