Car­los Rosa pro­cu­ra vo­tos

Pre­si­den­te ces­san­te pro­cu­ra con­ven­cer o elei­to­ra­do na Huí­la

Jornal de Angola - - DESPORTO - Lu­ban­go ARÃO MARTINS |

A apos­ta na for­ma­ção de trei­na­do­res, mo­ni­to­res e a ex­pan­são da prá­ti­ca do atle­tis­mo em to­do país, cons­ti­tu­em uma das li­nhas mes­tras de Car­los Rosa, can­di­da­to da lis­ta A à pre­si­dên­cia da Fe­de­ra­ção An­go­la­na de Atle­tis­mo, que apre­sen­tou on­tem no Lu­ban­go o ma­ni­fes­to do pro­gra­ma de ac­tu­a­ção pa­ra o no­vo ci­clo olím­pi­co.

Car­los Rosa dis­se que a for­ma­ção de trei­na­do­res des­de o ní­vel 1 ao 4, nas es­pe­ci­a­li­da­des de meio fun­do e fun­do, lan­ça­men­to, ve­lo­ci­da­de e bar­rei­ra, são ou­tras pri­o­ri­da­des que cons­tam do ma­ni­fes­to.

Ex­pli­cou que no qua­dro do pro­jec­to Kit Atlé­ti­co, que co­me­çou em Fe­ve­rei­ro úl­ti­mo, já fo­ram for­ma­dos até Se­tem­bro 420 mo­ni­to­res. O efei­to mul­ti­pli­ca­dor vi­sa atin­gir 4 mil téc­ni­cos até 2018, se­gun­do es­cla­re­ceu o di­ri­gen­te fe­de­ra­ti­vo, que acres­cen­tou: “Que­re­mos au­men­tar a ex­pan­são da mo­da­li­da­de. Pa­ra tal, va­mos apos­tar na for­ma­ção de trei­na­do­res e mo­ni­to­res.”

Fa­zer che­gar o atle­tis­mo às co­mu­ni­da­des e es­co­las, on­de des­pon­tam no­vos va­lo­res pa­ra a sus­ten­ta­bi­li­da­de da mo­da­li­da­de no país, bem co­mo me­lho­rar as mar­cas nas pro­vas in­ter­na­ci­o­nais, são ou­tras apos­tas do can­di­da­to.

Car­los Rosa dis­se que mui­tos dos jo­vens que sur­gem no des­por­to es­co­lar de­pois de atin­gi­rem uma ida­de su­pe­ri­or não têm con­ti­nui­da­de no des­por­to fe­de­ra­do. O ob­jec­ti­vo é in­ver­ter o qua­dro, com a pos­si­bi­li­da­de que vai se dar aos téc­ni­cos, juí­zes e atle­tas na me­lho­ria das per­for­man­ces e co­nhe­ci­men­tos. O Ben­fi­ca do Lu­ban­go, Des­por­ti­vo da Huí­la e a As­so­ci­a­ção de Atle­tis­mo lo­cal cons­ti­tu­em a po­pu­la­ção vo­tan­te na pro­vín­cia. O pre­si­den­te ces­san­te re­co­nhe­ceu que na Huí­la sur­gem sem­pre va­lo­res nos es­ca­lões de for­ma­ção e a Fe­de­ra­ção vai apoi­ar os pro­jec­tos de ini­ci­a­ti­va lo­cal.

Fez sa­ber que é sua pri­o­ri­da­de, em ca­so de re­con­du­ção, tra­ba­lhar com os go­ver­nos pro­vin­ci­ais no sen­ti­do de se cri­ar cir­cui­tos, em­bo­ra ain­da ter­ra­pla­na­dos, no for­ma­to de pis­ta, pa­ra re­for­çar o pro­ces­so de mas­si­fi­ca­ção da mo­da­li­da­de.

“O nos­so ob­jec­ti­vo é au­men­tar a for­ma­ção in­te­gral dos atle­tas, pa­ra que se­jam ex­po­en­tes so­ci­ais. Que­re­mos tra­ba­lhar pa­ra ga­ran­tir os ren­di­men­tos que pos­si­bi­li­tem su­pe­rar os re­sul­ta­dos em ca­da ci­clo olím­pi­co e de­sen­vol­ver re­ser­vas de atle­tas dos 10 aos 15 anos de ida­de pa­ra o aper­fei­ço­a­men­to do sis­te­ma com­pe­ti­ti­vo, ex­pli­cou.

Em jeito de re­ma­te, Car­los Rosa adi­an­tou : “o nos­so man­da­to é de con­ti­nui­da­de e va­mos in­te­grar to­do o po­ten­ci­al hu­ma­no de es­pe­ci­a­li­da­de que pos­sa con­tri­buir pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to do atle­tis­mo, in­cre­men­tar a par­ti­ci­pa­ção nas pro­vas na­ci­o­nais e in­ter­na­ci­o­nais dos atle­tas ju­ve­nis.”

JO­SÉ SOARES

Cor­ri­da à pre­si­dên­cia da Fe­de­ra­ção ani­ma can­di­da­tos que pro­me­tem me­lho­rar a mo­da­li­da­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.