Eco­no­mia com con­di­ções pa­ra man­ter cres­ci­men­to

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

Os an­ti­gos mi­nis­tros das Fi­nan­ças mos­tram-se con­fi­an­tes quan­to ao cres­ci­men­to eco­nó­mi­co do país, ac­tu­al­men­te afec­ta­do pe­lo de­se­qui­lí­brio do pre­ço do bar­ril de pe­tró­leo no mer­ca­do in­ter­na­ci­o­nal.

Au­gus­to Tei­xei­ra de Ma­tos, Au­gus­to To­más e Agui­nal­do Jai­me, as três per­so­na­li­da­des que em di­ver­sos anos ocu­pa­ram o car­go de mi­nis­tro das Fi­nan­ças, fi­ze­ram es­sa pers­pec­ti­va do sec­tor du­ran­te as ce­le­bra­ções dos 41 anos das Fi­nan­ças Pú­bli­cas, as­si­na­la­dos na se­gun­da-fei­ra.

Os an­ti­gos mi­nis­tros das Fi­nan­ças de An­go­la que par­ti­lha­ram as su­as ex­pe­ri­ên­ci­as no qua­dro do exer­cí­cio das su­as fun­ções, ad­mi­ti­ram ter se re­gis­ta­do uma evo­lu­ção sig­ni­fi­ca­ti­va no sec­tor, em com­pa­ra­ção com os anos an­te­ri­o­res. Au­gus­to Tei­xei­ra de Ma­tos, mi­nis­tro das Fi­nan­ças no pe­río­do de 1982 a 1990, afir­mou que “o sec­tor es­tá nu­ma lon­ga ca­mi­nha­da” e que, des­de a sua fun­da­ção foi re­gis­tan­do “evo­lu­ção de for­ma mui­to cau­te­lo­sa”. “Es­ta ca­mi­nha­da ain­da es­tá a meio. Es­ta­mos con­fron­ta­dos com uma si­tu­a­ção bas­tan­te de­li­ca­da que é a cri­se fi­nan­cei­ra re­gis­ta­da em An­go­la e no mun­do e o Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças tem a mis­são de fa­zer fa­ce à si­tu­a­ção que re­gis­ta­mos, e es­tou con­vic­to que is­so vai ser ul­tra­pas­sa­do”, dis­se Au­gus­to Tei­xei­ra de Ma­tos.

Na pre­sen­ça do ac­tu­al mi­nis­tro das Fi­nan­ças, Ar­cher Man­guei­ra, na con­fe­rên­cia tam­bém in­ter­veio Agui­nal­do Jai­me, mi­nis­tro en­tre 1990 e 1992, que dis­se ter go­ver­na­do nu­ma al­tu­ra em que “era mui­to di­fí­cil ter um equi­lí­brio nas con­tas pú­bli­cas”. “O que era um so­nho on­tem, é uma re­a­li­da­de ho­je. O país se­gue a sua mar­cha, com vá­ri­os de­sa­fi­os, ma tra­jec­tó­ria do sis­te­ma fi­nan­cei­ro é mui­to ri­ca e, pe­la ex­pe­ri­ên­cia acu­mu­la­da, au­gu­ra­mos que An­go­la te­nha um cres­ci­men­to ro­bus­to”, au­gu­rou Agui­nal­do Jai­me.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.