Si­tu­a­ção sa­ni­tá­ria ana­li­sa­da no Lu­e­na

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - LI­NO VI­EI­RA |

Os Ser­vi­ços de Saú­de no Mo­xi­co têm as con­di­ções cri­a­das pa­ra acau­te­lar as prin­ci­pais do­en­ças que sur­gem na épo­ca chu­vo­sa, dis­se o di­rec­tor pro­vin­ci­al da Saú­de.

Hi­gil­do Jam­ba, que fa­la­va no fi­nal da reu­nião do con­se­lho pro­vin­ci­al de aus­cul­ta­ção e con­cer­ta­ção so­ci­al, ori­en­ta­do pe­lo go­ver­na­dor João Er­nes­to dos San­tos “Li­ber­da­de”, dis­se que o sec­tor es­tá pre­pa­ra­do pa­ra en­fren­tar a de­man­da da po­pu­la­ção que ocor­re aos ser­vi­ços da saú­de no pe­río­do das chu­vas.

Hi­gil­do Jam­ba re­fe­riu que es­tão a ser fei­tas vá­ri­as cam­pa­nhas de sen­si­bi­li­za­ção nas co­mu­ni­da­des pa­ra pre­ve­nir as do­en­ças que sur­gem no pe­río­do de tran­si­ção en­tre o ca­cim­bo e a épo­ca chu­vo­sa.

“As do­en­ças an­ti ve­to­ri­ais, co­mo o pa­lu­dis­mo e a ma­lá­ria, cons­tam da lis­ta das pri­o­ri­da­des, por is­so, co­me­ça­mos com a cam­pa­nha de va­ci­na­ção con­tra a fe­bre ama­re­la no mu­ni­cí­pio do Lu­au, on­de pre­ten­de­mos va­ci­nar mais de 80 mil ha­bi­tan­tes”.

Pa­ra além do Lu­au, acres­cen­tou o res­pon­sá­vel, a cam­pa­nha de va­ci­na­ção vai es­ten­der-se a ou­tros mu­ni­cí­pi­os pa­ra se pre­ve­nir a po­pu­la­ção de um even­tu­al sur­gi­men­to da epi­de­mia na re­gião. O Con­se­lho Pro­vin­ci­al de Aus­cul­ta­ção e Con­cer­ta­ção So­ci­al ana­li­sou tam­bém o pro­jec­to dos 200 fo­gos ha­bi­ta­ci­o­nais.

As au­to­ri­da­des ad­mi­nis­tra­ti­vas do mu­ni­cí­pio de Kiwa­ba Nzo­ji, na pro­vín­cia de Ma­lan­je, em­pe­nha­das na me­lho­ria das con­di­ções sa­ni­tá­ri­as, lan­ça­ram a cam­pa­nha “Al­deia Lim­pa”, que vi­sa sen­si­bi­li­zar a po­pu­la­ção pa­ra man­ter a hi­gi­e­ne no lar e no meio am­bi­en­te.

O di­rec­tor pro­vin­ci­al do Or­de­na­men­to do Ter­ri­tó­rio, João Correia, re­fe­riu na oca­sião que a cam­pa­nha vi­sa a me­lho­ria da qua­li­da­de de vi­da da po­pu­la­ção. No âm­bi­to da cam­pa­nha, são re­a­li­za­das ses­sões de es­cla­re­ci­me­no en­tre tra­ba­lha­do­res da saú­de, as­sis­tên­cia so­ci­al, edu­ca­ção, cul­tu­ra, agri­cul­tu­ra e pra­ti­can­tes e agen­tes do des­por­to.

João Correia acon­se­lhou a po­pu­la­ção a de­po­si­tar o li­xo em lo­cais de­fi­ni­dos pe­las au­to­ri­da­des ad­mi­nis­tra­ti­vas e abs­ter-se de de­fe­car ao ar li­vre, um com­por­ta­men­to que con­si­de­rou de gra­ve aten­ta­do à saú­de pú­bli­ca, con­tri­buin­do as­sim pa­ra a pre­ser­va­ção do meio am­bi­en­te.

A fal­ta de hi­gi­e­ne pes­so­al e nos lu­ga­res pú­bli­cos au­men­ta a pro­ba­bi­li­da­de de ocor­rên­cia de do­en­ças co­mo a di­ar­reia, có­le­ra, fe­bre ti­fói­de e ma­lá­ria, que cau­sam mor­tes, com mai­or in­ci­dên­cia nas cri­an­ças me­no­res de cin­co anos e mu­lhe­res em ida­de fér­til.

Em 2014, foi im­ple­men­ta­do na pro­vín­cia de Ma­lan­je o pro­gra­ma de sa­ne­a­men­to to­tal das co­mu­ni­da­des e es­co­las, sob a co­or­de­na­ção con­jun­ta da Es­co­la Téc­ni­ca da Saú­de e a di­rec­ção do Am­bi­en­te, fi­nan­ci­a­do pe­la União Eu­ro­peia.

A ad­mi­nis­tra­do­ra mu­ni­ci­pal de Kiwa­ba Nzo­ji, Jo­a­na Vir­gí­nia de Ma­tos, dis­se que a com­pa­nha de sen­si­bi­li­za­ção con­tri­bui pa­ra a re­du­ção de ca­sos de pa­lu­dis­mo e ou­tras do­en­ças cau­sa­das pe­la pi­ca­da do mos­qui­to.

A ne­ces­si­da­de de aca­bar com as águas pa­ra­das, con­cen­tra­ção de li­xo e ou­tras prá­ti­cas no­ci­vas foi su­bli­nha­da pe­la ad­mi­nis­tra­do­ra, que acon­se­lhou a po­pu­la­ção a se­guir os con­se­lhos dos agen­tes de saú­de pú­bli­ca, pa­ra evi­tar do­en­ças.

EDU­AR­DO CU­NHA

Ob­jec­ti­vo é tor­nar a co­mu­ni­da­de mais lim­pa

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.