Re­cei­tas pe­tro­lí­fe­ras in­cre­men­tam lu­cros

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

O bar­ril de pe­tró­leo bru­to ex­por­ta­do por An­go­la atin­giu em Ou­tu­bro o se­gun­do me­lhor pre­ço do ano (45,6 dó­la­res), ape­sar de as re­cei­tas fis­cais te­rem caí­do pa­ra 117.891 mi­lhões de kwan­zas (670 mi­lhões de eu­ros). Da­dos do Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças in­di­cam que An­go­la ex­por­tou em Ou­tu­bro 47.392.178 bar­ris de pe­tró­leo, me­nos 8.683.297 fa­ce a Se­tem­bro, mas com ca­da bar­ril a ser ven­di­do qua­se cin­co dó­la­res mais ca­ro.

A co­ta­ção do bar­ril de pe­tró­leo bru­to ven­di­do apro­xi­mou-se do me­lhor re­gis­to do ano, ve­ri­fi­ca­do em Ju­nho, en­tão aci­ma dos 46,6 dó­la­res. An­go­la to­ta­li­zou ven­das glo­bais de pe­tró­leo de mais de 2,13 mil mi­lhões de dó­la­res em Ou­tu­bro. Ape­sar da for­te que­bra no vo­lu­me ex­por­ta­do, as re­cei­tas fis­cais com es­tas ven­das des­ce­ram ape­nas 0,2 por cen­to, pas­san­do de 118.133 mi­lhões de kwan­zas pa­ra 117.891 mi­lhões, no es­pa­ço de um mês.

An­go­la apro­vou em Se­tem­bro uma re­vi­são do Or­ça­men­to Ge­ral do Es­ta­do (OGE) de 2016, al­te­ran­do a pre­vi­são do pre­ço mé­dio de ex­por­ta­ção de ca­da bar­ril de pe­tró­leo, em to­do o ano, pa­ra 41 dó­la­res, con­tra os an­te­ri­o­res 45.

Pa­ra 2017, na pro­pos­ta do OGE em dis­cus­são no Par­la­men­to, a pre­vi­são de re­cei­tas do Go­ver­no apon­ta pa­ra 46 dó­la­res o pre­ço mé­dio de ex­por­ta­ção de ca­da bar­ril de pe­tró­leo. Há dois anos, An­go­la re­ce­bia por ca­da bar­ril ex­por­ta­do mais de 100 dó­la­res, mas o va­lor che­gou a mí­ni­mos de vá­ri­os anos em Mar­ço pas­sa­do, quan­do se ci­frou em 30,4 dó­la­res.

Na ori­gem des­tes da­dos es­tão nú­me­ros so­bre a re­cei­ta ar­re­ca­da­da com o Im­pos­to so­bre o Ren­di­men­to do Pe­tró­leo (IRP), Im­pos­to so­bre a Pro­du­ção de Pe­tró­leo (IPP), Im­pos­to so­bre a Tran­sac­ção de Pe­tró­leo (ITP) e re­cei­tas da con­ces­si­o­ná­ria na­ci­o­nal, re­la­ti­vos a 12 con­ces­sões pe­tro­lí­fe­ras na­ci­o­nais.

Os da­dos cons­tan­tes nes­tes re­la­tó­ri­os do Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças re­sul­tam das de­cla­ra­ções fis­cais sub­me­ti­das à Di­rec­ção Na­ci­o­nal de Im­pos­tos pe­las com­pa­nhi­as pe­tro­lí­fe­ras, in­cluin­do a con­ces­si­o­ná­ria na­ci­o­nal an­go­la­na, a em­pre­sa pú­bli­ca So­nan­gol. An­go­la é ac­tu­al­men­te o se­gun­do mai­or pro­du­tor de pe­tró­leo em Áfri­ca, mas atra­ves­sa des­de o fi­nal de 2014 uma for­te cri­se fi­nan­cei­ra, eco­nó­mi­ca e cam­bi­al de­cor­ren­te da que­bra pa­ra me­ta­de nas re­cei­tas da ex­por­ta­ção de pe­tró­leo.

A So­nan­go apre­sen­tou uma que­da de 34 por cen­to na re­cei­ta do ano pas­sa­do, fa­ce a 2014, re­gis­tan­do igual­men­te uma des­ci­da dos lu­cros na or­dem dos 45 por cen­to, de­vi­do à que­da do pre­ço do bar­ril. A re­cei­ta to­tal da pe­tro­lí­fe­ra na­ci­o­nal foi de 2,2 tri­liões de kwan­zas du­ran­te o ano pas­sa­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.