Pre­pa­ra­ti­vos re­gis­tam atra­sos

To­ma­da de pos­se do elen­co elei­to es­tá a in­vi­a­bi­li­zar ac­ções

Jornal de Angola - - DESPORTO - AN­TÓ­NIO DE BRITO |

A 38 di­as do ti­ro de lar­ga­da da 61.ª edi­ção da cor­ri­da de fim de ano São Silvestre de Lu­an­da, não se vis­lum­bram si­nais vi­sí­veis acer­ca dos pre­pa­ra­ti­vos da pro­va, ao con­trá­rio das an­te­ri­o­res re­a­li­za­ções, e não se sa­be ain­da quem vai as­su­mir a or­ga­ni­za­ção da com­pe­ti­ção.

A re­a­li­za­ção das elei­ções na Fe­de­ra­ção An­go­la­na de Atle­tis­mo (FAA), que cul­mi­na­ram com a vi­tó­ria nas ur­nas de Ber­nar­do João so­bre o pre­si­den­te ces­san­te, Car­los Ro­sa, es­tá a in­vi­a­bi­li­zar a or­ga­ni­za­ção da cor­ri­da, vis­to que o elen­co vencedor ain­da não to­mou pos­se.

Com ob­jec­ti­vo de en­con­trar uma saí­da pa­ra o su­ces­so da com­pe­ti­ção, Ber­nar­do João e Car­los Ro­sa reú­nem-se ama­nhã pa­ra de­fi­nir com quem fi­ca a in­cum­bên­cia de or­ga­ni­zar a tra­di­ci­o­nal cor­ri­da pe­des­tre, que to­dos os anos saí às ru­as da ca­pi­tal an­go­la­na no dia 31 de De­zem­bro.

Mui­to es­tá por ser fei­to, por­que a cor­ri­da nem se­quer es­tá or­ça­men­ta­da. A si­tu­a­ção fi­nan­cei­ra que o país atra­ves­sa, de­vi­do à bai­xa do pre­ço do bar­ril de pe­tró­leo no mer­ca­do in­ter­na­ci­o­nal, po­de in­flu­en­ci­ar na pre­sen­ça de atle­tas es­tran­gei­ros, ha­bi­tu­al­men­te con­vi­da­dos pa­ra a com­pe­ti­ção. Do pon­to de vis­ta ad­mi­nis­tra­ti­vo e fi­nan­cei­ro os pas­sos es­tão a ser da­dos, mas de for­ma mui­to tí­mi­da. A or­ga­ni­za­ção ain­da não tem de­fi­ni­dos os va­lo­res a atri­buir co­mo pré­mi­os dos fun­dis­tas, por­que o or­ça­men­to não es­tá fei­to.

Adri­a­no Nu­nes, ex-pre­si­den­te da di­rec­ção ces­san­te, dis­se on­tem, no pro­gra­ma Clu­be An­go­la da Rá­dio Cin­co, que o atra­so nos pre­pa­ra­ti­vos da São Silvestre es­tá in­ter­li­ga­do às ques­tões eco­nó­mi­cas do país.

Ape­sar da si­tu­a­ção fi­nan­cei­ra, Adri­a­no Nu­nes ga­ran­tiu que a cor­ri­da sem­pre se re­a­li­za. “A São Silvestre tem de sair. Não há mo­ti­vos pa­ra sus­pen­der a pro­va. Os pas­sos ad­mi­nis­tra­ti­vos es­tão a ser da­dos. Se os di­nhei­ros fo­rem dis­po­ni­bi­li­za­dos, e ter­mos ga­ran­ti­as de pa­ga­men­to da pre­mi­a­ção de di­vi­sas aos atle­tas es­tran­gei­ros, es­tes se­rão con­vi­da­dos”, re­fe­riu o ex-di­rec­tor téc­ni­co da pro­va. Qu­an­to aos apoi­os fi­nan­cei­ros dos pa­tro­ci­na­do­res da pro­va, Adri­a­no Nu­nes adi­an­tou que al­guns es­tão a cum­prir com as su­as obri­ga­ções. Se o elen­co de Ber­nar­do João não pu­der or­ga­ni­zar a São Silvestre, o ex-pre­si­den­te do elen­co an­te­ri­or as­se­gu­rou que o ces­san­te assume a res­pon­sa­bi­li­da­de. “Ca­so eles não pos­sam, es­ta­re­mos em con­di­ções de o fa­zer. A es­ta al­tu­ra já tí­nha­mos tu­do pre­pa­ra­do”, dis­se Adri­a­no Nu­nes.

O fun­dis­ta Artur Santiago pre­co­ni­za uma me­lhor or­ga­ni­za­ção, com­pa­ra­ti­va­men­te às ou­tras pro­vas. “Gos­ta­va que es­te ano a cor­ri­da su­pe­ras­se as an­te­ri­o­res. Os atle­tas es­tão an­si­o­sos por sa­ber quem vai fi­car com a com­pe­ti­ção” . Fi­li­pe Vi­e­te, an­ti­go pra­ti­can­te da mo­da­li­da­de, la­men­tou o atra­so nos pre­pa­ra­ti­vos da cor­ri­da. “Não te­nho pre­fe­rên­ci­as pe­los or­ga­ni­za­do­res. Na­da es­tá a ser fei­to” , dis­se, de­sa­pon­ta­do.

Tra­di­ci­o­nal cor­ri­da pe­des­tre de fim de ano cor­re o ris­co de não sair às ru­as de Lu­an­da de­vi­do a pro­ble­mas na pas­sa­gem de tes­te­mu­nho

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.