Fis­cais dos par­ti­dos no acom­pa­nha­men­to

Jornal de Angola - - PARTADA - ADELINA INÁ­CIO |

O pre­si­den­te da Co­mis­são Pro­vin­ci­al Elei­to­ral de Lu­an­da, Ma­nu­el Pe­rei­ra da Sil­va, ape­lou on­tem à pre­sen­ça dos fis­cais dos par­ti­dos po­lí­ti­cos nos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral, no fi­nal de vi­si­tas de cons­ta­ta­ção às bri­ga­das da In­gom­bo­ta, Sam­bi­zan­ga e Ran­gel.

O pre­si­den­te da Co­mis­são Pro­vin­ci­al Elei­to­ral de Lu­an­da, Ma­nu­el Pe­rei­ra da Sil­va, ape­lou on­tem a pre­sen­ça dos fis­cais dos par­ti­dos po­lí­ti­cos nos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral. Ma­nu­el da Sil­va, que fa­la­va à im­pren­sa no fi­nal de vi­si­tas de cons­ta­ta­ção às bri­ga­das lo­ca­li­za­das nos dis­tri­tos ur­ba­nos da In­gom­bo­ta, Sam­bi­zan­ga e Ran­gel, lem­brou que par­ti­dos são par­te do pro­ces­so e de­vem acom­pa­nhar o de­sen­ro­lar do mes­mo, pa­ra sa­ber quais são os cons­tran­gi­men­tos.

O co­mis­sá­rio elei­to­ral sus­ten­tou a sua afir­ma­ção com o que cons­ta­tou nos pos­tos vi­si­ta­dos, on­de foi re­gis­ta­da a au­sên­cia de fis­cais de al­guns par­ti­dos po­lí­ti­cos. Ma­nu­el da Sil­va ape­lou à li­de­ran­ça dos par­ti­dos no sen­ti­do de pres­si­o­na­rem os seus fis­cais a fa­ze­rem-se pre­sen­tes nas bri­ga­das de re­gis­to elei­to­ral, pa­ra a fis­ca­li­za­ção dos ac­tos do pro­ces­so. Nos pos­tos vi­si­ta­dos pe­lo pre­si­den­te da Co­mis­são Pro­vin­ci­al Elei­to­ral de Lu­an­da es­ta­vam pre­sen­tes ape­nas fis­cais do MPLA, da UNITA e da FNLA. “To­dos os fis­cais dos par­ti­dos po­lí­ti­cos, com ou sem as­sen­to par­la­men­tar, que fo­ram cre­den­ci­a­dos, de­vem es­tar pre­sen­tes nas bri­ga­das de re­gis­to elei­to­ral”, dis­se.

A vi­si­ta in­se­re-se num vas­to pro­gra­ma de su­per­vi­são que a Co­mis­são Na­ci­o­nal Elei­to­ral (CNE) tem vin­do a re­a­li­zar, ten­do em vis­ta as elei­ções de 2017. Em Lu­an­da, o pro­gra­ma in­clui vi­si­tas dos co­mis­sá­ri­os na­ci­o­nais, in­te­gra­dos por qua­tro equi­pas, e co­mis­sá­ri­os pro­vin­ci­ais, di­vi­di­dos em se­te equi­pas.

O pre­si­den­te da Co­mis­são Mu­ni­ci­pal Elei­to­ral de Lu­an­da, Etel­vi­no dos San­tos, dis­se que a vi­si­ta de su­per­vi­são se­rá fei­ta de for­ma per­ma­nen­te em to­dos os dis­tri­tos ur­ba­nos que com­pre­en­dem o mu­ni­cí­pio de Lu­an­da. O tra­ba­lho de su­per­vi­são com­pre­en­de a ve­ri­fi­ca­ção do tra­ta­men­to que es­tá a ser da­do aos elei­to­res e aos fis­cais dos par­ti­dos po­lí­ti­cos, bem co­mo ana­li­sar o cum­pri­men­to das ori­en­ta­ções do Ministério da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio. “O que pre­ten­de­mos é ve­ri­fi­car jun­to das bri­ga­das de re­gis­to elei­to­ral se de fac­to há im­par­ci­a­li­da­de e tra­ta­men­to igual a to­dos os mem­bros”, dis­se.

Da­dos do Ministério da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio dão con­ta que a mé­dia diá­ria de ac­tu­a­li­za­ções do re­gis­to elei­to­ral pas­sou de 20 mil pa­ra 70 mil ci­da­dãos em to­do o país.

A ci­fra de elei­to­res pre­vis­ta pe­los ór­gãos rei­to­res do pro­ces­so que le­va­rá o país às quar­tas elei­ções, em 2017, é de 11 mi­lhões, sen­do no­ve mi­lhões e meio dos que já vo­ta­ram an­te­ri­or­men­te e um mi­lhão e 500 mil de no­vos elei­to­res.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.