Nhan­ga de As­sun­ção vi­si­ta Quis­sa­ma

Pó­lo tu­rís­ti­co de Ca­bo Le­do e vi­la da Mu­xi­ma no fo­co da aten­ção do se­cre­tá­rio de Es­ta­do

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS -

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do do Ur­ba­nis­mo, Nhan­ga Ka­lun­ga de As­sun­ção, efec­tu­ou, na sex­ta-fei­ra, uma vi­si­ta de tra­ba­lho ao mu­ni­cí­pio da Quis­sa­ma, des­ti­na­da a inteirar-se do de­sen­vol­vi­men­to do pó­lo tu­rís­ti­co de Ca­bo Le­do, da har­mo­ni­za­ção das re­ser­vas fun­diá­ri­as e dos tra­ba­lhos de in­fraes­tru­tu­ras in­te­gra­das de ex­pan­são da vi­la da Mu­xi­ma.

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do fez-se acom­pa­nhar pe­los di­rec­to­res na­ci­o­nais dos mi­nis­té­ri­os do Ur­ba­nis­mo e Ha­bi­ta­ção, do Am­bi­en­te, da Ho­te­la­ria e Tu­ris­mo e por re­pre­sen­tan­tes do Go­ver­no Pro­vin­ci­al de Lu­an­da.

Na oca­sião, foi da­do a co­nhe­cer que 1.700 pes­so­as vão be­ne­fi­ci­ar do pro­jec­to de in­fra-es­tru­tu­ra­ção da re­ser­va fun­diá­ria da Mu­xi­ma, que abar­ca uma área de 25 hec­ta­res, on­de já es­tão cons­truí­das cem ca­sas do ti­po T2 e T3.

O di­rec­tor na­ci­o­nal de In­fra-es­tru­tu­ras Ur­ba­nas do Mi­nis­té­rio do Ur­ba­nis­mo e Ha­bi­ta­ção, Fernando Se­bas­tião Fran­cis­co, dis­se: “Se ti­ver­mos em con­si­de­ra­ção as cem ca­sas e tam­bém a par­te que es­tá in­fra-es­tru­tu­ra­da, on­de ain­da não te­mos as re­si­dên­ci­as, es­ta­mos a fa­lar de um nú­me­ro aci­ma de 250 lo­tes”.

O ad­mi­nis­tra­dor mu­ni­ci­pal da Quis­sa­ma, Vi­cen­te Fran­cis­co So­a­res, deu a co­nhe­cer que a mu­ni­ci­pa­li­da­de es­tá a ce­der ter­re­nos pa­ra a au­to­cons­tru­ção.

“Nes­te mo­men­to, pa­ra os es­pa­ços fo­ra dos ter­re­nos in­fra-es­tru­tu­ra­dos, já co­me­ça­mos a re­ce­ber so­li­ci­ta­ções. O nos­so Ga­bi­ne­te Ju­rí­di­co tra­ba­lha na vi­a­bi­li­za­ção dos pro­ces­sos de tra­mi­ta­ção, pa­ra que as pes­so­as te­nham aces­so aos ter­re­nos.”

O di­rec­tor-ge­ral do Pó­lo Tu­rís­ti­co de Ca­bo Le­do, Lu­cré­cio da Sil­va Man­guei­ra Jú­ni­or, ex­pli­cou que uma das com­pe­tên­ci­as des­te ór­gão é o or­de­na­men­to do ter­ri­tó­rio. Pre­ci­sou que o pro­jec­to já pas­sou da fa­se da pla­ni­fi­ca­ção, de­ven­do se­guir, em bre­ve, pa­ra a se­gun­da fa­se, que con­sis­te na exe­cu­ção das pri­mei­ras in­fra-es­tru­tu­ras. “A pla­ni­fi­ca­ção con­sis­te no Pla­no Di­rec­tor, que já es­tá ela­bo­ra­do e na fa­se fi­nal de apro­va­ção”, fri­sou.

Lu­cré­cio da Sil­va Man­guei­ra Jú­ni­or es­cla­re­ceu que o Pla­no Di­rec­tor do Pó­lo Tu­rís­ti­co do Ca­bo Le­do con­tem­pla os equi­pa­men­tos ne­ces­sá­ri­os pa­ra um pó­lo tu­rís­ti­co, a pers­pec­ti­va de ge­ra­ção de pos­tos de tra­ba­lho, a ne­ces­si­da­de de in­fra-es­tru­tu­ras pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel e a pro­tec­ção am­bi­en­tal. In­for­mou que a po­pu­la­ção lo­cal vai be­ne­fi­ci­ar com a ma­te­ri­a­li­za­ção do pó­lo tu­rís­ti­co. Lu­cré­cio da Sil­va Man­guei­ra Jú­ni­or ga­ran­tiu que as es­tru­tu­ras de co­or­de­na­ção do Pó­lo Tu­rís­ti­co de Ca­bo Le­do “vão co­a­bi­tar com a Ad­mi­nis­tra­ção lo­cal do Es­ta­do e res­pei­tar to­das as su­as re­gras”.

Ana Ma­ria Cordeiro Al­ves, ad­mi­nis­tra­do­ra co­mu­nal de Ca­bo Le­do, des­ta­cou a ener­gia eléc­tri­ca e a água po­tá­vel co­mo as gran­des pre­o­cu­pa­ções da po­pu­la­ção da co­mu­na.

DR

Nhan­ga Ka­lun­ga de As­sun­ção (à es­quer­da) quan­do ou­via ex­pli­ca­ções so­bre um dos pro­jec­tos que vi­si­tou no mu­ni­cí­pio da Quis­sa­ma

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.