Sa­bão ca­sei­ro ga­ran­te sus­ten­to

CO­MU­NI­DA­DE DO TO­CO NA HUÍ­LA No­va uni­da­de clí­ni­ca en­tra em fun­ci­o­na­men­to em 2017

Jornal de Angola - - PARTADA - ARÃO MAR­TINS |

Mais de 700 mu­lhe­res do meio ru­ral em Me­non­gue e Cu­chi, no Cuando Cu­ban­go, de­di­cam-se ao fa­bri­co de sa­bão ca­sei­ro, de­pois de te­rem con­cluí­do, no ano pas­sa­do, um cur­so pro­mo­vi­do pe­la Di­rec­ção Pro­vin­ci­al da Fa­mí­lia e Pro­mo­ção da Mu­lher, que pro­me­teu es­ten­der a ini­ci­a­ti­va a mais mu­lhe­res na pro­vín­cia. Com o fa­bri­co do sa­bão as mu­lhe­res con­se­guem ob­ter ren­di­men­to pa­ra aju­dar a sus­ten­tar as su­as fa­mí­li­as.

A as­sis­tên­cia mé­di­ca e me­di­ca­men­to­sa às po­pu­la­ções da co­mu­ni­da­de do To­co, co­mu­na do Ho­que, no mu­ni­cí­pio do Lubango, vai co­nhe­cer me­lho­ri­as sig­ni­fi­ca­ti­vas, em 2017, com a en­tra­da em fun­ci­o­na­men­to do no­vo hos­pi­tal, cons­truí­do com fun­dos do Go­ver­no Pro­vin­ci­al e da Ar­qui­di­o­ce­se da Igre­ja Ca­tó­li­ca.

O pá­ro­co da Pa­ró­quia do To­co, Amé­ri­co da Cos­ta Go­mes, dis­se ao Jor­nal de An­go­la tra­tar-se de uma gran­de obra que re­sul­ta da par­ti­ci­pa­ção efec­ti­va do Exe­cu­ti­vo, atra­vés do Mi­nis­té­rio da Saúde, Go­ver­no Pro­vin­ci­al da Huí­la e Ad­mi­nis­tra­ção Mu­ni­ci­pal do Lubango. Ao to­do fo­ram de­sem­bol­sa­dos mais um mi­lhão e qui­nhen­tos mil dó­la­res.

A uni­da­de sa­ni­tá­ria er­gui­da no pe­rí­me­tro da Pa­ró­quia de Nos­sa Se­nho­ra da Mu­xi­ma do To­co, tem ca­pa­ci­da­de pa­ra in­ter­nar 50 do­en­tes e vai dis­por de ser­vi­ços de ci­rur­gia, pe­di­a­tria, ma­ter­ni­da­de, Pro­gra­ma Alar­ga­do de Va­ci­na­ção (PAV), far­má­cia e la­bo­ra­tó­ri­os clí­ni­cos. Tam­bém es­tão pre­vis­tas áre­as de Raio-X, con­sul­tas in­ter­nas e ex­ter­nas e mor­gue. O hos­pi­tal foi cons­truí­do nu­ma zo­na es­tra­té­gi­ca e vai ser­vir de tam­pão pa­ra a ci­da­de do Lubango. A uni­da­de sa­ni­tá­ria, além de pres­tar as­sis­tên­cia mé­di­ca à po­pu­la­ção do To­co vai igual­men­te ser­vir do­en­tes da ci­da­de do Lubango.

“To­dos os di­as ve­mos am­bu­lân­ci­as a cir­cu­la­rem do nor­te e les­te da pro­vín­cia da Huí­la em di­rec­ção à ci­da­de do Lubango, ago­ra va­mos, com a cons­tru­ção des­te hos­pi­tal, cri­ar uma zo­na tam­pão pa­ra as ques­tões de emer­gên­ci­as”, adi­an­tou o pá­ro­co da Pa­ró­quia do To­co.

Amé­ri­co da Cos­ta Go­mes ex­pli­cou que os do­en­tes que sa­em do mu­ni­cí­pio da Ca­cu­la até à ci­da­de do Lubango per­cor­rem mais de 100 qui­ló­me­tros, o que con­si­de­ra des­gas­tan­te, daí a ne­ces­si­da­de da cons­tru­ção do hos­pi­tal do To­co, que pas­sa­rá a so­lu­ci­o­nar mui­tos pro­ble­mas de saúde, sem pre­ci­sar re­cor­rer pa­ra a ca­pi­tal da pro­vín­cia da Huí­la.

O sa­cer­do­te ca­tó­li­co acre­di­ta que o hos­pi­tal do To­co vai aju­dar a mi­ni­mi­zar os cus­tos de do­en­tes que re­cor­rem à Na­mí­bia em bus­ca da as­sis­tên­cia mé­di­ca de qua­li­da­de.

“As au­to­ri­da­des da pro­vín­cia tra­ba­lham pa­ra que, den­tro de pou­co tem­po, en­tre em fun­ci­o­na­men­to a uni­da­de sa­ni­tá­ria”, avan­çou o res­pon­sá­vel da Igre­ja Ca­tó­li­ca lo­cal.

Pro­jec­to de for­ma­ção

Na co­mu­ni­da­de do To­co, a Ar­qui­di­o­ce­se da Igre­ja Ca­tó­li­ca con­ta um cen­tro de for­ma­ção pro­fis­si­o­nal, co­zi­nhas e la­vras co­mu­ni­tá­ri­as que apoi­am os ido­sos e jo­vens. A re­de es­co­lar foi am­pli­a­da com a cons­tru­ção de mais sa­las em to­das ca­pe­las da cir­cuns­cri­ção.

O ad­mi­nis­tra­dor mu­ni­ci­pal do Lubango, Fran­cis­co Bar­ros, con­si­de­rou a igre­ja Ca­tó­li­ca o prin­ci­pal par­cei­ro do Es­ta­do nas mais va­ri­a­das ver­ten­tes e dis­se que a cons­tru­ção do hos­pi­tal sur­ge co­mo um con­tri­bu­to no qua­dro da me­lho­ria da qua­li­da­de de vi­da das po­pu­la­ções.

“O hos­pi­tal cons­ti­tui um bem pa­ra a po­pu­la­ção, qual­quer um de nós ne­ces­si­ta des­te ser­vi­ço, daí que a Igre­ja, ao cons­truir tal in­fra-es­tru­tu­ra, te­nha to­do o apoio do Es­ta­do e é nes­te sen­ti­do que se tra­ba­lha”, con­cluiu o sa­cer­do­te.

ARÃO MAR­TINS | HUÍ­LA

Com a en­tra­da em fun­ci­o­na­men­to do no­vo hos­pi­tal os mo­ra­do­res de To­co dei­xam de acor­rer a ou­tras lo­ca­li­da­des pa­ra ter uma boa as­sis­tên­cia mé­di­ca

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.