Lu­a­ca­no du­pli­ca pro­du­ção na pre­sen­te épo­ca agrí­co­la

Jornal de Angola - - PARTADA -

A pro­du­ção agrí­co­la de Lu­a­ca­no atin­ge, na épo­ca de 2016 a 2017, as 160 to­ne­la­das de ar­roz, man­di­o­ca, mi­lho e gin­gu­ba, exac­ta­men­te o do­bro do pro­du­zi­do na úl­ti­ma cam­pa­nha, anun­ci­ou on­tem à An­gop o di­rec­tor mu­ni­ci­pal da Agri­cul­tu­ra em exer­cí­cio.

Cas­tro Chi­pum­bo dis­se que fo­ram pre­pa­ra­dos 14.308 hec­ta­res de ter­ra, dez dos quais de for­ma me­ca­ni­za­da, e que a épo­ca en­vol­ve 28.596 cam­po­ne­ses reu­ni­dos em 11 as­so­ci­a­ções.

O di­rec­tor mu­ni­ci­pal da Agri­cul­tu­ra afir­mou que os cam­po­ne­ses re­ce­be­ram ofer­tas em ins­tru­men­tos agrí­co­las e adu­bos pa­ra mi­ni­mi­za­rem os cus­tos de pro­du­ção.

O ano agrí­co­la fin­do, que per­mi­tiu uma co­lhei­ta de 80 to­ne­la­das em 11.334 hec­ta­res de ter­ra cul­ti­va­das com man­di­o­ca, gin­gu­ba, ar­roz, mi­lho e ou­tros pro­du­tos do cam­po, foi po­si­ti­vo, con­si­de­rou.

Mi­lho e so­ja

A fa­zen­da agro­pe­cuá­ria pri­va­da “Mu­lha­ta” pre­vê a pro­du­ção de mi­lho e so­ja par­tir de 2017, pa­ra con­tri­buir pa­ra a au­to-su­fi­ci­ên­cia em ce­re­ais, anun­ci­ou o pro­pri­e­tá­rio, Ben­ja­mim Afon­so. A fa­zen­da, lo­ca­li­za­da 12 qui­ló­me­tros sul do Lu­e­na, vai con­tri­buir no com­ba­te à fo­me e pa­ra a di­mi­nui­ção da im­por­ta­ção des­ses pro­du­tos, pe­lo que con­ta com o apoio do Mi­nis­té­rio da Agri­cul­tu­ra que pro­me­teu for­ne­cer ao pro­jec­to mais de 200 to­ne­la­das de ra­ção.

Ben­ja­mim Afon­so re­fe­riu que as exi­gên­ci­as do sec­tor agro-pe­cuá­rio na pro­du­ção de ali­men­tos obri­ga­rão a aqui­si­ção de bi­o­di­ges­tor, equi­pa­men­tos de tec­no­lo­gi­as sim­ples uti­li­za­das na trans­for­ma­ção de de­jec­tos de ani­mais em bi­o­fer­ti­li­zan­tes, di­mi­nuin­do os cus­tos de com­bus­tí­vel.

Afir­mou que os equi­pa­men­tos se­rão usa­dos na la­vou­ra e na pro­du­ção de bi­o­gás mui­to útil co­mo fon­te de ener­gia, além de con­tri­buir na cons­ci­ên­cia eco­ló­gi­ca, pre­ser­van­do o meio em que se vi­ve.

A fa­zen­da “Mu­lha­ta” de­sen­vol­ve ain­da pro­jec­tos de cri­a­ção de ani­mais, co­mo ga­li­nhas, pa­tos e por­cos, de­pois de um in­ves­ti­men­to glo­bal de 1,975 mi­lhões de dó­la­res (329 mi­lhões de kwan­zas).

A pro­du­ção agro-pe­cuá­ria es­tá em ex­pan­são na pro­vín­cia do Moxico, on­de, ao lon­go de vá­ri­as dé­ca­das, foi plan­ta­da uma quan­ti­da­de tal de mi­nas ter­res­tres, que im­pe­dia o cul­ti­vo e o pas­to de ga­do, ape­sar da abun­dân­cia des­tes re­cur­sos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.