Na­dal er­ra mui­to e per­de na estreia

Jornal de Angola - - DESPORTO -

Er­rá­ti­co e sem en­ten­der mui­to o que acon­te­cia, o es­pa­nhol Ra­fa­el Na­dal, quar­to do ran­king mun­di­al, aca­bou do­mi­na­do pe­lo con­sis­ten­te sa­que do sér­vio Vik­tor Troic­ki, 31.º da ATP, e caiu na estreia do Mas­ters 1000 de Xan­gai, na Chi­na. Troic­ki aguar­da de­fi­ni­ção de ri­val.

Após 1h34 de par­ti­da, Troic­ki fe­chou o mar­ca­dor em 6/3 7/6 (3), ten­do con­ver­ti­do 11 “aces” con­tra um do es­pa­nhol, que co­me­teu 17 er­ros não for­ça­dos, a mai­o­ria com seu “backhand” que es­te­ve mal du­ran­te to­do o jo­go, con­tra 20 er­ros de Troic­ki, que com pos­tu­ra agres­si­va na qua­dra dis­pa­rou 31 bo­las ven­ce­do­ras con­tra 15 de Ra­fa.

Num pri­mei­ro “set” de ini­cio len­to, Na­dal pre­ci­sou li­dar com o seu pri­mei­ro mo­men­to de ten­são já no ter­cei­ro ga­me, on­de er­rou e sen­do pres­si­o­na­do pre­ci­sou salvar du­as hi­pó­te­ses de que­bra de sa­que. Troic­ki con­ti­nu­ou fir­me, bo­lou mui­to bem e sus­ten­tou de ma­nei­ra con­ci­sa as tro­cas no fun­do de qua­dra.

A que­bra veio pa­ra o sér­vio no sé­ti­mo ga­me e não per­deu mais, con­fir­man­do com tran­qui­li­da­de e con­quis­tou a que­bra cru­ci­al no no­no ga­me pa­ra fe­char a dis­pu­ta.

A Co­mis­são Elei­to­ral pa­ra a re­no­va­ção de man­da­tos da Fe­de­ra­ção An­go­la­na de Atle­tis­mo (FAA), re­fe­ren­te ao qua­drié­nio olím­pi­co 2016/2020, di­vul­gou on­tem a lis­ta de­fi­ni­ti­va da po­pu­la­ção vo­tan­te. A elei­ção es­tá mar­ca­da pa­ra 8 de No­vem­bro, na se­de do Co­mi­té Pa­ra­lím­pi­co.

A po­pu­la­ção vo­tan­te de­ci­si­va re­sul­tou da aná­li­se re­a­li­za­da pe­los mem­bros da Co­mis­são Elei­to­ral e re­pre­sen­tan­tes do Mi­nis­té­rio da Ju­ven­tu­de e Des­por­to (MINJUD). Após a ob­ser­va­ção, ve­ri­fi­cou-se que al­guns só­ci­os da fe­de­ra­ção não cum­pri­ram com as ori­en­ta­ções do MINJUD, re­la­ti­va­men­te à re­no­va­ção dos ór­gãos só­ci­as.

Se­gun­do o co­mu­ni­ca­do da Co­mis­são Elei­to­ral es­tão ap­tos pa­ra exer­cer o di­rei­to de vo­to os se­guin­tes só­ci­os: Pe­tro de Lu­an­da, 1.º de Agos­to e In­ter­clu­be; Namibe ( As­so­ci­a­ção Pro­vin­ci­al , Atlé­ti­co do Namibe e Spor­ting de Mo­ça­me­des); Huí­la (As­so­ci­a­ção Pro­vin­ci­al , Ben­fi­ca do Lubango e Des­por­ti­vo da Huí­la); Ben­go (As­so­ci­a­ção Pro­vin­ci­al e Do­mant FC); Ben­gue­la (As­so­ci­a­ção Pro­vin­ci­al e 1º de Maio de Ben­gue­la); Hu­am­bo (Pe­tro Atlé­ti­co); Bié ( As­so­ci­a­ção Pro­vin­ci­al e Spor­ting do Bié); Cu­an­do Cu­ban­go, Lun­da Nor­te, Uí­ge e Ca­bin­da (As­so­ci­a­ções Pro­vin­ci­ais).

Car­los Ro­sa (lis­ta A), pre­si­den­te ces­san­te da FAA, con­cor­re pa­ra o ter­cei­ro man­da­to, e con­ta com apoio das as­so­ci­a­ções de Ca­bin­da e Uí­ge. O pro­gra­ma de can­di­da­tu­ra foi apre­sen­ta­do se­gun­da-fei­ra na Ga­le­ria dos Des­por­tos, com a apos­ta na for­ma­ção de trei­na­do­res, juí­zes e atle­tas co­mo ac­ção fun­da­men­tal. O can­di­da­to pre­ten­de tam­bém ac­ti­var o re­la­ci­o­na­men­to com as as­so­ci­a­ções e os clu­bes. Bernardo João (lis­ta B) foi an­ti­go lan­ça­dor de dar­do e dis­co, e con­tou com a subs­cri­ção da As­so­ci­a­ção da Huí­la. Ho­je, às 10h00, o can­di­da­to apre­sen­ta em con­fe­rên­cia de im­pren­sa o pro­gra­ma de can­di­da­tu­ra. A cam­pa­nha elei­to­ral ter­mi­na no dia 6 de No­vem­bro à meia noi­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.