Obras de Ar­man­do Sco­ott fo­ram ao Mu­seu do Lou­vre

Ar­tis­ta an­go­la­no re­ce­be cer­ti­fi­ca­do de pra­ta pe­la par­ti­ci­pa­ção na mos­tra em Fran­ça

Jornal de Angola - - PARTADA - MÁ­RIO COHEN |

O ar­tis­ta an­go­la­no Ar­man­do Sco­ott, re­si­den­te há qua­tro anos em Por­tu­gal, par­ti­ci­pou de 21 a 23 des­te mês, nu­ma ex­po­si­ção co­lec­ti­va, de­no­mi­na­da “Art Shop­ping”, re­a­li­za­da no Mu­seu do Lou­vre, em Pa­ris, Fran­ça.

Ar­man­do Sco­ott dis­se ao Jor­nal de An­go­la que a par­ti­ci­pa­ção na mos­tra “Art Shop­ping” no Mu­seu do Lou­vre tra­duz-se num mar­co im­por­tan­te pa­ra a sua car­rei­ra ar­tís­ti­ca. “Sem­pre so­nhei ex­por no Mu­seu do Lou­vre, em Pa­ris, as­sim co­mo fi­ze­ram os gran­des mes­tres das ar­tes no mun­do, mais nun­ca pen­sei ex­por no mes­mo es­pa­ço com mais de 600 ar­tis­tas de to­do o uni­ver­so”, re­ve­la.

Pa­ra o ar­tis­ta, es­ta ex­po­si­ção é o mai­or pre­sen­te da sua car­rei­ra, pois co­mo dis­se “ain­da es­tá di­fí­cil acre­di­tar que ti­ve uma obra ex­pos­ta no Car­rou­sel du Lou­vre, du­ran­te três di­as, as­sim co­mo fui agra­ci­a­do com um cer­ti­fi­ca­do to­do ele em pra­ta pe­lo re­co­nhe­ci­men­to do meu tra­ba­lho”.

Vi­si­vel­men­te emo­ci­o­na­do, o pin­tor dis­se que o cer­ti­fi­ca­do que lhe fo­ra en­tre­gue de­di­ca aos seus pais, Ar­man­do Ma­ti­as Pombal e Ma­ria Luí­sa Pombal, que são as gran­des fon­tes de ins­pi­ra­ção pa­ra o seu tra­ba­lho ar­tís­ti­co. Ar­man­do Sco­ott par­ti­ci­pou na ex­po­si­ção em Pa­ris com a obra de pin­tu­ra “A Evo­lu­ção da Mu­lher An­go­la­na”, uma te­la de 60 por 80 cen­tí­me­tros.

A Art Shop­ping é uma ex­po­si­ção co­lec­ti­va que é re­a­li­za­da anu­al­men­te, em Pa­ris, no Car­rou­sel du Lou­vre, no Sa­lão In­ter­na­ci­o­nal de Ar­te Con­tem­po­râ­nea do mes­mo edi­fí­cio. Es­se ano co­me­mo­ra-se a dé­ci­ma no­na edi­ção, na qual par­ti­ci­pa­ram 600 ar­tis­tas de to­do o mun­do com mais de 1.500 obras de ar­te.

Nes­ta edi­ção, Ar­man­do Sco­ott foi o úni­co ar­tis­ta an­go­la­no a par­ti­ci­par na ex­po­si­ção co­lec­ti­va, a con­vi­te da sua ga­le­ria em Por­tu­gal, na qua­li­da­de de mem­bro da Associação Ami­go Ar­tes Ga­le­go Por­tu­gue­sa (AA­AGP). Pa­ra o pin­tor foi uma gran­de res­pon­sa­bi­li­da­de re­pre­sen­tar An­go­la no me­lhor mu­seu do mun­do, ten­do re­ce­bi­do mui­tos elo­gi­os dos co­le­gas de ar­te pe­la sua par­ti­ci­pa­ção na “Art Shop­ping”, con­si­de­ra­do a mai­or ex­po­si­ção de ar­te Con­tem­po­râ­nea do mun­do. O pin­tor la­men­tou o fac­to de não ter re­ce­bi­do qu­al­quer apoio de ins­ti­tui­ção de di­rei­to em An­go­la pa­ra a sua par­ti­ci­pa­ção na ex­po­si­ção co­lec­ti­va no Mu­seu de Lou­vre. “Re­cor­ri a vá­ri­as ins­ti­tui­ções no mês pas­sa­do, mais não foi bem su­ce­di­do”, de­sa­ba­fa o ar­tis­ta plás­ti­co.

Ape­sar de ter re­pre­sen­ta­do o país, “não sei o que se­ria da mi­nha par­ti­ci­pa­ção nes­sa ex­po­si­ção se não ti­ves­se o apoio fa­mi­li­ar e de al­gu­mas ins­ti­tui­ções pri­va­das em Por­tu­gal.”

AFP

Vis­ta ex­te­ri­or do Mu­seu do Lou­vre on­de o ar­tis­ta Ar­man­do Sco­ott par­ti­ci­pou nu­ma mos­tra com a obra de pin­tu­ra “A Evo­lu­ção da Mu­lher An­go­la­na”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.