Lan­ça­das obras pa­ra au­men­tar a água e a luz

Jornal de Angola - - POLÍTICA - BER­NAR­DO CA­PI­TA | Ca­bin­da

O mi­nis­tro de Ener­gia e Águas, João Bap­tis­ta Bor­ges, tes­te­mu­nhou on­tem, em Ca­bin­da, a as­si­na­tu­ra de au­tos de con­sig­na­ção e lan­ça­men­to de um pro­jec­to de elec­tri­fi­ca­ção e li­ga­ções do­mi­ci­liá­ri­as e dois pa­ra re­for­ço do sis­te­ma de abas­te­ci­men­to de água.

O pro­jec­to de elec­tri­fi­ca­ção e li­ga­ções do­mi­ci­liá­ri­as da ci­da­de Ca­bin­da es­tá or­ça­do em 60 mi­lhões de dó­la­res e pre­vê a cons­tru­ção de três gran­des su­bes­ta­ções eléc­tri­cas, ins­ta­la­ção de cem pos­tos de trans­for­ma­ção e 30 mil li­ga­ções do­mi­ci­liá­ri­as.

As obras es­tão a car­go de uma em­pre­sa chi­ne­sa e são exe­cu­ta­das em 18 me­ses, a con­tar da da­ta da sua ad­ju­di­ca­ção. As obras de re­for­ço do sis­te­ma de abas­te­ci­men­to de água a Ca­bin­da são de­sen­vol­vi­das em du­as empreitadas.

As du­as empreitadas, tam­bém com mão-de-obra chi­ne­sa, vão ser exe­cu­ta­das num pe­río­do de 23 me­ses e vão cus­tar aos co­fres do Es­ta­do cer­ca de 290 mi­lhões de dó­la­res.

O pro­jec­to de elec­tri­fi­ca­ção e li­ga­ções do­mi­ci­liá­ri­as à ci­da­de de Ca­bin­da pre­vê am­pli­ar a co­ber­tu­ra da re­de eléc­tri­ca e per­mi­tir que cer­ca de 180 mil pes­so­as re­si­den­tes na pe­ri­fe­ria da ci­da­de te­nham aces­so à ener­gia eléc­tri­ca. O pro­jec­to, à me­di­da que for evo­luin­do, vai pro­por­ci­o­nar me­lho­ri­as no for­ne­ci­men­to de ener­gia eléc­tri­ca à po­pu­la­ção, ao mes­mo tem­po que vai dar em­pre­go a jo­vens da pro­vín­cia.

Quan­to ao pro­jec­to de re­for­ço do sis­te­ma de abas­te­ci­men­to de água à ci­da­de de Ca­bin­da, o ti­tu­lar da pas­ta de Ener­gia e Águas as­se­gu­rou que de­pois da con­clu­são, cer­ca de 600 mil ha­bi­tan­tes vão ter água, in­cluin­do o Pó­lo In­dus­tri­al de Fu­ti­la, que vai al­ber­gar vá­ri­as uni­da­des fa­bris.

Os va­lo­res dos dois pro­jec­tos de­mons­tram cla­ra­men­te a pre­o­cu­pa­ção que o “Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca e ti­tu­lar do po­der Exe­cu­ti­vo tem pa­ra com a po­pu­la­ção da pro­vín­cia de Ca­bin­da”. A go­ver­na­do­ra pro­vin­ci­al, Al­di­na da Lom­ba, con­si­de­ra os três pro­jec­tos uma mais-va­lia pa­ra a po­pu­la­ção por res­pon­der a uma sé­rie de re­cla­ma­ções que o Go­ver­no da pro­vín­cia apre­sen­tou ao Exe­cu­ti­vo. “Foi uma pre­o­cu­pa­ção da po­pu­la­ção e do pró­prio Go­ver­no da pro­vín­cia”, dis­se Al­di­na da Lom­ba, pa­ra qu­em nun­ca ha­ve­rá uma vi­da boa pa­ra a po­pu­la­ção nem in­dus­tri­a­li­za­ção sus­ten­tá­vel, se não hou­ver água tra­ta­da e ener­gia eléc­tri­ca es­tá­vel.

RA­FA­EL TATI

Re­pre­sen­tan­tes da em­prei­tei­ra chi­ne­sa e de águas as­si­na­ram on­tem o do­cu­men­to

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.