Ad­mi­nis­tra­ção or­de­na re­ti­ra­da de sal sem io­do

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - JE­SUS SIL­VA |

O ad­mi­nis­tra­dor mu­ni­ci­pal do Lo­bi­to ori­en­tou as ven­de­do­ras da fu­tu­ra pra­ça do pei­xe, lo­ca­li­za­da no bair­ro do Lo­bi­to Ve­lho, no sen­ti­do de evi­ta­rem co­mer­ci­a­li­zar sal im­pró­prio pa­ra o con­su­mo hu­ma­no, pa­ra se evi­tar pro­ble­mas de saúde no seio da co­mu­ni­da­de.

Al­ber­to Ngon­go, que vi­si­tou a fu­tu­ra pra­ça do pei­xe pa­ra cons­ta­tar o an­da­men­to das obras, dis­se que não se pre­ten­de aca­bar com o ne­gó­cio das ven­de­do­ras, mas sim­ples­men­te acau­te­lar o con­su­mo des­te pro­du­to no­ci­vo à saúde. O ad­mi­nis­tra­dor acon­se­lhou as ven­de­do­ras a ad­qui­ri­rem sal io­di­za­do, pois “não é in­ten­ção do Go­ver­no es­tra­gar o ‘ga­nha-pão’ da­que­las que em mui­tos ca­sos são as res­pon­sá­veis dos la­res, in­cum­bin­do­se pe­la ali­men­ta­ção, saúde e edu­ca­ção dos fi­lhos”.

Ain­da na­que­le re­cin­to, o ad­mi­nis­tra­dor do Lo­bi­to per­cor­reu a zo­na da sal­ga e se­ca do pes­ca­do e ori­en­tou que o mes­mo se­ja co­lo­ca­do em ta­rim­bas, pa­ra evi­tar o con­tac­to com o so­lo, pois, nes­sa épo­ca chu­vo­sa, as águas ar­ras­tam con­si­go mui­tas im­pu­re­zas. Na sua óp­ti­ca, os co­mer­ci­an­tes que aí exer­cem os seus ne­gó­ci­os di­a­ri­a­men­te de­vem unir-se e che­gar a um con­sen­so, pa­ra mu­da­rem a ima­gem do re­cin­to, que nos úl­ti­mos tem­pos tem si­do bas­tan­te con­cor­ri­do por ne­go­ci­an­tes lo­cais e de ou­tras re­giões em bus­ca de pei­xe se­co.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.