De­ze­nas de ha­bi­ta­ções em ris­co de de­sa­ba­rem

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - ESTÁCIO CAMASSETE |

Mais de dez ha­bi­ta­ções cor­rem o ris­co de ser en­go­li­das pe­las ravinas no bair­ro da Ka­na­ta, ar­re­do­res da ci­da­de do Hu­am­bo, e os mo­ra­do­res so­li­ci­tam uma in­ter­ven­ção ur­gen­te do Go­ver­no.

Além do bair­ro da Ka­na­ta, as ravinas ame­a­çam tam­bém ruir re­si­dên­ci­as nos bair­ros de São João, Po­pu­lar e de São Jo­sé, dei­xan­do os mo­ra­do­res mui­to pre­o­cu­pa­dos.

As ravinas afec­tam mai­o­ri­ta­ri­a­men­te re­si­dên­ci­as cons­truí­das em zo­nas con­si­de­ra­das de ris­co, ao lon­go do rio Ka­lohum­bu­la, que pas­sa tam­bém pe­los bair­ros São Jo­sé, São João e Po­pu­lar.

A si­tu­a­ção tor­na-se mais gra­ve nes­ta épo­ca de chu­vas, quan­do os ri­os au­men­tam de cau­dal e trans­bor­dam, ame­a­çan­do, des­te mo­do, as ha­bi­ta­ções mais pró­xi­mas.

Os mo­ra­do­res re­si­den­tes nes­tas zo­nas, além de acon­se­lha­dos a sus­pen­der as obras de cons­tru­ção das su­as re­si­dên­ci­as ao lon­go des­te per­cur­so, fo­ram tam­bém aler­ta­dos a aban­do­nar o pe­rí­me­tro pa­ra não se agra­var a si­tu­a­ção.

Pre­o­cu­pa­do com a si­tu­a­ção, o go­ver­na­dor do Hu­am­bo, João Bap­tis­ta Kus­su­mua, efec­tu­ou qua­ra­fei­ra uma vi­si­ta de cons­ta­ta­ção a es­ses bair­ros, ten­do acon­se­lha­do os mo­ra­do­res a dei­xa­rem de cons­truir re­si­dên­ci­as em zo­nas de ris­co e por ci­ma das con­du­tas de água. “O Go­ver­no Pro­vin­ci­al vai to­mar me­di­das ne­ces­sá­ri­as pa­ra que as po­pu­la­ções dei­xem de er­guer ca­sas em zo­nas proi­bi­das e, além dis­so, vai con­ti­nu­ar a sen­si­bi­li­zar os mo­ra­do­res so­bre os ris­cos da cons­tru­ção nes­tas zo­nas”, dis­se.

O so­ba do bair­ro da Ka­na­ta, Er­nes­to So­pi­te, mos­trou-se es­pe­ran­ça­do, afir­man­do que a vi­si­ta do go­ver­na­dor pro­vin­ci­al po­de­rá dar so­lu­ção aos vá­ri­os pro­ble­mas que os mo­ra­do­res apre­sen­tam, prin­ci­pal­men­te das ravinas que aos pou­cos pro­gri­dem e ame­a­çam des­truir vá­ri­as ha­bi­ta­ções do seu bair­ro.

Além das ravinas, o bair­ro da Ka­na­ta de­ba­te-se tam­bém com a fal­ta de água po­tá­vel e os mo­ra­do­res con­so­mem água do rio Ka­lohum­bu­la, con­si­de­ra­da im­pró­pria pa­ra o uso hu­ma­no.

A au­to­ri­da­de tra­di­ci­o­nal la­men­tou igual­men­te o fac­to de as es­tra­das que dão aces­so ao bair­ro es­ta­rem to­tal­men­te da­ni­fi­ca­das e de as que po­de­ri­am ser­vir co­mo al­ter­na­ti­va es­ta­rem ino­pe­ran­tes há já mui­to tem­po.

O ci­da­dão João An­tó­nio, re­si­den­te no bair­ro há mais de 20 anos, diz que Ka­na­ta con­ti­nua sem­pre o mes­mo, sem es­tra­das, nem ener­gia eléc­tri­ca e com o sis­te­ma de sa­ne­a­men­to bá­si­co pre­cá­rio.

Ma­ria da Con­cei­ção, ou­tra mo­ra­do­ra do bair­ro Ka­na­ta, in­sa­tis­fei­ta com a si­tu­ção diz não ter se es­que­ci­do da fal­ta da pon­te que os li­ga com o bair­ro Ca­ci­lhas, que de­sa­bou de­vi­do à chu­va.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.