Ru­bri­ca­do pro­to­co­lo pa­ra a al­fa­be­ti­za­ção

MI­NIS­TÉ­RIO DA EDU­CA­ÇÃO E FUN­DA­ÇÃO SOL

Jornal de Angola - - SOCIEDADE - ADALBERTO CEITA |

O Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção e a Fun­da­ção Sol ru­bri­ca­ram, na terça-feira, em Lu­an­da, um pro­to­co­lo que tem por ob­jec­ti­vo re­for­çar o Pla­no Na­ci­o­nal de Re­vi­ta­li­za­ção da Al­fa­be­ti­za­ção.

O do­cu­men­to foi as­si­na­do pe­la se­cre­tá­ria de Es­ta­do da Edu­ca­ção, Ana Paula Inês, em re­pre­sen­ta­ção do Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção, e por Tânya Gar­cia, pre­si­den­te do con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção da Fun­da­ção Sol, uma ins­ti­tui­ção so­ci­al do Ban­co Sol.

Em de­cla­ra­ções à im­pren­sa, Ana Paula Inês in­for­mou que, no âm­bi­to do pro­to­co­lo, a Fun­da­ção Sol vai for­ne­cer ma­te­ri­al de apoio pa­ra os cen­tros de al­fa­be­ti­za­ção re­a­li­za­rem o seu tra­ba­lho de for­ma con­dig­na.

Ana Paula Inês deu ên­fa­se à im­por­tân­cia so­ci­al do pro­to­co­lo por re­co­nhe­cer que vai di­mi­nuir as “inú­me­ras di­fi­cul­da­des” por que pas­sam mui­tos al­fa­be­ti­za­do­res no país na com­pra de ma­te­ri­al di­dác­ti­co.

A se­cre­tá­ria de Es­ta­do da Edu­ca­ção in­for­mou que os cen­tros de al­fa­be­ti­za­ção es­tão em to­dos os mu­ni­cí­pi­os do país e apro­vei­tou a oca­sião pa­ra re­co­nhe­cer o con­tri­bu­to das igre­jas en­quan­to par­cei­ros do Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção na lu­ta con­tra o anal­fa­be­tis­mo. O Pla­no Na­ci­o­nal de Re­vi­ta­li­za­ção da Al­fa­be­ti­za­ção, apro­va­do em 2012, é um ins­tru­men­to ori­en­ta­dor pa­ra a er­ra­di­ca­ção do anal­fa­be­tis­mo, afir­mou Ana Paula Inês, que in­sis­tiu na ne­ces­si­da­de de ha­ver mais vo­lun­ta­ri­a­do na al­fa­be­ti­za­ção.

“Te­mos es­ta­do a ape­lar aos que sa­bem ler pa­ra que en­si­nem os que não sa­bem pa­ra que pos­sa­mos er­ra­di­car o anal­fa­be­tis­mo em An­go­la até 2025”, acen­tu­ou Ana Paula Inês.

A se­cre­tá­ria de Es­ta­do da Edu­ca­ção lem­brou que o com­pro­mis­so pa­ra a er­ra­di­ca­ção do anal­fa­be­tis­mo em An­go­la foi as­su­mi­do pe­la li­de­ran­ça do Es­ta­do des­de os pri­mór­di­os da In­de­pen­dên­cia Na­ci­o­nal. A pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção da Fun­da­ção Sol, Tânya Gar­cia, afir­mou que o acor­do as­si­na­do com o Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção es­tá in­se­ri­do no pla­no edu­ca­ci­o­nal da ins­ti­tui­ção.

O pla­no in­clui a pro­mo­ção de pro­jec­tos de edu­ca­ção in­fan­to-ju­ve­nil e apoio des­ti­na­do aos es­cri­to­res pa­ra a pu­bli­ca­ção e di­vul­ga­ção de obras.

Tânya Gar­cia afir­mou que a Fun­da­ção Sol vai con­ti­nu­ar a de­sen­vol­ver ac­ções que ga­ran­tam mai­or sus­ten­ta­bi­li­da­de às po­pu­la­ções. Al­gu­mas das ac­ções ci­ta­das por Tânya Gar­cia são a cons­tru­ção de es­co­las, o apoio a igre­jas e o ape­tre­cha­men­to de la­res de aco­lhi­men­to de cri­an­ças e ido­sos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.