Pre­ven­ção da tu­ber­cu­lo­se exi­ge mai­or in­ves­ti­men­to

Jornal de Angola - - SOCIEDADE -

No­vos da­dos pu­bli­ca­dos pe­la Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al da Saú­de (OMS) mos­tram que os paí­ses pre­ci­sam de agir ra­pi­da­men­te pa­ra pre­ve­nir, de­tec­tar e tra­tar a tu­ber­cu­lo­se com o ob­jec­ti­vo de cum­prir as me­tas glo­bais.

Ape­sar de as mor­tes por tu­ber­cu­lo­se te­rem caí­do 22 por cen­to en­tre 2000 e 2015 no mun­do, a do­en­ça foi uma das dez prin­ci­pais cau­sas de mor­te em 2015, res­pon­sá­vel por mais óbi­tos que o VIH e a malária.

O re­la­tó­rio glo­bal des­te ano des­ta­ca de­si­gual­da­des con­si­de­rá­veis en­tre os paí­ses e aler­ta pa­ra um com­pro­mis­so po­lí­ti­co ou­sa­do e au­men­to do fi­nan­ci­a­men­to.

A di­rec­to­ra-ge­ral da OMS, Mar­ga­ret Chan, con­si­de­ra que os go­ver­nos en­fren­tam uma ár­dua ba­ta­lha pa­ra al­can­çar as me­tas glo­bais pa­ra com­ba­ter a tu­ber­cu­lo­se. “É ne­ces­sá­rio um au­men­to mas­si­vo de es­for­ços ou os paí­ses con­ti­nu­a­rão a fi­car pa­ra trás nes­ta epi­de­mia mor­tal e es­sas me­tas am­bi­ci­o­sas se­rão per­di­das”, re­fe­riu.

Em­bo­ra os es­for­ços pa­ra dar res­pos­ta à tu­ber­cu­lo­se te­nham sal­va­do mais de três mi­lhões de pes­so­as em 2015, o re­la­tó­rio mos­tra que a car­ga da do­en­ça é, ac­tu­al­men­te, mais al­ta do que o es­ti­ma­do an­te­ri­or­men­te.

Em 2015, es­ti­ma-se que hou­ve 10,4 mi­lhões de no­vos ca­sos de tu­ber­cu­lo­se em to­do o mun­do. Da­dos dis­po­ní­veis le­vam a uma es­ti­ma­ti­va de 1,8 mi­lhões de pes­so­as que mor­re­ram em con­sequên­cia da do­en­ça, das quais 400 mil tam­bém fo­ram in­fec­ta­das com VIH.

As fa­lhas nos tes­tes con­ti­nu­am a ser um de­sa­fio. Dos cer­ca de 10,4 mi­lhões de no­vos ca­sos, ape­nas 6,1 mi­lhões fo­ram de­tec­ta­dos e no­ti­fi­ca­dos ofi­ci­al­men­te em 2015, dei­xan­do uma la­cu­na de 4,3 mi­lhões. Es­sa di­fe­ren­ça ocor­re de­vi­do à sub­no­ti­fi­ca­ção, es­pe­ci­al­men­te em paí­ses com gran­des sec­to­res pri­va­dos não re­gu­la­men­ta­dos e ao sub­di­ag­nós­ti­co em paí­ses com gran­des bar­rei­ras pa­ra aces­sar cui­da­dos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.