Íris Bu­cholz ino­va nas ar­tes

Pro­jec­to de­cor­re até De­zem­bro no Me­mo­ri­al Agos­ti­nho Ne­to

Jornal de Angola - - PARTADA - MÁ­RIO COHEN |

Com o in­tui­to de li­gar a co­mu­ni­da­de às ar­tes plás­ti­cas e à cul­tu­ra em ge­ral, uma iniciativa edu­ca­ti­va de­no­mi­na­da “Fi­ca Li­ga­do ao Fu­tu­ro” é le­va­da a ca­bo até ao mês de De­zem­bro, no Me­mo­ri­al An­tó­nio Agos­ti­nho Ne­to, em Lu­an­da, nu­ma iniciativa da In­ter­net Te­ch­no­lo­gi­es An­go­la (ITA).

O pro­jec­to da ITA, re­a­li­za­do a par da ex­po­si­ção “A Sul. O som­brei­ro”, da ar­tis­ta plás­ti­ca ale­mã Íris Bu­chholz Cho­co­lan­te, uma re­fle­xão so­bre a es­cra­va­tu­ra, es­tá pa­ten­te até ao dia 27 de No­vem­bro, no Me­mo­ri­al An­tó­nio Agos­ti­nho Ne­to, e con­sis­te em vá­ri­as ac­ti­vi­da­des de di­vul­ga­ção da ar­te con­tem­po­râ­nea. Ao lon­go dos pró­xi­mos dois me­ses, em to­das as se­ma­nas, a ITA, em par­ce­ria co­mo o Me­mo­ri­al, re­a­li­za um se­mi­ná­rio de mediação cul­tu­ral pa­ra fun­ci­o­ná­ri­os dos di­fe­ren­tes mu­seus de An­go­la, pa­ra for­mar e fo­men­tar a di­ver­si­da­de cul­tu­ral e o pen­sa­men­to ar­tís­ti­co.

Às quar­tas-fei­ras e aos sá­ba­dos de ma­nhã, es­tá agen­da­da a re­a­li­za­ção de se­mi­ná­ri­os di­ri­gi­dos a cri­an­ças, pa­ra apren­de­rem a de­se­nhar e pin­tar. O pro­jec­to pre­vê ain­da um tra­ba­lho com es­tu­dan­tes pa­ra a cri­a­ção de uma “ma­la de me­mó­ri­as”, cons­truí­da atra­vés de de­se­nhos, co­la­gem e más­ca­ras.

Um dos ob­jec­ti­vos da iniciativa é cri­ar um diá­lo­go en­tre as ge­ra­ções, além da ex­po­si­ção, bem co­mo re­a­li­zar jo­gos com pa­la­vras pa­ra es­ti­mu­lar con­ver­sas so­bre a ar­te nas es­co­las da ca­pi­tal. “Es­ta par­ce­ria é fru­to da apos­ta na res­pon­sa­bi­li­da­de so­ci­al e atra­vés do pro­jec­to ‘Fique Li­ga­do ao Fu­tu­ro’, a ITA promove des­ta for­ma o aces­so à cul­tu­ra e à ar­te con­tem­po­râ­nea, pro­mo­ven­do se­mi­ná­ri­os e ac­ti­vi­da­des in­for­ma­ti­vas, que vão es­ti­mu­lar a com­pre­en­são de jo­vens e adul­tos so­bre a ar­te de uma for­ma ge­ral e so­bre a ex­po­si­ção ‘A Sul. O Som­brei­ro’, em par­ti­cu­lar”, re­fe­riu Rolf Men­del­sohn, da em­pre­sa pro­mo­to­ra da iniciativa.

O Me­mo­ri­al Agos­ti­nho Ne­to re­gis­ta uma mé­dia men­sal de oi­to mil vi­si­tan­tes, sen­do 50 por cen­to jo­vens en­tre 12 e 18 anos, en­quan­to igual per­cen­ta­gem são cri­an­ças de vá­ri­as cre­ches, es­co­las do pri­mei­ro ní­vel e adul­tos.

Iris Bu­chholz Cho­ca­lan­te nas­ceu na Ale­ma­nha em 1974. Ac­tu­al­men­te, vi­ve e tra­ba­lha em Lu­an­da, on­de de­sen­vol­veu vá­ri­os tra­ba­lhos co­mo as­sis­ten­te ar­tís­ti­ca.

KINDALA MA­NU­EL

Ar­tis­ta le­va ac­ções cul­tu­rais às co­mu­ni­da­des

KINDALA MA­NU­EL

Iniciativa é re­sul­ta­do da ex­po­si­ção “A Sul. O som­brei­ro” da ar­tis­ta plás­ti­ca ale­mã Íris Bu­chholz Cho­co­lan­te que é uma re­fle­xão so­bre a es­cra­va­tu­ra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.