Du­as cen­te­nas de fun­ci­o­ná­ri­os de­mi­ti­dos

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

Um to­tal de 189 efec­ti­vos do Mi­nis­té­rio do In­te­ri­or fo­ram de­mi­ti­dos no ano pas­sa­do, re­ve­lou on­tem o mi­nis­tro Ân­ge­lo da Vei­ga Ta­va­res.

O mi­nis­tro, que fa­la­va no ac­to de aber­tu­ra do Con­se­lho Me­to­do­ló­gi­co do Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio, es­cla­re­ceu que des­ses efec­ti­vos 132 eram da Po­lí­cia Na­ci­o­nal e 28 do Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio, en­quan­to 29 são de ou­tros ór­gãos do Mi­nis­té­rio. No mes­mo pe­río­do, dis­se, tam­bém fo­ram apli­ca­das 123 des­pro­mo­ções, das quais 81 na Po­lí­cia Na­ci­o­nal, 24 do Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio e 18 nou­tras es­pe­ci­a­li­da­des.

O mi­nis­tro Ân­ge­lo Ta­va­res in­for­mou que, no pri­mei­ro se­mes­tre do ano em cur­so, fo­ram apli­ca­das 412 san­ções, en­tre de­mis­sões, des­pro­mo­ções, mul­tas e re­pre­en­sões. Tam­bém fo­ram fei­tas de­ten­ções e al­guns efec­ti­vos res­pon­de­ram cri­mi­nal­men­te em fun­ção do co­me­ti­men­to de ac­ções cri­mi­no­sas, al­gu­mas das quais no exer­cí­cio das su­as fun­ções. “De­fi­ni­mos que a nos­sa ges­tão se­ria exer­ci­da sob o sig­no da dis­ci­pli­na, do ri­gor e con­tro­lo. De fac­to, te­mos si­do fir­mes na exi­gên­cia do cum­pri­men­to das nor­mas e pro­ce­di­men­tos em vi­gor nas nos­sas for­ças e ser­vi­ços”, afir­mou. Ân­ge­lo Ta­va­res de­fen­deu que o es­pe­ci­a­lis­ta do Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio de­ve ser hu­ma­no, um ver­da­dei­ro re­e­du­ca­dor e cum­pri­dor da lei e dos re­gu­la­men­tos.

Pa­ra o mi­nis­tro, os qua­dros que não reú­nam es­tes re­qui­si­tos de­vem de­di­car-se a ou­tras ta­re­fas, “pois es­tes são os pres­su­pos­tos bá­si­cos e fun­da­men­tais pa­ra que pos­sam exer­cer a sua ac­ti­vi­da­de no qua­dro do res­pei­to à dig­ni­da­de hu­ma­na e à ma­nu­ten­ção da lei e da or­dem”.

O Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio, de­fen­deu, de­ve con­ti­nu­ar a en­vi­dar es­for­ços no sen­ti­do de dar um tra­ta­men­to e apro­vei­ta­men­to la­bo­ral dig­no aos re­clu­sos, bem co­mo con­fe­rir a es­tes uma pro­fis­são que os dig­ni­fi­que e fa­ci­li­te a sua in­ser­ção no tra­ba­lho so­ci­al­men­te útil, após a sua li­ber­ta­ção.

O mi­nis­tro afir­mou que a di­rec­ção do seu mi­nis­té­rio, em co­or­de­na­ção com ou­tros de­par­ta­men­tos mi­nis­te­ri­ais, vem de­sen­vol­ven­do es­for­ços pa­ra a ma­te­ri­a­li­za­ção da ori­en­ta­ção do Ti­tu­lar do Po­der Exe­cu­ti­vo no sen­ti­do de con­cluir os on­ze es­ta­be­le­ci­men­tos pri­si­o­nais em cons­tru­ção no país.

Com a efec­ti­va­ção de tal pres­su­pos­to, dis­se Ân­ge­lo da Vei­ga Ta­va­res, são acres­ci­das dez mil va­gas, pon­do fim à pro­ble­má­ti­ca da su­per­lo­ta­ção nas ca­dei­as que, en­tre­tan­to, vem co­nhe­cen­do al­gu­ma ate­nu­a­ção em al­gu­mas pro­vín­ci­as, com a ma­te­ri­a­li­za­ção da Lei da Am­nis­tia.

O Con­se­lho Me­to­do­ló­gi­co do Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio, que ho­je ter­mi­na, jun­ta 18 di­rec­to­res pro­vin­ci­ais do sec­tor, 40 di­rec­to­res de es­ta­be­le­ci­men­tos pri­si­o­nais e res­pon­sá­veis dos seus ór­gãos cen­trais. Du­ran­te o en­con­tro, é ana­li­sa­da a im­ple­men­ta­ção do sis­te­ma de in­for­ma­ção elec­tró­ni­ca ao ní­vel das ca­dei­as do país, o De­cre­to Exe­cu­ti­vo 272/16, de 21 de Ju­nho, re­la­ti­vo às nor­mas de exe­cu­ção per­ma­nen­te do sis­te­ma pe­ni­ten­ciá­rio, bem co­mo a re­vi­ta­li­za­ção do sis­te­ma pro­du­ti­vo nos es­ta­be­le­ci­men­tos pri­si­o­nais.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.