Po­lí­cia Na­ci­o­nal bus­ca co­la­bo­ra­ção das igre­jas lo­cais

Jornal de Angola - - SOCIEDADE -

O Co­man­do da Po­lí­cia Na­ci­o­nal na In­gom­bo­ta, em Lu­an­da, es­tá a le­var ca­bo encontros com as igre­jas se­de­a­das no dis­tri­to, no âm­bi­to do pro­jec­to de po­li­ci­a­men­to de pro­xi­mi­da­de e de pre­ven­ção da cri­mi­na­li­da­de.

O co­man­dan­te lo­cal, in­ten­den­te­che­fe Ma­teus João, deu a co­nhe­cer que o pri­mei­ro en­con­tro foi com os fiéis da Igre­ja do Sé­ti­mo Dia, du­ran­te um cul­to na igre­ja cen­tral, no bair­ro Ma­cu­lus­so. “As igre­jas são um gran­de seg­men­to pa­ra a pre­ven­ção e re­pres­são da cri­mi­na­li­da­de, por se­rem um ele­men­to fun­da­men­tal das co­mu­ni­da­des”, dis­se, sa­li­en­tan­do que são ain­da im­por­tan­tes por al­ber­ga­rem um nú­me­ro con­si­de­rá­vel de pes­so­as.

Ou­tros par­cei­ros no âm­bi­to do po­li­ci­a­men­to de pro­xi­mi­da­de, se­gun­do Ma­teus João, são a fa­mí­lia, a es­co­la, as au­to­ri­da­des tra­di­ci­o­nais, as or­ga­ni­za­ções não go­ver­na­men­tais e os ór­gãos de co­mu­ni­ca­ção so­ci­al. Pa­ra o in­ten­den­te-che­fe, o mo­de­lo de po­li­ci­a­men­to de pro­xi­mi­da­de per­mi­te en­cur­tar a dis­tân­cia en­tre a Po­lí­cia e o ci­da­dão e o au­men­to dos ní­veis de con­fi­an­ça re­cí­pro­ca. “Com um mo­de­lo de po­li­ci­a­men­to que jun­ta a Po­lí­cia e a co­mu­ni­da­de, os ní­veis de con­fi­an­ça au­men­tam e, na­tu­ral­men­te, a Po­lí­cia pas­sa a co­nhe­cer me­lhor os pro­ble­mas da po­pu­la­ção. E a po­pu­la­ção fi­ca a co­nhe­cer me­lhor os nos­sos pro­ble­mas e as nos­sas in­ten­ções”, as­se­gu­rou.

O dis­tri­to ur­ba­no da In­gom­bo­ta com­por­ta os bair­ros da In­gom­bo­ta (se­de), Ilha do Ca­bo, Pa­tri­ce Lu­mum­ba, Ma­cu­lus­so e Ki­nan­ga.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.