1,5 mi­lhões de elei­to­res

Pro­ces­so de emis­são de car­tões de elei­to­res co­me­ça na se­gun­da quin­ze­na des­te mês

Jornal de Angola - - PARTADA - RO­DRI­GUES CAMBALA | LINO VI­EI­RA | Lu­e­na e | JO­SÉ CHA­VES An­du­lo

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do pa­ra os As­sun­tos Ins­ti­tu­ci­o­nais do Mi­nis­té­rio da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio anun­ci­ou on­tem que até 29 de Se­tem­bro 1,5 mi­lhões de ci­da­dãos ti­nham ac­tu­a­li­za­do os seus da­dos de re­gis­to elei­to­ral e fei­to pro­va de vi­da em to­do o ter­ri­tó­rio na­ci­o­nal. Adão de Al­mei­da, que fa­la­va du­ran­te a ac­tu­a­li­za­ção do re­gis­to elei­to­ral de fun­ci­o­ná­ri­os do sec­tor da Saúde, dis­se es­ta­rem a ser pre­pa­ra­das as con­di­ções téc­ni­cas e hu­ma­nas pa­ra o iní­cio do pro­ces­so de emis­são de no­vos car­tões de elei­to­res, a par­tir da se­gun­da quin­ze­na des­te mês, al­tu­ra em que tam­bém de­vem ser tra­ta­das as se­gun­das vi­as do do­cu­men­to.

Mais de um mi­lhão e meio de ci­da­dãos re­a­li­za­ram até on­tem, em to­do o país, a pro­va de vi­da pa­ra exer­ce­rem o di­rei­to de vo­to no pró­xi­mo ano, anun­ci­ou o se­cre­tá­rio de Es­ta­do pa­ra os As­sun­tos Ins­ti­tu­ci­o­nais e Elei­to­rais do Mi­nis­té­rio da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio.

Adão de Al­mei­da, que fa­la­va du­ran­te a ac­tu­a­li­za­ção do re­gis­to elei­to­ral de fun­ci­o­ná­ri­os do sec­tor da Saúde, dis­se es­ta­rem a ser pre­pa­ra­das as con­di­ções téc­ni­cas e hu­ma­nas pa­ra o iní­cio do pro­ces­so de emis­são de no­vos car­tões de elei­to­res, a par­tir da se­gun­da quin­ze­na des­te mês, al­tu­ra em que tam­bém de­vem ser tra­ta­das as se­gun­das vi­as da­que­le do­cu­men­to, pa­ra os uten­tes que os ex­tra­vi­a­ram.

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do afir­mou que a da­ta exac­ta pa­ra o iní­cio da se­gun­da fa­se do re­gis­to elei­to­ral é di­vul­ga­da em bre­ve. Por en­quan­to, re­fe­riu, ain­da con­ti­nua o tra­ba­lho pa­ra a mo­bi­li­za­ção de pes­so­as pa­ra fa­ze­rem a ac­tu­a­li­za­ção dos seus da­dos.

Adão de Al­mei­da in­for­mou que es­ta se­ma­na o nú­me­ro de ope­ra­do­res ob­ser­vou um au­men­to sig­ni­fi­ca­ti­vo, com vis­ta a alar­gar o pro­ces­so de re­gis­to elei­to­ral. Nes­ta al­tu­ra, cer­ca de 2.500 ope­ra­do­res es­tão a tra­ba­lhar nos pos­tos de re­gis­to, que, por dia, re­ce­bem mais de 60 mil ci­da­dãos que pre­ten­dem fa­zer a pro­va de vi­da.

“O qua­dro de mo­bi­li­za­ção tem es­ta­do a au­men­tar e o en­ga­ja­men­to de ou­tras ins­ti­tui­ções tem si­do efi­caz pa­ra o su­ces­so do pro­ces­so”, dis­se, pa­ra as­se­gu­rar que, glo­bal­men­te, o pro­ces­so de­cor­re na nor­ma­li­da­de, ape­sar de no iní­cio ter-se re­gis­ta­do di­fi­cul­da­des no re­la­ci­o­na­men­to com os par­ti­dos po­lí­ti­cos.

Pa­ra so­lu­ci­o­nar o pro­ble­ma, re­fe­riu, uma li­nha te­le­fó­ni­ca foi for­ne­ci­da aos par­ti­dos po­lí­ti­cos pa­ra apre­sen­ta­rem as su­as in­qui­e­ta­ções so­bre o fun­ci­o­na­men­to do pro­ces­so elei­to­ral.

Adão de Al­mei­da anun­ci­ou, pa­ra a pró­xi­ma se­gun­da-fei­ra, o ar­ran­que, em to­do o país, da úl­ti­ma fa­se de for­ma­ção dos ope­ra­do­res de re­gis­to elei­to­ral. A for­ma­ção vai ele­var o nú­me­ro de bri­ga­dis­tas pa­ra 4.500, que de­vem co­me­çar a tra­ba­lhar no dia 10 de Ou­tu­bro.

O mi­nis­tro da Saúde tam­bém ac­tu­a­li­zou on­tem os seus da­dos elei­to­rais e des­ta­cou a im­por­tân­cia do pro­ces­so pa­ra o exer­cí­cio do vo­to. Luís Sam­bo ape­lou a to­dos os an­go­la­nos mai­o­res de 18 anos a par­ti­ci­pa­rem no pro­ces­so, que tam­bém é um de­ver de ci­da­da­nia.

Des­de on­tem, as ac­ções es­pe­ci­ais de ac­tu­a­li­za­ção de da­dos es­tão a ser re­a­li­za­das por bri­ga­das mó­veis em al­gu­mas uni­da­des hos­pi­ta­la­res de Lu­an­da.

Bri­ga­dis­tas no Mo­xi­co

A Di­rec­ção Pro­vin­ci­al dos Re­gis­tos no Mo­xi­co co­lo­cou quin­ta­fei­ra mais 100 bri­ga­dis­tas pa­ra re­for­çar o pro­ces­so de ac­tu­a­li­za­ção de da­dos do re­gis­to elei­to­ral. Os no­vos bri­ga­dis­tas ti­ve­ram uma for­ma­ção de se­te di­as du­ran­te a qual fo­ram ca­pa­ci­ta­dos em ma­té­ri­as re­la­ci­o­na­das com a apli­ca­ção e ma­nu­seio dos dis­po­si­ti­vos, cen­tro de mo­ni­to­ri­za­ção de re­gis­to e le­gis­la­ção elei­to­ral.

O di­rec­tor pro­vin­ci­al dos Re­gis­tos, Ma­teus Tcho­lim­ba, ape­lou aos bri­ga­dis­tas pa­ra co­lo­ca­rem em prá­ti­ca tu­do quan­to apren­de­ram du­ran­te a for­ma­ção. “Es­pe­ro que ha­ja mai­or en­tre­ga, dis­ci­pli­na e pri­mem pe­los prin­cí­pi­os do bom re­la­ci­o­na­men­to com os ci­da­dãos elei­to­res”, exor­tou.

Ma­teus Tcho­lim­ba re­co­nhe­ceu que a ta­re­fa do bri­ga­dis­ta exi­ge mai­or ca­pa­ci­da­de e ma­tu­ri­da­de pa­ra cum­prir com êxi­to o de­ver pa­trió­ti­co e de ci­da­da­nia.

Sa­tis­fa­ção no An­du­lo

A ade­são dos mu­ní­ci­pes do An­du­lo aos pos­tos de ac­tu­a­li­za­ção do re­gis­to elei­to­ral na cir­cuns­cri­ção é enor­me e sa­tis­fa­tó­ria, con­si­de­rou on­tem o che­fe da Re­par­ti­ção Mu­ni­ci­pal dos Re­gis­tos. Em de­cla­ra­ções ao Jor­nal de An­go­la, Ge­ró­ni­mo Chi­va­la dis­se que a po­pu­la­ção en­ten­deu a im­por­tân­cia da re­con­fir­ma­ção do re­gis­to elei­to­ral, ra­zão pe­la qual, di­a­ri­a­men­te, en­tre às 8 e as 15 ho­ras re­gis­tam en­tre 35 a 50 ci­da­dãos com ida­des com­pre­en­di­das en­tre os 18 e 30 anos de ida­de. Ge­ró­ni­mo Chi­va­la de­fen­deu a aber­tu­ra de mais pos­tos de re­gis­to na cir­cuns­cri­ção pa­ra per­mi­tir que os mu­ní­ci­pes se­jam ca­das­tra­dos sem que pa­ra is­so gas­tem o seu tem­po nas fi­las de es­pe­ra.

Co­mo tem si­do há­bi­to, as pes­so­as dei­xam tu­do pa­ra o fim, lem­brou o di­rec­tor dos Re­gis­tos no An­du­lo e ape­lou aos ci­da­dãos re­si­den­tes a efec­tu­a­rem os seus re­gis­tos o mais ce­do pos­sí­vel. Por sua vez, o ad­mi­nis­tra­dor mu­ni­ci­pal do An­du­lo, Moi­sés Amé­ri­co Ca­pa­pe­lo Ca­chi­pa­co, en­co­ra­jou os bri­ga­dis­tas e ape­lou no sen­ti­do de de­sem­pe­nha­rem com ze­lo o seu tra­ba­lho.

Re­for­ço das bri­ga­das

No­ven­ta bri­ga­dis­tas pro­ve­ni­en­tes dos seis mu­ni­cí­pio da pro­vín­cia do Zai­re con­cluí­ram quar­ta-fei­ra um se­mi­ná­rio de capacitação so­bre o re­gis­to elei­to­ral na lo­ca­li­da­de de Tu­ku, mu­ni­cí­pio de Mban­za Con­go, no âm­bi­to da se­gun­da fa­se do pro­ces­so de ac­tu­a­li­za­ção de da­dos elei­to­rais em cur­so no país. Com a for­ma­ção dos no­vos téc­ni­cos, a pro­vín­cia do Zai­re pas­sa a dis­por de 130 bri­ga­dis­tas dis­tri­buí­dos nos mu­ni­cí­pi­os de Mban­za Con­go, Soyo, Cuim­ba, Nze­to, Nó­qui e Tom­bo­co.

O vi­ce-go­ver­na­dor do Zai­re pa­ra o sec­tor Po­lí­ti­co e So­ci­al, Ro­gé­rio Za­bi­la, dis­se que com a ac­ção for­ma­ti­va ele­va-se o nú­me­ro de bri­ga­dis­tas en­vol­vi­dos no pro­ces­so de ac­tu­a­li­za­ção de da­dos elei­to­rais em to­dos os mu­ni­cí­pi­os da pro­vín­cia.

“Com es­tes no­vos téc­ni­cos, o pro­ces­so de ac­tu­a­li­za­ção de da­dos elei­to­rais de ci­da­dãos vai ga­nhar mais di­na­mis­mo e ce­le­ri­da­de”, dis­se.

Du­ran­te cin­co di­as, os no­vos bri­ga­dis­tas fo­ram mu­ni­dos de co­nhe­ci­men­tos re­la­ti­vos à Lei Elei­to­ral, ge­o­gra­fia apli­ca­ci­o­nal do re­gis­to elei­to­ral, ma­nu­se­a­men­to dos re­gis­tos, apli­ca­ção da pro­va de vi­da e su­por­te téc­ni­co pa­ra o re­gis­to elei­to­ral.

Afluên­cia no Cu­an­za Nor­te

Os es­tu­dan­tes do mu­ni­cí­pio de Qui­cu­lun­go fo­ram quar­ta-fei­ra exor­ta­dos a afluí­rem aos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral, vi­san­do ga­ran­tir o seu di­rei­to de ci­da­da­nia nas pró­xi­mas elei­ções ge­rais, em 2017.

A exor­ta­ção foi fei­ta pe­lo di­rec­tor dos Re­gis­tos da­que­la cir­cuns­cri­ção, Cai­a­ca­la Cu­tun­ga­ma, du­ran­te uma pa­les­tra so­bre o re­gis­to elei­to­ral, na qual o res­pon­sá­vel su­bli­nhou a im­por­tân­cia da pro­va de vi­da pa­ra a ac­tu­a­li­za­ção do ca­das­tro elei­to­ral dos ci­da­dãos, co­mo um de­ver cí­vi­co em prol do de­sen­vol­vi­men­to da de­mo­cra­cia no país.

Cai­a­ca­la Cu­tun­ga­ma es­cla­re­ceu que o re­gis­to elei­to­ral é o pro­ces­so que ha­bi­li­ta os ci­da­dãos na­ci­o­nais a par­ti­ci­pa­rem no ac­to de vo­ta­ção, sen­do por is­so ne­ces­sá­rio ac­tu­a­li­za­rem os seus da­dos elei­to­rais pa­ra que pos­sam exer­cer tal di­rei­to de ci­da­da­nia.

O pro­ces­so de ac­tu­a­li­za­ção do re­gis­to elei­to­ral aju­da igual­men­te a acau­te­lar a ins­cri­ção dos vo­tan­tes em ca­der­nos elei­to­rais de as­sem­blei­as de vo­to dis­tan­tes do seu lo­cal de re­si­dên­cia, atra­vés da ac­tu­a­li­za­ção dos pon­tos de re­fe­ren­ci­a­ção, per­mi­tin­do as­sim a ca­da elei­tor es­co­lher de for­ma li­vre o lo­cal mais pró­xi­mo pa­ra a vo­ta­ção.

A pa­les­tra de­cor­reu no pá­tio da Es­co­la Mis­si­o­ná­ria “São Pe­dro No­las­co” de Qui­cu­lun­go. Foi as­sis­ti­da por pro­fes­so­res e alu­nos do II ci­clo do en­si­no se­cun­dá­rio.

PAU­LO MULAZA

PAU­LO MULAZA

Mi­nis­tro da Saúde pro­ce­deu à ac­tu­a­li­za­ção dos seus da­dos elei­to­rais du­ran­te um ac­to em que tam­bém es­ti­ve­ram fun­ci­o­ná­ri­os do sec­tor

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.