Lewis Ha­mil­ton man­tém op­ti­mis­mo

Jornal de Angola - - DESPORTO -

O ac­tu­al cam­peão do mun­do Lewis Ha­mil­ton in­sis­te que fi­cou fe­liz por se re­cu­pe­rar pa­ra a ter­cei­ra po­si­ção, ape­sar de per­der mais ter­re­no na cor­ri­da pe­lo tí­tu­lo pa­ra Ni­co Ros­berg, no GP do Ja­pão.

Ha­mil­ton ali­nhou ao la­do de Ros­berg na pri­mei­ra fi­la do gre­lha de par­ti­da, mas aca­bou por lar­gar mal e cair pa­ra oi­ta­vo na pri­mei­ra cur­va.

O in­glês da Mer­ce­des pro­gre­diu du­ran­te a cor­ri­da e al­can­çou Max Vers­tap­pen pa­ra dis­pu­tar a se­gun­da po­si­ção, po­rém um ata­que na pe­núl­ti­ma vol­ta, por fim, pro­vou-se in­fru­tí­fe­ro. “Es­tou fe­liz por con­se­guir me re­cu­pe­rar e con­quis­tar al­guns pon­tos”, dis­se ele, ten­do ago­ra caí­do 33 pon­tos atrás de Ros­berg.

“Eu pa­ti­nei. Não te­nho cer­te­za (porquê), eu te­nho que ver o que os en­ge­nhei­ros di­zem”, co­men­tou so­bre a sua lar­ga­da. “Eu per­di mui­to ter­re­no e ti­ve que fa­zer uma pro­va de re­cu­pe­ra­ção”.

Ha­mil­ton tam­bém ofe­re­ceu os seus pa­ra­béns a Mer­ce­des, já que a equi­pa con­quis­tou o seu ter­cei­ro tí­tu­lo con­se­cu­ti­vo de Cons­tru­to­res.

“Agra­de­ço mui­to a to­dos na fá­bri­ca, e a to­dos da Mer­ce­des”, dis­se ele. “Nós não te­ría­mos con­se­gui­do sem o apoio que ti­ve­mos”.

“Fiz o me­lhor que pu­de de on­de eu es­ta­va na cor­ri­da, mas es­tou fe­liz com a con­quis­ta dos pon­tos”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.