Des­ta­ca­da a im­por­tân­cia da Pro­ve­do­ria

CON­SO­LI­DA­ÇÃO DO ES­TA­DO DE­MO­CRÁ­TI­CO Ma­nu­el Vi­cen­te re­ce­beu on­tem em au­di­ên­cia os ti­tu­la­res de Por­tu­gal e Ca­bo Ver­de

Jornal de Angola - - PARTADA - JOÃO DI­AS |

O Vi­ce-Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca re­al­çou on­tem a im­por­tân­cia da fi­gu­ra do pro­ve­dor de Jus­ti­ça na con­so­li­da­ção do Es­ta­do De­mo­crá­ti­co e de Di­rei­to. A po­si­ção do Vi­ce-Pre­si­den­te foi re­fe­ri­da pe­lo pro­ve­dor de Jus­ti­ça de An­go­la, Pau­lo Tji­pi­li­ca, no final de uma au­di­ên­cia aos pro­ve­do­res de Jus­ti­ça de Por­tu­gal, Ca­bo Ver­de e Na­mí­bia, com quem abor­dou as­pec­tos re­la­ci­o­na­dos com a ac­ti­vi­da­de des­ta ins­ti­tui­ção.

O Vi­ce-Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Ma­nu­el Vi­cen­te, re­al­çou on­tem a im­por­tân­cia da fi­gu­ra do Pro­ve­dor de Jus­ti­ça na con­so­li­da­ção do Es­ta­do De­mo­crá­ti­co e de Di­rei­to. A po­si­ção do Vi­ceP­re­si­den­te foi re­fe­ri­da pe­lo Pro­ve­dor de Jus­ti­ça de An­go­la, Pau­lo Tji­pi­li­ca, no final de uma au­di­ên­cia que Ma­nu­el Vi­cen­te con­ce­deu aos Pro­ve­do­res de Jus­ti­ça de Por­tu­gal, Ca­bo Ver­de e Na­mí­bia, com quem abor­dou as­pec­tos re­la­ci­o­na­dos com a ac­ti­vi­da­de des­ta ins­ti­tui­ção em prol da sal­va­guar­da dos di­rei­tos, li­ber­da­des e ga­ran­ti­as dos ci­da­dãos na­que­les paí­ses.

Du­ran­te o en­con­tro, o Vi­ce-Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca pro­cu­rou in­tei­rar-se das ques­tões dis­cu­ti­das ao lon­go da Con­fe­rên­cia In­ter­na­ci­o­nal so­bre “Trans­ver­sa­li­da­de da fun­ção do Pro­ve­dor de Jus­ti­ça ver­sus Prag­ma­tis­mo e o Po­der de­ci­só­rio”, re­a­li­za­da quin­ta-fei­ra e on­tem em Lu­an­da.

O Pro­ve­dor de Jus­ti­ça de An­go­la, que acom­pa­nhou os seus ho­mó­lo­gos na au­di­ên­cia com o Vi­ce-Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, dis­se que os Pro­ve­do­res re­ce­be­ram de Ma­nu­el Vi­cen­te es­tí­mu­los pa­ra um con­tí­nuo exer­cí­cio das fun­ções na de­fe­sa da ci­da­da­nia, uma ac­ti­vi­da­de que con­si­de­ra bas­tan­te im­por­tan­te pa­ra a con­so­li­da­ção do Es­ta­do de di­rei­to e de­mo­crá­ti­co.

“A li­ção com que fi­ca­mos de­pois da con­fe­rên­cia in­ter­na­ci­o­nal que Lu­an­da aco­lheu e que ter­mi­nou on­tem, é que de­ve­mos ser ex­tre­mo­sos e va­lo­ro­sos de­fen­so­res dos di­rei­tos, li­ber­da­des e ga­ran­ti­as dos ci­da­dãos, sem va­ci­la­ção, sem me­do e sem­pre pa­ra a fren­te”, re­fe­riu Pau­lo Tji­pi­li­ca, acres­cen­tan­do que “na de­fe­sa dos di­rei­tos dos ci­da­dãos e da ci­da­da­nia, fa­lhar não é op­ção”.

Im­por­tân­cia da con­fe­rên­cia

À saí­da do en­con­tro com o Vi­ce-Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, o Pro­ve­dor de Jus­ti­ça de Por­tu­gal, Jo­sé de Fa­ria e Cos­ta, des­ta­cou a im­por­tân­cia de en­con­tros do gé­ne­ro por con­si­de­rar se­rem im­por­tan­tes pa­ra a dis­cus­são de ques­tões per­ti­nen­tes pa­ra a de­fe­sa dos di­rei­tos fun­da­men­tais. “Quan­do os Pro­ve­do­res se jun­tam, não o fa­zem co­mo um clu­be de ami­gos. Jun­tam-se pa­ra dis­cu­tir as ques­tões fun­da­men­tais da­qui­lo que é mais im­por­tan­te: o ho­ri­zon­te da de­fe­sa dos di­rei­tos fun­da­men­tais”, dis­se o tam­bém pre­si­den­te da Fe­de­ra­ção Ibe­ro-ame­ri­ca­na dos Om­buds­man, que con­gre­ga 83 Pro­ve­do­res, com ex­cep­ção das re­giões au­tó­no­mas. Jo­sé de Fa­ria e Cos­ta atri­buiu tam­bém gran­de im­por­tân­cia à re­a­li­za­ção da Con­fe­rên­cia In­ter­na­ci­o­nal dos Pro­ve­do­res e lem­brou que os tra­ba­lhos de­cor­re­ram de for­ma in­ten­sa, aber­ta e nu­ma cum­pli­ci­da­de ins­ti­tu­ci­o­nal ex­tra­or­di­ná­ria.

“Is­so dei­xa-me mais en­ri­que­ci­do. Te­nho a cer­te­za de que to­dos os meus co­le­gas tam­bém se en­ri­que­ce­ram com es­ta con­fe­rên­cia in­ter­na­ci­o­nal re­a­li­za­da aqui em Lu­an­da”, dis­se.

O Pro­ve­dor da Jus­ti­ça de Por­tu­gal lem­brou que já era ho­ra de pro­mo­ver uma reu­nião que jun­tas­se vá­ri­as sen­si­bi­li­da­des de paí­ses da ‘com­mon low’ (Qué­nia e Na­mí­bia) e paí­ses do ‘con­ti­nen­tal low’ (An­go­la e Por­tu­gal, por exem­plo), e que abor­das­sem co­mo fa­ci­li­tar o aces­so do ci­da­dão aos ser­vi­ços da Pro­ve­do­ria de for­ma sim­ples e di­rec­ta.

Tro­ca de ex­pe­ri­ên­ci­as

A con­fe­rên­cia, que de­cor­reu nas ins­ta­la­ções da Pro­ve­do­ria de Jus­ti­ça, ser­viu tam­bém de tro­ca de ex­pe­ri­ên­ci­as. O pro­fes­sor que­ni­a­no Oti­en­de Amo­lo, da As­so­ci­a­ção dos Om­buds­man Afri­ca­nos, fa­lou dos mé­to­dos que a Pro­ve­do­ria usa no seu país e co­mo têm si­do tra­ta­dos os pro­ces­sos na de­fe­sa dos di­rei­tos e li­ber­da­des dos ci­da­dãos no Qué­nia.

O Pro­ve­dor de Jus­ti­ça da Na­mí­bia, John Wa­ter, que é tam­bém pre­si­den­te da Or­ga­ni­za­ção In­ter­na­ci­o­nal dos Om­buds­man, par­ti­lhou igual­men­te a ex­pe­ri­ên­cia do seu país na abor­da­gem dos pro­ble­mas que afec­tam o ci­da­dão no que res­pei­ta à sal­va­guar­da e de­fe­sa dos di­rei­tos fun­da­men­tais, li­ber­da­des e ga­ran­ti­as.

Du­ran­te a con­fe­rên­cia, foi apre­sen­ta­do o re­la­tó­rio do gru­po de avan­ço que vi­si­tou as pro­vín­ci­as de Ca­bin­da, Hu­am­bo e Cu­ne­ne, so­bre a fun­ção da Pro­ve­do­ria na vi­da do ci­da­dão e do co­nhe­ci­men­to que têm so­bre a ins­ti­tui­ção.

Além dis­so, a or­ga­ni­za­ção da con­fe­rên­cia re­ser­vou um es­pa­ço pa­ra in­te­rac­ção com os par­ti­ci­pan­tes, que na sua mai­o­ria fo­ram jo­vens es­tu­dan­tes de di­rei­to e qua­dros dos Mi­nis­té­ri­os, que co­lo­ca­ram ques­tões ob­jec­ti­vas so­bre a fun­ção do Pro­ve­dor de Jus­ti­ça e a ges­tão de ex­pec­ta­ti­vas no que res­pei­ta à de­fe­sa e ga­ran­tia dos di­rei­tos e li­ber­da­des dos ci­da­dãos.

MO­TA AMBRÓSIO

Vi­ce-Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca re­ce­beu Pro­ve­do­res de Jus­ti­ça que par­ti­ci­pa­ram nu­ma con­fe­rên­cia in­ter­na­ci­o­nal na ca­pi­tal an­go­la­na

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.