APRO­VEI­TA­MEN­TO HIDROELÉCTRICO EM RE­A­BI­LI­TA­ÇÃO Luz de Lu­a­chi­mo pa­ra mi­lha­res de ca­sas

Jornal de Angola - - DESPORTO - DO­MIN­GOS DOS SAN­TOS | AR­MAN­DO SAPALO | AN­DRÉ DA COS­TA |

Um to­tal de 186.371 fa­mí­li­as da ci­da­de do Dun­do, pro­vín­cia da Lun­da Nor­te, vão ter aces­so a ener­gia eléc­tri­ca com a re­a­bi­li­ta­ção e re­for­ço de po­tên­cia do Apro­vei­ta­men­to Hidroeléctrico do Lu­a­chi­mo, cu­jas obras, or­ça­das em mais de 200 mi­lhões de dó­la­res, fo­ram con­sig­na­das on­tem à em­pr­sa Chi­na Gezhou­ba Group Com­pany (CGGC) na pre­sen­ça do mi­nis­tro da Ener­gia e Águas, João Bap­tis­ta Bor­ges, e do go­ver­na­dor Er­nes­to Mu­an­ga­la.

Com a con­clu­são das obras, a se­rem exe­cu­ta­das no pra­zo de 36 me­ses, o Apro­vei­ta­men­to Hidroeléctrico de Lu­a­chi­mo vai pas­sar dos ac­tu­ais oi­to me­gawatts pa­ra 34 me­gawatts de po­tên­cia, po­den­do as­sim be­ne­fi­ci­ar tam­bém po­pu­la­ções de ci­da­des cir­cun­vi­zi­nhas do Dun­do.

O mi­nis­tro da Ener­gia e Águas, João Bap­tis­ta Bor­ges, lem­brou que a cen­tral eléc­tri­ca do Lu­a­chi­mo foi cons­truí­da em 1957 pa­ra aten­der, so­bre­tu­do, a ex­plo­ra­ção mi­nei­ra. Mas com o cres­ci­men­to da ci­da­de do Dun­do, hou­ve ne­ces­si­da­de de dar res­pos­ta à pro­cu­ra por ener­gia que se ve­ri­fi­ca­va na re­gião.

Por is­so, foi fei­to um in­ves­ti­men­to pe­lo Exe­cu­ti­vo que per­mi­tiu a cons­tru­ção de uma cen­tral tér­mi­ca que me­lho­rou sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te a dis­tri­bui­ção de ener­gia. Ape­sar dis­so, João Bap­tis­ta Bor­ges fri­sou que é ne­ces­sá­rio ho­je re­for­çar a ca­pa­ci­da­de de pro­du­ção da bar­ra­gem do Lu­a­chi­mo, co­mo re­sul­ta­do do au­men­to do con­su­mo de ener­gia eléc­tri­ca pro­vo­ca­do pe­lo cres­ci­men­to da ci­da­de, da po­pu­la­ção e das ac­ti­vi­da­des eco­nó­mi­cas. Nes­te sen­ti­do, foi apro­va­da, em 2013, a am­pli­a­ção da ca­pa­ci­da­de de pro­du­ção da bar­ra­gem do Lu­a­chi­mo.

“É um pro­jec­to avul­ta­do e que vai con­cen­trar aqui uma ac­ti­vi­da­de in­ten­sa du­ran­te os pró­xi­mos 36 me­ses e cri­ar mui­tos pos­tos de tra­ba­lho”, su­bli­nhou o mi­nis­tro, pa­ra acres­cen­tar que exis­tem dois mil mi­lhões de dó­la­res da li­nha de cré­di­to da Chi­na pa­ra exe­cu­ção de pro­jec­tos de ener­gia e águas em to­do país. O go­ver­na­dor pro­vin­ci­al da Lun­da Nor­te, Er­nes­to Mu­an­ga­la, dis­se que os equi­pa­men­tos que as­se­gu­ram o fun­ci­o­na­men­to da hi­dro­e­léc­tri­ca do Lu­a­chi­mo es­tão ob­so­le­tos. Fa­ce a es­ta si­tu­a­ção, dis­se, a cen­tral pro­duz ape­nas me­ta­de da sua ca­pa­ci­da­de ins­ta­la­da, que de é oi­to me­gawatts, in­su­fi­ci­en­te pa­ra res­pon­der às re­ais ne­ces­si­da­des da po­pu­la­ção e ou­tros ser­vi­ços, em ter­mos de con­su­mo.

Por is­so, Er­nes­to Mu­an­ga­la ma­ni­fes­tou sa­tis­fa­ção com a con­cre­ti­za­ção do iní­cio das obras de re­a­bi­li­ta­ção da bar­ra­gem do Lu­a­chi­mo.

Sis­te­ma in­te­gra­do

A es­tra­té­gia do Exe­cu­ti­vo é in­te­grar o Apro­vei­ta­men­to Hidroeléctrico do Lu­a­chi­mo na­qui­lo que vai ser o sis­te­ma eléc­tri­co do les­te de An­go­la, que in­ter­li­ga as pro­vín­ci­as da Lun­da Nor­te, Lun­da Sul e Mo­xi­co, per­mi­tin­do a tro­ca de ener­gia en­tre elas. “Va­mos ter Lu­a­chi­mo no Dun­do, o Chium­be, que es­tá a ser cons­truí­do e vai ser inau­gu­ra­do no pró­xi­mo ano, e Chi­ca­pa, on­de de­ve ser cons­truí­da a se­gun­da cen­tral com 40 me­gawatts pa­ra aten­der Sau­ri­mo e o Mo­xi­co”, fri­sou o mi­nis­tro.

A ideia a mé­dio e lon­go pra­zo é in­ter­li­gar o sis­te­ma les­te à re­de eléc­tri­ca na­ci­o­nal atra­vés das cen­trais hi­dro­e­léc­tri­cos de Ca­pan­da, Cam­bam­be, Láu­ca e de Ca­cu­lo Ca­ba­ça.

Des­ta for­ma, su­bli­nhou o mi­nis­tro da Ener­gia e Águas, con­cre­ti­za-se a es­tra­té­gia do Exe­cu­ti­vo que é per­mi­tir que até 2025 cer­ca de 60 por cen­to da po­pu­la­ção, ou se­ja cer­ca de 15 mi­lhões de pes­so­as, te­nham aces­so à elec­tri­ci­da­de.

BEN­JA­MIM CÂN­DI­DO|DUN­DO

Mi­nis­tro da Ener­gia e Águas João Bap­tis­ta Bor­ges anun­cia pro­jec­tos na Lun­da Nor­te

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.