Em­pre­sa do fer­ro re­a­va­lia pro­jec­tos

Jornal de Angola - - PARTADA -

A que­da do pre­ço de mi­né­ri­os co­mo fer­ro, man­ga­nês e ou­tros me­tais, no mer­ca­do in­ter­na­ci­o­nal, in­ter­rom­peu a exe­cu­ção de pro­jec­tos co­mo o de Cas­sin­ga, na pro­vín­cia da Huí­la, e obri­gou a em­pre­sa Fer­ran­gol a re­a­va­li­ar to­do o tra­ba­lho. A re­ve­la­ção foi fei­ta pe­lo pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção da Fer­ran­gol, Di­a­man­ti­no Aze­ve­do.

O sex­to en­con­tro de mi­nis­tros do Co­mér­cio do BRICS (Bra­sil, Rús­sia, Ín­dia, Chi­na e Áfri­ca do Sul), que de­cor­reu em No­va De­li, na Ín­dia, en­dos­sou um con­jun­to de do­cu­men­tos, com vis­ta a ace­le­rar o co­mér­cio e o de­sen­vol­vi­men­to dos paí­ses do gru­po.

Os tex­tos as­si­na­dos pe­los mi­nis­tros con­têm te­mas co­mo a des­bu­ro­cra­ti­za­ção e a fa­ci­li­ta­ção de co­mér­cio, o fo­men­to de ser­vi­ços, a co­o­pe­ra­ção en­tre mi­cro e pe­que­nas em­pre­sas, pro­mo­ção das ex­por­ta­ções e mai­or co­or­de­na­ção das po­lí­ti­cas co­mer­ci­ais dos cin­co paí­ses. O BRICS re­pre­sen­ta um Pro­du­to In­ter­no Bru­to (PIB) de mais de 16 tri­liões de dó­la­res.

“Ape­sar do ta­ma­nho das nos­sas eco­no­mi­as, ain­da te­mos de­sa­fi­os tí­pi­cos de paí­ses em de­sen­vol­vi­men­to, tais co­mo a bus­ca pe­lo cres­ci­men­to con­ti­nu­a­do e sus­ten­tá­vel, o com­ba­te ao de­sem­pre­go, a er­ra­di­ca­ção da po­bre­za e da fo­me, a su­pe­ra­ção da bu­ro­cra­cia, o fo­men­to da edu­ca­ção de qua­li­da­de e da ino­va­ção e o es­tí­mu­lo ao co­mér­cio”, dis­se o mi­nis­tro bra­si­lei­ro do Co­mér­cio, Mar­cos Pe­rei­ra. O mi­nis­tro de­fen­deu ain­da o com­pro­mis­so mú­tuo de com­ba­ter o pro­tec­ci­o­nis­mo e a im­po­si­ção de bar­rei­ras aos flu­xos co­mer­ci­ais, se­jam elas ta­ri­fá­ri­as ou não. Mar­cos Pe­rei­ra tam­bém rei­te­rou o com­pro­mis­so do Bra­sil com a Ron­da Doha, no âm­bi­to da Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al do Co­mér­cio (OMC).

No en­con­tro, par­ti­ci­pa­ram a mi­nis­tra de Co­mér­cio e In­dús­tria da Ín­dia, Nir­ma­la Sitha­ra­man, que pre­si­diu, e os mi­nis­tros De­nis Man­tu­rov (In­dús­tria e Co­mér­cio da Rús­sia), Wang Shouwen (vi­ce-mi­nis­tro do Co­mér­cio da Chi­na), Ro­bert Da­vi­es (Co­mér­cio e In­dús­tria da Áfri­ca do Sul) e Mar­cos Pe­rei­ra.

Em ma­té­ria de fa­ci­li­ta­ção de co­mér­cio, o acor­do en­tre os mem­bros do BRICS en­tra em sin­to­nia com um dos pro­jec­tos mais im­por­tan­tes pa­ra o Go­ver­no bra­si­lei­ro, o Por­tal Úni­co de Co­mér­cio Ex­te­ri­or. Tra­ta-se da prin­ci­pal ini­ci­a­ti­va de des­bu­ro­cra­ti­za­ção e de re­for­mu­la­ção dos pro­ces­sos de im­por­ta­ção, ex­por­ta­ção e trân­si­to adu­a­nei­ro nes­se país.

No Bra­sil, a im­ple­men­ta­ção com­ple­ta do Por­tal de­ve ter lu­gar em fi­nais de 2017 e é uma par­te es­sen­ci­al dos com­pro­mis­sos as­su­mi­dos no Acor­do de Fa­ci­li­ta­ção de Co­mér­cio, no âm­bi­to da OMC. Por meio des­sa fer­ra­men­ta, de­ve ha­ver uma re­du­ção de 40 por cen­to nos pra­zos mé­di­os de ex­por­ta­ção e im­por­ta­ção, com im­pac­tos po­si­ti­vos so­bre a com­pe­ti­ti­vi­da­de das mer­ca­do­ri­as e so­bre o PIB.

Com o ob­jec­ti­vo de fa­ci­li­tar os flu­xos co­mer­ci­ais, o Bra­sil tem em mar­cha o acor­do qua­dro pa­ra a co­o­pe­ra­ção em nor­ma­li­za­ção, que pro­cu­ra o me­lhor en­ten­di­men­to e o diá­lo­go en­tre o Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Me­tro­lo­gia, Nor­ma­li­za­ção e Qua­li­da­de In­dus­tri­al (In­me­tro) e as agên­ci­as con­gé­ne­res do BRICS.

Na área de pro­mo­ção do co­mér­cio, os mi­nis­tros do BRICS en­dos­sa­ram te­mas de re­fe­rên­cia que se­rão pos­tos em prá­ti­ca pe­las agên­ci­as de ca­da país, cri­an­do uma re­de de con­tac­tos e diá­lo­go per­ma­nen­te. Na área de co­o­pe­ra­ção em mi­cro, pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas, a ideia é au­men­tar a ge­ra­ção de em­pre­go e ren­di­men­tos atra­vés da am­pli­a­ção da ba­se ex­por­ta­do­ra. A Ín­dia or­ga­ni­zou a Fei­ra de Co­mér­cio do BRICS, a pri­mei­ra do gé­ne­ro, que de­cor­reu em si­mul­tâ­neo com a reu­nião dos mi­nis­tros do Co­mér­cio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.