Uni­tel lan­ça cam­pa­nha a mos­trar bons exem­plos

Jornal de Angola - - SOCIEDADE -

A ope­ra­do­ra na­ci­o­nal de te­le­fo­nia mó­vel Uni­tel pro­ce­deu na ter­ça­fei­ra ao lan­ça­men­to da cam­pa­nha “Um por to­dos, to­dos por An­go­la”, no âm­bi­to das co­me­mo­ra­ções do 41º aniversário da In­de­pen­dên­cia Na­ci­o­nal, a as­si­na­lar-se ama­nhã.

De acor­do com o di­rec­tor de re­la­ções ins­ti­tu­ci­o­nais e res­pon­sa­bi­li­da­de so­ci­al da Uni­tel, Hum­ber­to Mbo­te, a cam­pa­nha, que es­tá igual­men­te en­qua­dra­da no pla­no de res­pon­sa­bi­li­da­de so­ci­al da em­pre­sa, vai mos­trar o que de bom exis­te na so­ci­e­da­de an­go­la­na. “O pro­jec­to vi­sa ce­le­brar, com to­dos os an­go­la­nos, o aniversário da In­de­pen­dên­cia do país, atra­vés da his­tó­ria de cin­co pes­so­as que, mo­vi­das pe­la von­ta­de de mu­dar re­a­li­da­des, de­di­cam o seu tem­po a me­lho­rar a vi­da de cri­an­ças e jo­vens nas su­as co­mu­ni­da­des”, ex­pli­cou.

A Uni­tel pre­ten­de, se­gun­do afirmação de Hum­ber­to Mbo­te, atra­vés de exem­plos de pes­so­as co­muns, “ins­pi­rar ben­fei­to­res anó­ni­mos que no dia-a-dia es­tão a mu­dar e me­lho­rar o país com as su­as ac­ções”. O res­pon­sá­vel fri­sou que a cam­pa­nha, apa­dri­nha­da pe­lo mú­si­co An­sel­mo Ralph, é tam­bém uma for­ma de a ope­ra­do­ra de te­le­fo­nia mó­vel dar a co­nhe­cer ao pú­bli­co um pou­co do que tem fei­to, mos­tran­do os bons exem­plos e as vi­as que per­mi­tem aju­dar quem ne­ces­si­ta de aju­da, sem o re­cur­so a mui­to di­nhei­ro.

A Uni­tel, mai­or com­pa­nhia de te­le­fo­nia mó­vel do país, co­lo­ca o fo­co das su­as ac­ti­vi­da­des de res­pon­sa­bi­li­da­de so­ci­al nos sec­to­res da Saú­de, Edu­ca­ção e inovação, ba­se­an­do-se nas su­as va­lên­ci­as em­pre­sa­ri­ais, no­me­a­da­men­te a qua­li­da­de e ex­ten­são da sua re­de téc­ni­ca, de pro­du­tos, ser­vi­ços e de re­cur­sos hu­ma­nos ca­pa­ci­ta­dos.

Res­pon­sa­bi­li­da­de so­ci­al

Dos pro­jec­tos que tem em im­ple­men­ta­ção des­ta­cam-se “Stop Ma­lá­ria”, cu­ja me­ta é con­tri­buir pa­ra a re­du­ção da mor­ta­li­da­de in­fan­til em An­go­la cau­sa­da pe­la ma­lá­ria, atra­vés da sen­si­bi­li­za­ção e edu­ca­ção so­bre a do­en­ça; “Li­nha 15.020 vi­o­lên­cia do­més­ti­ca”, pa­ra pres­tar as­sis­tên­cia às ví­ti­mas de vi­o­lên­cia do­més­ti­ca, atra­vés do pa­tro­cí­nio de uma li­nha te­le­fó­ni­ca gra­tui­ta dis­po­ní­vel pa­ra de­nún­ci­as 24 so­bre 24 ho­ras e “PIN Pe­o­ple in Ne­ed”, pa­ra aju­dar a re­du­zir as mor­tes de re­cém-nas­ci­dos, de mães e os ní­veis de des­nu­tri­ção agu­da. A cons­tru­ção de pon­tos de água no Cu­ne­ne, de mo­do a for­ne­cer es­te lí­qui­do às co­mu­ni­da­des e au­men­tar o sa­ne­a­men­to bá­si­co e a hi­gi­e­ne; a me­lho­ria da al­fa­be­ti­za­ção e ha­bi­li­da­des ma­te­má­ti­cas atra­vés do te­le­mó­vel, com o pro­gra­ma “Al­deia” e a dis­po­ni­bi­li­za­ção de con­teú­dos aca­dé­mi­cos pa­ra o en­si­no pré-uni­ver­si­tá­rio e uni­ver­si­tá­rio com o por­tal Lu­so-Aca­de­mia e o for­ne­ci­men­to do ser­vi­ço de in­ter­net pa­ra es­co­las, hos­pi­tais e in­cu­ba­do­ras fa­zem igual­men­te par­te da car­tei­ra de pro­jec­tos de res­pon­sa­bi­li­da­de so­ci­al da em­pre­sa de te­le­fo­nia mó­vel.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.