Pro­gra­ma Na­ci­o­nal do Ur­ba­nis­mo pro­mo­ve pro­jec­tos de ca­sas so­ci­ais

Jornal de Angola - - PARTADA - YARA SI­MÃO |

O Exe­cu­ti­vo es­tá a mo­bi­li­zar as ins­ti­tui­ções pú­bli­cas e agen­tes pri­va­dos pa­ra te­rem uma par­ti­ci­pa­ção ac­ti­va na ma­te­ri­a­li­za­ção das po­lí­ti­cas e es­tra­té­gi­as pú­bli­cas no do­mí­nio do ur­ba­nis­mo e ha­bi­ta­ção e ga­ran­tir o êxi­to da cons­tru­ção de ha­bi­ta­ções, in­for­mou on­tem, em Lu­an­da, a mi­nis­tra do Ur­ba­nis­mo e Ha­bi­ta­ção.

Bran­ca do Es­pí­ri­to San­to, que fa­la­va na co­me­mo­ra­ção do Dia Mun­di­al do Ha­bi­tat, co­me­mo­ra­do na pri­mei­ra se­gun­da-fei­ra do mês de Ou­tu­bro, es­cla­re­ceu que a mo­bi­li­za­ção es­tá a ser fei­ta atra­vés do Pro­gra­ma Na­ci­o­nal do Ur­ba­nis­mo e Ha­bi­ta­ção (PNUH). Es­te pro­gra­ma es­tá es­tru­tu­ra­do com ba­se nos ob­jec­ti­vos es­pe­cí­fi­cos e pri­o­ri­tá­ri­os, re­flec­tin­do os prin­ci­pais an­sei­os dos di­ver­sos es­tra­tos da so­ci­e­da­de an­go­la­na fa­ce à pro­ble­má­ti­ca habitacional, com ên­fa­se pa­ra as clas­ses de ren­das mé­dia e bai­xa.

Bran­ca do Es­pí­ri­to San­to ex­pli­cou que cons­ta do PNUH a pro­du­ção es­ta­tal de con­jun­tos ha­bi­ta­ci­o­nais ba­se­a­dos em mo­de­los de ca­sa com pa­drão eco­nó­mi­co pré-de­fi­ni­do e a re­a­li­zar-se em re­gi­me de cus­tos con­tro­la­dos, por ope­ra­ções de lo­te­a­men­tos ur­ba­nos e de cons­tru­ção de obras de ur­ba­ni­za­ção de ca­rác­ter evo­lu­ti­vo, em re­gi­me de par­ce­ria pú­bli­co-pri­va­da e pro­vi­das de equi­pa­men­tos so­ci­ais.

“O ob­jec­ti­vo é a pro­du­ção ba­se­a­da em mo­de­los de ca­sas com pa­drão eco­nó­mi­co pré-de­fi­ni­do a re­a­li­zar-se em re­gi­me de cus­tos con­tro­la­dos”, in­for­mou Bran­ca do Es­pí­ri­to San­to. “Es­tão a ser ela­bo­ra­dos lo­tes ur­ba­ni­za­dos e as ope­ra­ções a con­du­zir por ini­ci­a­ti­va dos Go­ver­nos Pro­vin­ci­ais têm co­mo ob­jec­ti­vo es­ta­be­le­cer me­ca­nis­mos de ocu­pa­ção or­dei­ra dos es­pa­ços ur­ba­ni­zá­veis, dis­po­ni­bi­li­zan­do, de for­ma sis­te­má­ti­ca, ter­re­nos in­fra-es­tru­tu­ra­dos e le­ga­li­za­dos pa­ra o aten­di­men­to às fa­mí­li­as”, acres­cen­tou. Es­tes lo­tes des­ti­nam-se às fa­mí­li­as que pre­ten­dem cons­truir ca­sa pró­pria em re­gi­me de au­to­cons­tru­ção di­ri­gi­da, pa­ra a rein­te­gra­ção das fa­mí­li­as afec­ta­das pe­las inun­da­ções, as­sim co­mo das que ha­bi­tam em áre­as de ris­co.

O Es­ta­do an­go­la­no, su­bli­nhou Bran­ca do Es­pí­ri­to San­to, é de­mo­crá­ti­co e de di­rei­to e tem co­mo um dos seus fun­da­men­tos a dig­ni­da­de da pes­soa hu­ma­na, res­pei­to dos di­rei­tos, li­ber­da­des e ga­ran­ti­as fun­da­men­tais do ho­mem, quer co­mo in­di­ví­duo, quer co­mo mem­bro de gru­pos so­ci­ais or­ga­ni­za­dos, on­de to­do o ci­da­dão tem di­rei­to à ha­bi­ta­ção e à qua­li­da­de de vi­da.

De­sa­fi­os do sec­tor

Co­mo de­sa­fi­os a atin­gir, a mi­nis­tra ci­tou o me­lho­ra­men­to das con­di­ções de ha­bi­ta­bi­li­da­de nos bair­ros de gé­ne­se ile­gal, a re­gu­la­ção do fe­nó­me­no mi­gra­tó­rio e do de­sen­vol­vi­men­to do sis­te­ma ur­ba­no na­ci­o­nal, a di­na­mi­za­ção e o in­cen­ti­vo à par­ti­ci­pa­ção do sec­tor ban­cá­rio e ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras na­ci­o­nais na pro­mo­ção da ha­bi­ta­ção so­ci­al.

Bran­ca do Es­pí­ri­to San­to in­for­mou que o pro­gra­ma habitacional tem co­mo ob­jec­ti­vo a ob­ten­ção fa­vo­rá­vel de qua­li­fi­ca­ção do de­sen­vol­vi­men­to do sis­te­ma ur­ba­no e par­que na­ci­o­nal habitacional, com o fim de ga­ran­tir a ele­va­ção e o bem-es­tar so­ci­al da po­pu­la­ção e de con­tri­buir pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel.

“As co­mu­ni­da­des re­si­den­tes nes­sas áre­as pe­riur­ba­nas vão ser cha­ma­das a ade­rir ao pro­ces­so de le­ga­li­za­ção cri­te­ri­o­sa de ter­re­nos que ocu­pam, de va­lo­ri­za­ção eco­nó­mi­ca das su­as ha­bi­ta­ções e de com­ple­men­to das in­fra-es­tru­tu­ras pú­bli­cas e dos equi­pa­men­tos so­ci­ais em fal­ta”, con­cluiu a mi­nis­tra.

MO­TA AMBRÓSIO

Mi­nis­tra do Ur­ba­nis­mo e Ha­bi­ta­ção de­fen­de mas­si­fi­ca­ção de ca­sas de bai­xo cus­to

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.