Três mi­lhões so­frem de ane­mia fal­ci­for­me

Jornal de Angola - - DESPORTO - ANA PAULO |

Cer­ca de três mi­lhões de pes­so­as em An­go­la so­frem de ane­mia fal­ci­for­me, e to­dos os anos são di­ag­nos­ti­ca­dos no país mais de mil ca­sos, in­for­mou on­tem, em Luanda, a di­rec­to­ra clí­ni­ca do Hos­pi­tal Pediátrico David Bernardino.

El­sa Go­mes, que dis­cur­sa­va no se­mi­ná­rio so­bre nu­tri­ção na ane­mia de cé­lu­las fal­ci­for­mes, di­ri­gi­do aos pais com fi­lhos que so­frem da do­en­ça, dis­se que o hos­pi­tal pediátrico con­ta com um cen­tro de apoio, que aten­de em mé­dia 60 cri­an­ças por dia com fal­ci­for­ma­ção.

Pro­mo­vi­da pe­la Fun­da­ção Lwini, em par­ce­ria com o Mi­nis­té­rio da Saú­de, a pa­les­tra foi tes­te­mu­nha­da pe­la vi­ce-go­ver­na­do­ra de Luanda pa­ra área Po­lí­ti­ca e So­ci­al, Jo­ve­li­na Im­pe­ri­al.

A di­rec­to­ra clí­ni­ca do Hos­pi­tal Pediátrico David Bernardino con­si­de­rou cres­cen­te o nú­me­ro de do­en­tes com ane­mia fal­ci­for­me no país, e aler­tou os pais pa­ra os cui­da­dos a te­rem com os fi­lhos por­ta­do­res.

El­sa Go­mes lem­brou que em anos an­te­ri­o­res, 90 por cen­to dos do­en­tes com ane­mia fal­ci­for­me ti­nham co­mo li­mi­te de vi­da 20 anos, por­que não ha­via dis­po­ni­bi­li­da­de de va­ci­nas e in­for­ma­ções so­bre a pa­to­lo­gia.

“Com va­ci­nas e mais in­for­ma­ções so­bre a do­en­ça, os do­en­tes po­dem vi­ver mais tem­po,” ga­ran­tiu a pe­di­a­tra, pa­ra qu­em o que le­va à mor­te dos do­en­tes com a pa­to­lo­gia são as com­pli­ca­ções da do­en­ça e não a do­en­ça em si.El­sa Go­mes fa­lou ain­da da im­por­tân­cia da ali­men­ta­ção nos do­en­tes com fal­ci­for­ma­ção, acres­cen­tan­do que uma nu­tri­ção cui­da­da po­de de­sa­gra­var a do­en­ça e in­fluir no cres­ci­men­to sau­dá­vel das cri­an­ças. Aos pais e en­car­re­ga­dos de edu­ca­ção, El­sa Go­mes acon­se­lhou a ac­tu­a­li­za­rem a va­ci­na­ção, prá­ti­ca de exer­cí­ci­os fí­si­cos e par­ti­ci­pa­ção em pa­les­tras so­bre a do­en­ça pro­mo­vi­das pe­lo Mi­nis­té­rio da Saú­de.

A vi­ce-go­ver­na­do­ra de Luanda elo­gi­ou a ini­ci­a­ti­va do Mi­nis­té­rio da Saú­de e par­cei­ros pe­la re­a­li­za­ção do se­mi­ná­rio e ape­lou pa­ra a ob­ser­vân­cia do di­ag­nós­ti­co pa­ra a des­co­ber­ta an­te­ci­pa­da da do­en­ça.

“De­ve­mos con­ti­nu­ar a pres­tar uma mai­or aten­ção à do­en­ça, por não ter cu­ra e re­que­rer mui­tos cui­da­dos”, acon­se­lhou Jo­ve­li­na Im­pe­ri­al. No fi­nal da pa­les­tra os pais e en­car­re­ga­dos de edu­ca­ção ti­ve­ram au­la prá­ti­ca de cu­li­ná­ria e re­ce­be­ram ces­tas bá­si­cas, do­a­das pe­lo su­per­mer­ca­do “In­ter­ma­ket” e por uma fun­da­ção eu­ro­peia que pres­ta ser­vi­ços em An­go­la.

VIGAS DA PURIFICAÇÃO

Pais de­vem sa­ber so­bre a do­en­ça

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.