Mi­lha­res de alu­nos aban­do­nam as au­las

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - ALFREDO FERREIRA |

Mais de cin­co mil alu­nos, na sua mai­o­ria mu­lhe­res, da pro­vín­cia do Ben­go aban­do­na­ram o sis­te­ma nor­mal de en­si­no, uma si­tu­a­ção que pre­o­cu­pa a Di­rec­ção Pro­vin­ci­al da Edu­ca­ção, Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia, dis­se on­tem, na ci­da­de de Ca­xi­to, o res­pon­sá­vel do sec­tor.

An­tó­nio Qui­no, que fa­la­va du­ran­te uma con­fe­rên­cia de im­pren­sa, apon­tou ra­zões de mi­gra­ção, ca­sos de gra­vi­dez pre­co­ce, cul­tu­rais, re­li­gi­o­sos e de fa­le­ci­men­to co­mo as prin­ci­pais cau­sas do aban­do­no es­co­lar. Ex­pli­cou que, pa­ra os res­pon­sá­veis e en­car­re­ga­dos de edu­ca­ção, a de­sis­tên­cia de um alu­no é sem­pre um ca­so de pre­o­cu­pa­ção, daí que to­dos se de­vem es­for­çar pa­ra ba­nir es­te fe­nó­me­no.

Pa­ra con­tra­por a si­tu­a­ção, dis­se que foi cri­a­da a ní­vel do Go­ver­no Pro­vin­ci­al do Ben­go uma co­mis­são pa­ra se es­tu­dar e apu­rar os fac­to­res que fa­zem com que mui­tos alu­nos aban­do­nem os es­tu­dos e, que no fu­tu­ro, ca­sos do gé­ne­ro, não vol­tem a acon­te­cer.

Du­ran­te a con­fe­rên­cia de im­pren­sa, o director da Edu­ca­ção in­for­mou que, du­ran­te o pre­sen­te ano lec­ti­vo pres­tes a ter­mi­nar, fo­ram ma­tri­cu­la­dos 134.710 alu­nos, dos quais 111.131 com apro­vei­ta­men­to po­si­ti­vo e 17. 890 sem apro­vei­ta­men­to.

O sis­te­ma de en­si­no pú­bli­co, pri­va­do e com­par­ti­ci­pa­do foi as­se­gu­ra­do por 4.115 do­cen­tes. Des­te nú­me­ro, 120 do en­si­no téc­ni­co-pro­fis­si­o­nal, 175 pa­ra o en­si­no se­cun­dá­rio, 1.494 pa­ra o pri­mei­ro ci­clo e 2.326 pa­ra o pri­má­rio. A pro­vín­cia do Ben­go con­ta com 293 es­co­las pú­bli­cas, três pri­va­das e cin­co com­par­ti­ci­pa­das, o que per­faz 1.216 sa­las de au­la da re­de pú­bli­ca, 138 pri­va­das e 160 com­par­ti­ci­pa­das.

Pro­gra­ma de Al­fa­be­ti­za­ção

Um to­tal de 14.935 foi al­fa­be­ti­za­do es­te ano pela Di­rec­ção Pro­vin­ci­al da Edu­ca­ção, Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia do Ben­go. A ideia é er­ra­di­car o anal­fa­be­tis­mo e cum­prir com as me­tas pre­co­ni­za­das até 2025, ten­do em con­ta a se­gun­da fa­se do pro­gra­ma de Al­fa­be­ti­za­ção e Ace­le­ra­ção Es­co­lar de 2016.

Des­te nú­me­ro de al­fa­be­ti­za­dos, 10.273 ti­ve­ram bom apro­vei­ta­men­to e 2.387 re­pro­va­ram. Do gru­po de alu­nos apro­va­dos, 5.383 são do gé­ne­ro mas­cu­li­no. An­tó­nio Qui­no en­co­ra­jou os al­fa­be­ti­za­do­res e a so­ci­e­da­de ci­vil no sen­ti­do de en­ga­ja­rem-se pa­ra al­can­çar os ob­jec­ti­vos, que é er­ra­di­car o anal­fa­be­tis­mo até 2025. O director pro­vin­ci­al da Edu­ca­ção, Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia, An­tó­nio Qui­no, anun­ci­ou pa­ra o pró­xi­mo ano o ma­pe­a­men­to pa­ra se sa­ber o nú­me­ro da po­pu­la­ção anal­fa­be­ta.

A Es­co­la Su­pe­ri­or Pe­da­gó­gi­ca do Ben­go e a Es­co­la de Pro­fes­so­res do Fu­tu­ro têm con­tri­buí­do pa­ra a er­ra­di­ca­ção do anal­fa­be­tis­mo, com ba­se no pro­jec­to “Uma vi­são da al­fa­be­ti­za­ção e co­mu­ni­tá­ria”. A Igre­ja Pen­te­cos­tes e a Ca­tó­li­ca tam­bém fa­zem a sua par­te nes­te pro­ces­so.

O director pro­vin­ci­al da Edu­ca­ção, Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia do Ben­go, An­tó­nio Qui­no, afir­mou que, no de­cur­so do ca­das­tra­men­to de do­cen­tes, 120 que exer­ci­am car­gos de di­rec­ção fo­ram de­mi­ti­dos do sis­te­ma, de­vi­do ao du­plo vín­cu­lo la­bo­ral.

As va­gas dei­xa­das, dis­se, es­tão a ser ocu­pa­das tem­po­ra­ri­a­men­te por sub­di­rec­to­res e téc­ni­cos es­pe­ci­a­li­za­dos da área ad­mi­nis­tra­ti­va pa­ra não com­pro­me­ter o ano lec­ti­vo.

A pro­vín­cia do Ben­go tem 190 va­gas dis­po­ní­veis pa­ra o pró­xi­mo con­cur­so pú­bli­co, se­gun­do o director pro­vin­ci­al da Edu­ca­ção.

KINDALA MA­NU­EL

A mai­or par­te das cri­an­ças que aban­do­nam a es­co­la no Ben­go é do se­xo fe­mi­ni­no

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.