Fu­ra­cão dei­xa ras­to de mor­te e des­trui­ção

Jornal de Angola - - PARTADA - DR

Cruz Ver­me­lha In­ter­na­ci­o­nal pe­de aju­da ime­di­a­ta pa­ra acu­dir a mi­lha­res de hai­ti­a­nos

A pas­sa­gem do fu­ra­cão Matthew dei­xou 877 mor­tos no Haiti, se­gun­do a Reu­ters, que ci­ta as au­to­ri­da­des lo­cais. O ba­lan­ço ofi­ci­al fei­to pe­la De­fe­sa Ci­vil é de 271 mor­tos. Há mi­lha­res de ca­sas des­truí­das e mui­tos bair­ros con­ti­nu­am inun­da­dos na pe­nín­su­la do su­do­es­te do país. O fu­ra­ção é o mais for­te a atin­gir o Ca­ri­be des­de 2007, e foi jus­ta­men­te no Haiti que o “Matthew” cau­sou mais des­trui­ção.

A Cruz Ver­me­lha es­ti­ma que mais de um mi­lhão de pes­so­as fo­ram afec­ta­das no país das Ca­raí­bas e lan­ça um ape­lo à aju­da ime­di­a­ta pa­ra 50 mil hai­ti­a­nos. O país mais po­bre das Amé­ri­cas foi de­vas­ta­do por um ter­ra­mo­to em 2010 e até ho­je ain­da não se re­cu­pe­rou com­ple­ta­men­te.Mi­lha­res de pes­so­as fo­ram le­va­das pa­ra abri­gos on­de fal­ta água e co­mi­da. Hos­pi­tais es­tão lo­ta­dos e sem re­mé­dio.

O ven­to de cer­ca de 230 qui­ló­me­tros por ho­ra der­ru­bou ár­vo­res, bar­ran­cos e pon­tes, além de des­truir mi­lha­res de ca­sas.

Na ma­nhã de sex­ta (7), o se­na­dor hai­ti­a­no Her­vé Four­can dis­se à agên­cia de no­tí­ci­as Fran­ce Pres­se que o aces­so a mui­tas re­giões atin­gi­das pe­lo fu­ra­cão no país é di­fí­cil, pe­lo que é pro­vá­vel que o nú­me­ro de mor­tes con­ti­nue a au­men­tar.

Na quin­ta-fei­ra, a Cruz Ver­me­lha lan­çou um ape­lo de emer­gên­cia pa­ra ob­ter aju­da ime­di­a­ta pa­ra 50 mil hai­ti­a­nos. A Fe­de­ra­ção In­ter­na­ci­o­nal das So­ci­e­da­des da Cruz Ver­me­lha e do Cres­cen­te Ver­me­lho pre­ten­de 6,92 mi­lhões de dó­la­res pa­ra aju­dar a pro­vi­den­ci­ar aju­da mé­di­ca, abri­gos, água e sa­ne­a­men­to du­ran­te o pró­xi­mo ano pa­ra pes­so­as afec­ta­das pe­lo fu­ra­cão no país.

“Es­ta­mos ex­tre­ma­men­te pre­o­cu­pa­dos com a se­gu­ran­ça, saú­de e bem-es­tar das mu­lhe­res, ho­mens e cri­an­ças que fo­ram im­pac­ta­dos, prin­ci­pal­men­te em ci­da­des re­mo­tas e vi­la­re­jos”, dis­se a che­fe da di­vi­são Amé­ri­ca La­ti­na da Fe­de­ra­ção In­ter­na­ci­o­nal das So­ci­e­da­des da Cruz Ver­me­lha e do Cres­cen­te Ver­me­lho, Ines Brill, em co­mu­ni­ca­do.

Pas­sa­gem do fu­ra­cão “Matthew” dei­xa ras­to de mor­tes e des­trui­ção no Haiti

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.