União Afri­ca­na con­tra vi­o­lên­cia

Jornal de Angola - - MUNDO -

União Afri­ca­na, ONU, União Eu­ro­peia e a Or­ga­ni­za­ção In­ter­na­ci­o­nal da Fran­co­fo­nia vol­ta­ram a ape­lar ao fim da vi­o­lên­cia na Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go (RDC), afir­mou na noi­te de quar­ta-fei­ra, du­ran­te um “bri­e­fing” com a im­pren­sa em Kinsha­sa, o por­ta-voz da Mis­são das Na­ções Uni­das pa­ra a Es­ta­bi­li­za­ção na RDC, Fé­lix Pros­per Bas­se.

Ao fa­lar so­bre os re­cen­tes con­fron­tos no país, Fé­lix Pros­per Bas­se dis­se que as qua­tro or­ga­ni­za­ções par­cei­ras da RDC exor­ta­ram a to­dos os ac­to­res po­lí­ti­cos da RDC, a mai­o­ria pre­si­den­ci­al e to­das as for­ças da opo­si­ção a da­rem pro­va de mo­de­ra­ção nos seus ac­tos e de­cla­ra­ções, pro­mo­ve­rem e pro­te­ge­rem os di­rei­tos hu­ma­nos e o res­pei­to pe­las li­ber­da­des fun­da­men­tais con­sa­gra­das pe­la Cons­ti­tui­ção, en­tre as qu­ais as ma­ni­fes­ta­ções pú­bli­cas.

“To­das as par­tes em cau­sa, in­cluin­do fun­ci­o­ná­ri­os das ins­ti­tui­ções ju­di­ci­ais e de se­gu­ran­ça, têm a res­pon­sa­bi­li­da­de de agir no es­tri­to res­pei­to pe­la lei e pe­los di­rei­tos hu­ma­nos e de­ve­rão fa­zer fa­ce às con­sequên­ci­as dos seus ac­tos em ca­so de in­cum­pri­men­to”, ad­ver­tiu o al­to fun­ci­o­ná­rio da ONU.

As qua­tro or­ga­ni­za­ções, pros­se­guiu, es­tão de­ter­mi­na­das a con­ti­nu­ar a apoi­ar o diá­lo­go na­ci­o­nal em cur­so e rei­te­ram que só um diá­lo­go in­clu­si­vo, le­va­do a ca­bo com o mai­or nú­me­ro de ac­to­res po­lí­ti­cos, abre a via pa­ra elei­ções pa­cí­fi­cas e cre­dí­veis, em con­for­mi­da­de com a Cons­ti­tui­ção con­go­le­sa e a re­so­lu­ção 2.277 (2016) do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça da ONU.

Ao Go­ver­no con­go­lês em par­ti­cu­lar, exor­tam a to­mar me­di­das pa­ra cri­ar um cli­ma de con­fi­an­ça.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.