Po­pu­la­ção de­ve con­fi­ar na Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça

Jornal de Angola - - POLÍTICA - PE­DRO SUCULATE|

O re­pre­sen­tan­te ad­jun­to do Pro­gra­ma das Nações Unidas pa­ra o De­sen­vol­vi­men­to (PNUD) em An­go­la, Emil Di­az, ape­lou, em Ca­bin­da, à po­pu­la­ção a ter con­fi­an­ça nos ser­vi­ços de Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça.

A res­pon­sá­vel do PNUD fa­la­va no fi­nal da vi­si­ta de uma de­le­ga­ção de con­sul­to­res do Pro­gra­ma das Nações Unidas pa­ra o De­sen­vol­vi­men­to a Ca­bin­da, com­pos­ta por mem­bros da Áfri­ca do Sul e Por­tu­gal, pa­ra ava­li­ar a qua­li­da­de dos ser­vi­ços da Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça de An­go­la. A vi­si­ta ser­viu pa­ra cons­ta­tar o grau de de­sen­vol­vi­men­to dos di­rei­tos hu­ma­nos na re­gião, o cum­pri­men­to das nor­mas de di­rei­to vi­gen­tes em An­go­la, a igual­da­de de di­rei­tos en­tre os ci­da­dãos e a tro­ca de ex­pe­ri­ên­ci­as em ma­té­ria de pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça.

Em Ca­bin­da, os pe­ri­tos em di­rei­tos hu­ma­nos do Pro­gra­ma das Nações Unidas pa­ra o De­sen­vol­vi­men­to man­ti­ve­ram en­con­tros de tra­ba­lho com a so­ci­e­da­de ci­vil, au­to­ri­da­des tra­di­ci­o­nais e com os ma­gis­tra­dos do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, com quem abor­da­ram o mo­do de ac­tu­a­ção da Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça e do po­der pú­bli­co na pre­ser­va­ção dos di­rei­tos fun­da­men­tais.

A con­sul­to­ra Ro­sa Vi­e­ra Neves, de Por­tu­gal, re­fe­riu, no fi­nal da vi­si­ta, que a Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça é um ór­gão in­de­pen­den­te que tem a mis­são de tu­te­lar a de­fe­sa dos di­rei­tos fun­da­men­tais dos ci­da­dãos fa­ce à ac­tu­a­ção dos po­de­res pú­bli­cos, ser­vin­do co­mo me­di­a­dor en­tre o ci­da­dão e o po­der pú­bli­co.

Pi­er­re Nda­girwa, con­sul­tor da Áfri­ca do Sul, su­bli­nhou que a Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça é uma ins­ti­tui­ção que está a cres­cer a um bom rit­mo em Áfri­ca e em An­go­la, de­vi­do ao de­sen­vol­vi­men­to do bem-es­tar so­ci­al das po­pu­la­ções e ur­ge a ne­ces­si­da­de de ser acom­pa­nha­do pa­ra se par­ti­lhar ex­pe­ri­ên­ci­as en­tre as ins­ti­tui­ções afri­ca­nas. “Vi­si­tá­mos a pro­vín­cia de Ca­bin­da pa­ra ava­li­ar­mos a qua­li­da­de dos ser­vi­ços que a Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça pres­ta aos ci­da­dãos e en­con­trar so­lu­ção dos even­tu­ais pro­ble­mas que ain­da exis­tem ou que pos­sam exis­tir, bem co­mo es­ta­be­le­cer al­gu­mas re­co­men­da­ções no sen­ti­do de me­lho­rar os ser­vi­ços li­ga­dos à de­fe­sa dos di­rei­tos hu­ma­nos”, dis­se.

O vi­ce-go­ver­na­dor pro­vin­ci­al pa­ra o sec­tor po­lí­ti­co e so­ci­al, Victor de Es­pí­ri­to San­to, agra­de­ceu à de­le­ga­ção do Pro­gra­ma das Nações Unidas pa­ra o De­sen­vol­vi­men­to por ter es­co­lhi­do a pro­vín­cia de Ca­bin­da pa­ra abor­dar, jun­to da Pro­ve­do­ria da Jus­ti­ça, ques­tões li­ga­das à de­fe­sa dos di­rei­tos fun­da­men­tais dos ci­da­dãos.

No mês pas­sa­do, o Pro­ve­dor de Jus­ti­ça vi­si­tou as áre­as de Vi­a­na, em Luanda, on­de ocor­re­ram de­mo­li­ções, pa­ra cons­ta­tar a ve­ra­ci­da­de das in­for­ma­ções. O pro­ve­dor ou­viu as re­cla­ma­ções e dis­se que a ques­tão me­re­ce aten­ção es­pe­ci­al.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.