BAN­CO PÚ­BLI­CO

Di­rec­ção do BPC foi em­pos­sa­da e pro­me­te me­lho­rar os ser­vi­ços

Jornal de Angola - - PARTADA - MADALENA JO­SÉ |

O pre­si­den­te pa­ra a Co­mis­são Exe­cu­ti­va do Ban­co de Pou­pan­ça e Cré­di­to (BPC), Zi­nho Bap­tis­ta Ma­nu­el, pro­me­teu on­tem me­lho­rar os ser­vi­ços da ins­ti­tui­ção, com mais res­pon­sa­bi­li­za­ção e mais hu­ma­ni­za­ção.

Zi­nho Bap­tis­ta, que fa­la­va à mar­gem da to­ma­da de pos­se do no­vo Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção do BPC, dis­se que, co­mo qua­dro an­ti­go da ca­sa, tem a res­pon­sa­bi­li­da­de de as­se­gu­rar e re­do­brar o tra­ba­lho.

“Nes­te mo­men­to, to­das as va­lên­ci­as são úteis e de­vem ser apro­vei­ta­das pa­ra que o ban­co se tor­ne mais pú­bli­co e hu­ma­no nos seus ser­vi­ços”, re­fe­riu.Em re­la­ção ao cré­di­to ban­cá­rio, Zi­nho Bap­tis­ta dis­se ser uma ques­tão em pau­ta que de­ve ser vis­ta nos pró­xi­mos tem­pos, ten­do em con­ta a dis­po­ni­bi­li­za­ção de re­cur­sos no mer­ca­do.

O mi­nis­tro das Fi­nan­ças, Ar­cher Man­guei­ra, que deu pos­se aos no­vos mem­bros do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção, con­si­de­rou o BPC uma ins­ti­tui­ção im­por­tan­te do sis­te­ma fi­nan­cei­ro an­go­la­no e um pi­lar cha­ve da eco­no­mia, com im­pac­to sis­té­mi­co so­bre o bem-es­tar dos ci­da­dãos.

“Cui­dar do BPC é cui­dar do país”, in­for­mou Ar­cher Man­guei­ra, ao mes­mo tem­po que acon­se­lhou a no­va di­rec­ção a man­ter-se fo­ca­da per­ma­nen­te­men­te na efi­ci­ên­cia da ins­ti­tui­ção. “O ban­co vi­ve um mo­men­to par­ti­cu­lar da sua his­tó­ria. Que­re­mos sa­ne­ar e re­es­tru­tu­rar, pa­ra que sir­va con­ve­ni­en­te­men­te o Es­ta­do, o seu úni­co ac­ci­o­nis­ta”, re­fe­riu o mi­nis­tro das Fi­nan­ças.

Ar­cher Man­guei­ra afir­mou que o Es­ta­do tem in­ves­ti­do e vai con­ti­nu­ar a in­ves­tir re­cur­sos avul­ta­dos no ban­co, pe­lo que “os ad­mi­nis­tra­do­res de­vem ser os pri­mei­ros gu­ar­diões dos re­cur­sos e da sua boa uti­li­za­ção, em be­ne­fí­cio do in­te­res­se na­ci­o­nal”.

O cré­di­to mal­pa­ra­do no Ban­co de Pou­pan­ça e Cré­di­to (BPC) atin­giu um sal­do ne­ga­ti­vo de mais de 920 mil mi­lhões de kwan­zas, no se­gun­do tri­mes­tre, se­guin­do um grá­fi­co cres­cen­te, em re­la­ção ao re­sul­ta­do al­can­ça­do no tri­mes­tre an­te­ri­or, cu­jo va­lor ron­da os 856 mil mi­lhões de kwan­zas, in­di­ca o úl­ti­mo ba­lan­ce­te da ins­ti­tui­ção di­vul­ga­do se­gun­da-fei­ra. Na sua ge­ne­ra­li­da­de, as de­mons­tra­ções fi­nan­cei­ras do ban­co apre­sen­tam sal­dos ne­ga­ti­vos em qua­se to­das as prin­ci­pais ope­ra­ções, com o pas­si­vo a atin­gir um va­lor ex­pres­si­vo de me­nos 1,4 tri­liões de kwan­zas, con­tra os an­te­ri­o­res 1,289 tri­liões ne­ga­ti­vos do pri­mei­ro tri­mes­tre.

A dis­po­ni­bi­li­da­de do Ban­co de Pou­pan­ça e Cré­di­to ron­da os 83 mil mi­lhões de kwan­zas, con­tra os an­te­ri­o­res 128,456 mil mi­lhões, e os cré­di­tos es­tão em tor­no de um tri­lião de kwan­zas, con­tra os 945,38 mil mi­lhões do pri­mei­ro tri­mes­tre.

O BPC re­gis­tou, no se­gun­do tri­mes­tre des­te ano, um sal­do ne­ga­ti­vo ava­li­a­do em mais de 920 mil mi­lhões de kwan­zas, do cré­di­to pa­ra­do, se­guin­do um grá­fi­co cres­cen­te, em re­la­ção ao re­sul­ta­do al­can­ça­do no tri­mes­tre an­te­ri­or, cu­jo va­lor ron­da os 856 mil mi­lhões de kwan­zas.

De­mons­tra­ções fi­nan­cei­ras

Na sua ge­ne­ra­li­da­de, as de­mons­tra­ções fi­nan­cei­ras do ban­co apre­sen­tam sal­dos ne­ga­ti­vos em qua­se to­das as prin­ci­pais ope­ra­ções, com o pas­si­vo a atin­gir um va­lor ex­pres­si­vo de me­nos 1,4 tri­liões de kwan­zas, con­tra os an­te­ri­o­res 1,289 tri­liões ne­ga­ti­vos do pri­mei­ro tri­mes­tre.

O Exe­cu­ti­vo de­ci­diu mu­dar o mo­de­lo do go­ver­no do BPC, pas­san­do a ter um Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção não Exe­cu­ti­vo e uma Co­mis­são Exe­cu­ti­va. As­sim, Flo­rên­cia Di­as Van-Dú­nem ocu­pa o car­go de pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção não Exe­cu­ti­vo.

Pa­ra o Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção não Exe­cu­ti­vo fo­ram no­me­a­dos ad­mi­nis­tra­do­res Ro­sa Jo­sé Sil­vé­rio Cor­reia Victor, Júlio Ân­ge­lo da Cruz Cor­reia, Dja­mi­la Hu­get­te da Sil­va de Al­mei­da Pra­ta e Al­ci­des Ho­rá­cio Fre­de­ri­co Sa­fe­ca.

Zi­nho Bap­tis­ta Ma­nu­el ocu­pa o car­go de pre­si­den­te pa­ra a Co­mis­são Exe­cu­ti­va do ban­co, que tam­bém é com­pos­ta pe­los ad­mi­nis­tra­do­res exe­cu­ti­vos João An­tó­nio Frei­re, Se­bas­tião João Ma­nu­el, San­dra da Cu­nha Bap­tis­ta, João Domingos dos San­tos Ebo, Pe­dro Sér­gio da Cos­ta Pit­ta Groz e Car­los Ma­nu­el de Car­va­lho.

JOÃO GO­MES

No­vo Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção do Ban­co de Pou­pan­ça e Cré­di­to to­mou pos­se on­tem

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.