Rús­sia tem ga­nhos nas ne­go­ci­a­ções so­bre o pe­tró­leo

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

A Rús­sia en­cai­xou mais de seis mil mi­lhões de dó­la­res, só por ter acei­ta­do par­ti­ci­par nas ne­go­ci­a­ções com a OPEP, com vis­ta a re­du­zir os ní­veis de pro­du­ção de pe­tró­leo.

A no­tí­cia foi avan­ça­da on­tem pe­la agên­cia Blo­om­berg, que ci­ta du­as fon­tes pró­xi­mas do pro­ces­so. A par­ti­ci­pa­ção da Rús­sia nas ne­go­ci­a­ções, que se ar­ras­ta­ram du­ran­te me­ses, con­tri­buiu pa­ra o au­men­to do pre­ço do pe­tró­leo.

A ma­té­ria-pri­ma ne­go­ci­a­va em mí­ni­mos de 12 anos em Ja­nei­ro, a 27 dó­la­res por bar­ril. A es­pe­cu­la­ção em tor­no de um pos­sí­vel acor­do en­tre a Or­ga­ni­za­ção de Paí­ses Pro­du­to­res de Pe­tró­leo (OPEP) e a Rús­sia fez su­bir os pre­ços pa­ra uma mé­dia anu­al de 44 dó­la­res por bar­ril, o que fez dis­pa­rar os lu­cros do mai­or ex­por­ta­dor mun­di­al de re­cur­sos ener­gé­ti­cos.

Cer­ca de 40 por cen­to das re­cei­tas da eco­no­mia rus­sa são pro­ve­ni­en­tes do gás e do pe­tró­leo. A que­da do pre­ço do pe­tró­leo que te­ve iní­cio no fi­nal de 2014 pro­vo­cou uma cri­se eco­nó­mi­ca na Rús­sia, que en­fren­ta o se­gun­do ano con­se­cu­ti­vo de re­ces­são e re­gis­ta o dé­fi­ce or­ça­men­tal mais ele­va­do dos úl­ti­mos seis anos.

A Rús­sia pro­du­ziu 11,2 mi­lhões de bar­ris de pe­tró­leo por dia em Outubro, o va­lor mais al­to des­de o fim da União So­vié­ti­ca. O mi­nis­tro rus­so da Ener­gia ga­ran­te que o país po­de con­ge­lar os ní­veis de pro­du­ção se a OPEP che­gar a um acor­do de­fi­ni­ti­vo no fi­nal des­te mês.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.