Can­di­da­tu­ra da Bul­gá­ria é qu­es­ti­o­na­da

Jornal de Angola - - DESPORTO -

An­go­la, Fe­de­ra­ção Rus­sa, Ma­lá­sia e Uru­guai, mem­bros do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça da Or­ga­ni­za­ção das Na­ções Uni­das (ONU), ques­ti­o­na­ram a apre­sen­ta­ção for­mal pe­la Bul­gá­ria da co­mis­sá­ria eu­ro­peia do Or­ça­men­to, Kris­ta­li­na Ge­or­gi­e­va, co­mo a sua can­di­da­ta a se­cre­tá­ria-ge­ral.

Os qua­tro paí­ses so­li­ci­ta­ram ao Go­ver­no de Só­fia que cla­ri­fi­cas­se a sua afir­ma­ção de que Ge­or­gi­e­va era a “úni­ca e ex­clu­si­va can­di­da­ta” da Bul­gá­ria ao prin­ci­pal car­go exe­cu­ti­vo da ONU, na car­ta em que apre­sen­ta a can­di­da­tu­ra.

Ge­or­gi­e­va foi no­me­a­da pe­lo Go­ver­no búl­ga­ro na quar­ta-fei­ra, subs­ti­tuin­do a ac­tu­al che­fe da Agên­cia das Na­ções Uni­das pa­ra a Cul­tu­ra, Edu­ca­ção e Ci­ên­cia (UNESCO), Iri­na Bo­ko­va, que não con­se­guiu re­co­lher um apoio for­te nas vo­ta­ções já re­a­li­za­das.

Bo­ko­va, po­rém, já afir­mou que ten­ci­o­na per­ma­ne­cer na cor­ri­da e que não há re­gras que a for­cem a aban­do­nar a dis­pu­ta, mes­mo que a ma­nu­ten­ção de uma can­di­da­tu­ra sem o apoio de um go­ver­no se­ja vis­ta co­mo ten­do pou­cas hi­pó­te­ses.

“As pes­so­as que­rem ape­nas cla­ri­fi­car se te­mos uma can­di­da­ta ou du­as”, afir­mou o em­bai­xa­dor da No­va Ze­lân­dia, Ge­rard van Bohe­men, que de­sem­pe­nhou em Se­tem­bro a fun­ção de pre­si­den­te do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça.

“O que te­mos é uma can­di­da­ta com o apoio ofi­ci­al do Go­ver­no búl­ga­ro e ou­tra can­di­da­ta [sem es­te apoio] que per­ma­ne­ce na cor­ri­da”, dis­se on­tem a jor­na­lis­tas. Qua­dros da ONU su­ge­ri­ram que as ob­jec­ções rus­sas eram uma pos­sí­vel in­di­ca­ção de que Mos­co­vo es­ta­va com pou­co en­tu­si­as­mo em re­la­ção à can­di­da­tu­ra de Ge­or­gi­e­va.

A cor­ri­da pa­ra subs­ti­tuir Ban Ki-mo­on vai co­nhe­cer um no­vo de­sen­vol­vi­men­to na quar­ta-fei­ra, com a sex­ta vo­ta­ção.

O can­di­da­to apre­sen­ta­do por Por­tu­gal, An­tó­nio Gu­ter­res, ven­ceu to­das as cin­co vo­ta­ções an­te­ri­o­res.

Sob as re­gras da ONU, os Es­ta­dos mem­bros po­dem apre­sen­tar can­di­da­tos em qual­quer mo­men­to do pro­ces­so de se­lec­ção, mes­mo no úl­ti­mo mi­nu­to.

Mas o em­bai­xa­dor ucra­ni­a­no, Vo­lodymyr Yel­chen­ko, ex­pri­miu a sua de­sa­pro­va­ção do apa­re­ci­men­to de Ge­or­gi­e­va nes­ta al­tu­ra do pro­ces­so.

“Pen­so que ela es­tá mui­to atra­sa­da”, afir­mou Yel­chen­ko a jor­na­lis­tas. “A ma­nei­ra co­mo foi fei­ta (a can­di­da­tu­ra) não foi to­tal­men­te cor­rec­ta”, acres­cen­tou.

A dis­pu­ta pe­lo car­go de se­cre­tá­rio-ge­ral es­tá a ser pro­ta­go­ni­za­da por no­ve can­di­da­tos, qua­tro mu­lhe­res e cin­co ho­mens. Seis dos can­di­da­tos são da Eu­ro­pa de Les­te.

Ban Ki-mo­on aca­ba o seu se­gun­do man­da­to de cin­co anos em 31 de De­zem­bro pró­xi­mo.

DR

Kris­ta­li­na Ge­or­gi­e­va tem apoio de Mer­kel

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.