Cri­an­ças de­mons­tram es­tar pre­ve­ni­das

ABU­SO SE­XU­AL A ME­NO­RES

Jornal de Angola - - SOCIEDADE - NILZA MASSANGO |

As cri­an­ças da se­gun­da clas­se da es­co­la pri­má­ria Nos­sa Se­nho­ra da Luz, do dis­tri­to ur­ba­no do Ran­gel, que on­tem vi­si­ta­ram a se­de do Go­ver­no Pro­vin­ci­al de Lu­an­da, de­mons­tra­ram es­tar in­for­ma­das so­bre as ac­ções de com­ba­te e pre­ven­ção con­tra o abu­so se­xu­al, uma pro­va de que as cam­pa­nhas de sen­si­bi­li­za­ção pro­mo­vi­das pe­lo Go­ver­no têm che­ga­do às fa­mí­li­as e às es­co­las.

A vi­ce-go­ver­na­do­ra da pro­vín­cia de Lu­an­da pa­ra a área Po­lí­ti­ca e So­ci­al, Jo­ve­li­na Im­pe­ri­al, re­ce­beu as 70 cri­an­ças no qua­dro da jor­na­da de re­fle­xão so­bre o abu­so se­xu­al a me­no­res, pro­mo­vi­da pe­lo Go­ver­no da Pro­vín­cia de Lu­an­da.

As cri­an­ças da es­co­la Nos­sa Se­nho­ra da Luz, ou­vi­das pe­lo Jor­nal de An­go­la, sa­bem que não po­dem sair à rua sozinhas, de­vem evi­tar con­ver­sar com pes­so­as es­tra­nhas e es­tão ci­en­tes de que de­vem de­nun­ci­ar qual­quer for­ma de abu­so de que pos­sam ser ví­ti­mas, até mes­mo no seio da fa­mí­lia. Ari­a­na Da­ni­e­la, de 8 anos, por exem­plo, dis­se que só sai à rua acom­pa­nha­da por um adul­to.

Jo­ve­li­na Im­pe­ri­al anun­ci­ou a re­a­li­za­ção, no dia 22 des­te mês, de uma marcha de re­pú­dio ao abu­so se­xu­al con­tra a cri­an­ça, que par­te da Ci­da­de­la Des­por­ti­va, pas­sa pe­la ave­ni­da Ho Chi Min e ter­mi­na na Pra­ça da Fa­mí­lia.

A vi­ce-go­ver­na­do­ra ape­lou às fa­mí­li­as da pro­vín­cia de Lu­an­da pa­ra par­ti­ci­pa­rem na marcha pa­ra sen­si­bi­li­zar os pais, en­car­re­ga­dos de educação e a so­ci­e­da­de em ge­ral a cui­dar e a pro­te­ger me­lho­res as cri­an­ças.

“A vi­si­ta des­sas cri­an­ças veio re­for­çar as ac­ti­vi­da­des que o Go­ver­no Pro­vin­ci­al de Lu­an­da tem re­a­li­za­do em prol do com­ba­te às prá­ti­cas de vi­o­la­ção dos di­rei­tos da cri­an­ça e pos­so di­zer que elas es­tão pre­pa­ra­das pa­ra se pro­te­ger, o que mos­tra que o pro­ces­so de sen­si­bi­li­za­ção es­tá a che­gar às fa­mí­li­as”, re­fe­riu. So­bre as po­lí­ti­cas de com­ba­te à violência con­tra a cri­an­ça, Jo­ve­li­na Im­pe­ri­al re­for­çou que o Go­ver­no Pro­vin­ci­al de Lu­an­da re­a­li­za ac­ções de educação e sen­si­bi­li­za­ção das fa­mí­li­as e con­ti­nua a tra­ba­lhar pa­ra que a pe­na dos abu­sa­do­res se­ja agra­va­da.

“A sen­si­bi­li­za­ção e educação das fa­mí­li­as é o sis­te­ma mais efec­ti­vo que acha­mos que dá me­lho­res re­sul­ta­dos re­la­ti­va­men­te à pre­ven­ção dos abu­sos con­tra a cri­an­ça”, re­al­çou. As cri­an­ças da es­co­la Nos­sa Se­nho­ra da Luz co­nhe­ce­ram o Sa­lão No­bre do Go­ver­no da Pro­vín­cia de Lu­an­da, on­de lhes foi in­for­ma­do que foi lá on­de Agostinho Ne­to to­mou pos­se co­mo pri­mei­ro Pre­si­den­te de An­go­la.

Vi­si­ta­ram al­guns ga­bi­ne­tes e ti­ve­ram a opor­tu­ni­da­de de co­nhe­cer a an­ti­ga e his­tó­ri­ca Bi­bli­o­te­ca Mu­ni­ci­pal. Pa­ra as cri­an­ças, a vi­si­ta foi mais uma mo­ti­va­ção pa­ra os es­tu­dos e pa­ra, no fu­tu­ro, con­tri­buí­rem pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to e o cres­ci­men­to do país.

MO­TA AMBRÓSIO

Alu­nos da es­co­la Nos­sa Se­nho­ra da Luz in­te­ra­gi­ram com a vi­ce-go­ver­na­do­ra de Lu­an­da e mos­tra­ram es­tar ao cor­ren­te dos fac­tos so­ci­ais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.