Tri­e­nal re­a­li­za dois con­cer­tos

Jornal de Angola - - GENTE -

Car­los Bap­tis­ta e Ân­ge­la Fer­rão são os mú­si­cos que ac­tu­am ho­je, às 20h30 e às 21h30, res­pec­ti­va­men­te, no Pa­lá­cio de Fer­ro, na Bai­xa lu­an­den­se, em dois con­cer­tos en­qua­dra­dos no pro­gra­ma da III Tri­e­nal de Lu­an­da.

Os mú­si­cos pre­ten­dem pren­der a aten­ção do pú­bli­co, du­ran­te 50 mi­nu­tos de per­for­man­ce ca­da, com in­ter­pre­ta­ção dos te­mas de mai­or êxi­to das su­as car­rei­ras ar­tís­ti­cas.

Car­los Bap­tis­ta le­va ao Pa­lá­cio de Fer­ro co­mo por­ta-ban­dei­ra a can­ção “En­quan­to es­pe­ro”, ao pas­so que Ân­ge­la Fer­rão apre­sen­ta co­mo des­ta­que os te­mas “Wan­ga” e “Céu azul”.

Car­los Bap­tis­ta, o pri­mei­ro a su­bir ho­je ao pal­co da Tri­e­nal de Lu­an­da, tem mar­ca­do uma per­for­man­ce in­ti­mis­ta, do­mi­na­da pe­la mú­si­ca ro­mân­ti­ca que o ca­rac­te­ri­za, com o su­por­te ins­tru­men­tal da Banda Ma­ra­vi­lha, in­te­gra­da por Mo­rei­ra Fi­lho (vi­o­la bai­xo), Ma­ri­to Fur­ta­do (ba­te­ria), Mi­quei­as Ra­mi­ro (te­clas) e Isaú Bap­tis­ta (rit­mo e so­lo).

Car­los Bap­tis­ta pu­bli­cou dois dis­cos de vi­nil, de­sig­na­da­men­te “Es­bo­ço”, edi­ta­do em 1986, e re­e­di­ta­do em CD pe­la So­no­vox, e “A pro­mes­sa”, em 1992, pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal do Li­vro e do Dis­co (Inald). Em 2010, edi­tou o ál­bum “Sem­pre ami­gos”, com a chan­ce­la da LS Pro­du­ções .

O ar­tis­ta co­me­çou a com­por com 22 anos, de­pois de um lon­go pe­río­do de con­tac­to com a mú­si­ca. Fre­quen­tou, em 1973, o Cen­tro de Pre­pa­ra­ção de Ar­tis­tas da Rá­dio (Ce­par), na en­tão Emis­so­ra Ofi­ci­al de An­go­la (ac­tu­al­men­te Rá­dio Na­ci­o­nal de An­go­la), on­de es­tu­dou e apren­deu edu­ca­ção vo­cal. A sua apa­ri­ção pú­bli­ca acon­te­ceu um ano de­pois, no Ci­ne Be­le­nen­ses, no bair­ro da Sam­ba, em Lu­an­da, num con­cer­to no qual foi mui­to aplau­di­do. Pas­sou pe­la Aca­de­mia de Mú­si­ca de Lu­an­da, en­tre 1987 e 1989.

Car­los Bap­tis­ta foi dis­tin­gui­do com o pré­mio de me­lhor com­po­si­ção, com a can­ção “O tem­po ali­a­do da ra­zão”, no Con­cur­so Na­ci­o­nal de Mú­si­ca e Can­to, pro­mo­vi­do pe­lo Con­se­lho Na­ci­o­nal da Cul­tu­ra, em 1977.

“Wan­ga”

A per­for­man­ce de Ân­ge­la Fer­rão, com iní­cio às 21h30, no pal­co Ngo­la, é do­mi­na­da pe­lo rit­mo ki­la­pan­ga, com in­ter­pre­ta­ção em lín­gua cockwe e quim­bun­do.

Ân­ge­la Fer­rão, uma das vo­zes fe­mi­ni­nas mais con­sis­ten­tes do mo­sai­co ar­tís­ti­co an­go­la­no, se­gun­do al­guns crí­ti­cos mu­si­cais, pro­põe-se mos­trar o que tem pre­pa­ra­do du­ran­te al­gum tem­po. Além de “Wan­ga”, seu car­tão de vi­si­ta, a can­to­ra apre­sen­ta te­mas iné­di­tos num con­cer­to que tem o su­por­te de uma banda in­te­gra­da por Ni­no Jazz (te­cla­do), Dil­son Pit­ter (ba­te­ria), Yar­ke Spin (gui­tar­ra rit­mo), San­dro Fer­rão (gui­tar­ra so­lo e co­ro), Mayo Bass (gui­tar­ra bai­xo), Yas­ma­ne San­tos (per­cus­são) e Ne­creu­ma Fer­rão (co­ro).

A ar­tis­ta tem no mer­ca­do o dis­co “Wan­ga” e par­ti­ci­pou na Ex­po 2012, na Co­reia do Sul, on­de re­a­li­zou con­cer­tos no pal­co do Pa­vi­lhão de An­go­la, mon­ta­do em Ye­o­su.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.