Se­cre­tá­rio-ge­ral das Na­ções Uni­das vi­si­ta ví­ti­mas do fu­ra­cão no Hai­ti

Jornal de Angola - - PARTADA -

O Se­cre­tá­rio-Ge­ral das Na­ções Uni­das, Ban Ki-moon, vi­a­ja ho­je pa­ra o Hai­ti pa­ra vi­si­tar áre­as de­vas­ta­das pe­lo fu­ra­cão Matthew, anun­ci­ou o seu ga­bi­ne­te.

Ban vai vi­si­tar Les Cayes - uma das ci­da­des mais atin­gi­das pe­lo Matthew no sul do Hai­ti - e reu­nir com au­to­ri­da­des hai­ti­a­nas.

A vi­si­ta do lí­der da ONU ao Hai­ti ocor­re nu­ma al­tu­ra em que um ape­lo do or­ga­nis­mo pa­ra con­se­guir fun­dos pa­ra a na­ção das Ca­raí­bas ar­re­ca­dou mui­to me­nos do que o es­pe­ra­do.

A ONU lan­çou re­cen­te­men­te um ape­lo de emer­gên­cia pa­ra ar­re­ca­dar 120 mi­lhões de dó­la­res, pa­ra aju­dar o Hai­ti a su­pe­rar a pi­or cri­se hu­ma­ni­tá­ria des­de o ter­ra­mo­to de 2010.

Mas, até ao mo­men­to, só fo­ram con­se­gui­dos 6,1 mi­lhões de dó­la­res, ape­nas 5 por cen­to do to­tal ne­ces­sá­rio, dis­se o por­ta-voz da ONU, Stepha­ne Du­jar­ric.

Pe­lo me­nos, 473 pes­so­as mor­re­ram na sequên­cia da pas­sa­gem do fu­ra­cão Matthew pe­lo Hai­ti, em 4 de Ou­tu­bro, com ven­tos de 230 qui­ló­me­tros por ho­ra.

O Se­cre­tá­rio-Ge­ral da ONU dis­se, na se­gun­da-fei­ra, que era ne­ces­sá­ria uma “res­pos­ta ma­ci­ça”, pa­ra su­pe­rar a des­trui­ção, pois há mais de 1,4 mi­lhão de pes­so­as que ne­ces­si­tam de aju­da ur­gen­te, de­pois de vi­las e po­vo­a­ções te­rem si­do ar­ra­sa­das pe­la for­ça dos ven­tos.

Se­gun­do da­dos da ONU, mais de dois mi­lhões de pes­so­as fo­ram afec­ta­das pe­lo fu­ra­cão e 1,4 mi­lhões pre­ci­sam de aju­da hu­ma­ni­tá­ria.

O Con­se­lho de Se­gu­ran­ça da ONU pro­lon­gou, on­tem, por seis me­ses a mis­são das Na­ções Uni­das no Hai­ti (Mi­nus­tah), pa­ra ga­ran­tir a se­gu­ran­ça e as­se­gu­rar a dis­tri­bui­ção das aju­das às po­pu­la­ções. Os 15 mem­bros do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça acei­ta­ram a pro­pos­ta do Se­cre­tá­rio-Ge­ral da ONU, Ban Ki-moon, pa­ra que a ope­ra­ção se man­te­nha até ao pró­xi­mo mês de Abril, sem quais­quer al­te­ra­ções. A che­fe da Mi­nus­tah, San­dra Ho­no­re, dis­se que es­ta ex­ten­são vai aju­dar o Hai­ti a li­dar com a gra­ve cri­se hu­ma­ni­tá­ria e as­se­gu­rar a es­ta­bi­li­da­de po­lí­ti­ca de­pois do adi­a­men­to das elei­ções, após a pas­sa­gem do fu­ra­cão Matthew.

AFP

Hai­ti­a­nos pe­dem aju­da de ur­gên­cia pa­ra mi­ni­mi­zar as di­fi­cul­da­des cau­sa­das pe­lo “Matthew”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.